15/07/20 - 08:10:33

Estamos nas mãos da Justiça

Por Adiberto de Souza *

Estranhamente, o governo de Sergipe vai recorrer contra a acertada decisão da Justiça de suspende a flexibilização do isolamento social. O desejo do executivo é autorizar a intempestiva reabertura de várias atividades comerciais. A frágil defesa do afrouxamento da quarentena, contudo, é derrubada pelo Decreto nº 40.615. Assinado pelo governador Belivaldo Chagas (PSD), este documento estabelece como principal critério para o relaxamento que a taxa de ocupação de leitos de UTI seja igual ou menor que 70%. Hoje, conforme a própria Secretaria da Saúde, 77% das UTIs públicas estão ocupadas, enquanto na rede privada este percentual já é de exagerados 95,3%. Ora, como pedir à Justiça para liberar geral quando praticamente não há mais vagas na rede hospitalar para socorrer as vítimas da Covid-19? Esse recurso do executivo permite suspeitar que, pressionado pelos empresários, o governador virou um negacionista da doença. Pelo visto, só nos resta torcer para que o Poder Judiciário, em respeito à milhares de vidas, mantenha a acertada decisão da séria magistrada Telma Maria Santos Machado. Do contrário, assistiremos sergipanos morrendo às dezenas nas portas dos hospitais superlotados pelas vítimas da pandemia. Que Deus seja louvado!

Processo do matadouro

A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça recebeu, ontem, denúncia contra o prefeito de Itabaiana, Valmir de Francisquinho (PR) e mais sete pessoas. Todos são acusados pelo desvio de quase R$ 6 milhões das taxas recolhidas no matadouro daquele município. Por causa dessa acusação, Valmir chegou a ser preso em 2018, permanecendo mais de 15 dias atrás das grades. A Câmara Criminal é composta pelos desembargadores Diógenes Barreto, Edson Ulisses de Melo e Ana Lúcia Freire de Almeida dos Anjos. Os acusados juram de pés juntos que são inocentes desde criancinhas. Então, tá!

Ferida aberta

Quer apostar uma mariola de goiaba como o PSB não se coliga com o Cidadania? Os pessebistas ainda não esqueceram de 2018, quando o senador Alessandro Vieira deu um chega pra lá no acordo em favor do candidato a governador Valadares Filho (PSB). Na época, Alessandro ameaçou deixar o partido se a aliança fosse fechada: “Parece que este espaço (de senador) precisa estar sempre reservado às mesmas velhas figuras de sempre”, disse Vieira, chutando o pau da barraca. Resultado, o acordo fracassou, Alessandro se elegeu e o candidato à reeleição Antônio Carlos Valadares (PSB) ficou a ver navios. Home vôte!

Não vem mais

Ameaçado de exoneração, o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, abortou a visita que faria a Sergipe nesta quarta-feira. O de farda vinha ver de perto os estragos feitos pela Covid-19. Na iminência de ser mandado de volta para o quartel, Pazuello preferiu não arredar pé de Brasília. A cabeça do ministro-general está sendo pedida pelos próprios colegas de farda, que querem ver o Exército bem longe da fracassada política de saúde do governo Bolsonaro. Misericórdia!

Apoio reavaliado

O festejado apoio do deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) à prefeiturável Danielle Garcia (Cidadania) pode ter ido por água abaixo. O parlamentar contou ao portal Universo Político que a família tem pedido para ele ficar de fora da campanha eleitoral de Aracaju. “Não fizeram nada para eu mudar de opinião, e não quer dizer que vou mudar. Mas decidi reavaliar”, discursa Gilmar, que até um dia desses se anunciava como pré-candidato a prefeito da capital. Marminino!

Eleição na UFS

O Colégio Eleitoral Especial elege, nesta quarta-feira, os nomes que comporão as listas tríplices das quais serão escolhidos os futuros reitor e vice-reitor da Universidade Federal de Sergipe. A eleição será realizada através dos sistemas integrados da UFS e os conselheiros se reunirão por videoconferência na plataforma Google Meet. A reunião será aberta e transmitida através de link disponibilizado no canal da TV UFS no Youtube. Ah, bom!

Aliados, mas nem tanto

E o pré-candidato Márcio Macedo (PT) ainda não conseguiu convencer todos os petistas que é o melhor nome para administrar a Prefeitura de Aracaju. O próprio presidente do partido em Sergipe, deputado federal João Daniel, prefere desfilar ao lado do prefeito e candidato à reeleição Edvaldo Nogueira (PDT). O palanque pedetista também é o preferido do deputado estadual Francisco Gualberto (PT) e de vários outros petistas menos votados. Crendeuspai!

Sobraram os espinhos

O Ministério Público quer conhecer em detalhes o processo da compra de 1,6 mil rosas vermelhas pela Prefeitura de Lagarto. Adquiridas para presentear as mulheres no Dia Internacional em homenagem a elas, as flores custaram aos contribuintes lagartenses a ninharia de R$ 16 mil ou R$ 10 cada uma. O MP quer saber, entre outras coisas, qual o critério usado pela Prefeitura para comprar os lindos buquês à empresa Luciene de Menezes Santos. Com a palavra a prefeita Hilda Ribeiro (SD). Danôsse!

2022 é outro papo

O ex-deputado federal André Moura (PSC) se apressou em informar que o apoio de seu partido à reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) não tem nada a ver com a disputa para governador, em 2022. Segundo o ex-parlamentar, o apoio dado agora ao pedetista é muito por conta do sucesso “da nossa parceria administrativa”, que lhe permitiu liberar junto ao governo federal cerca de R$ 320 milhões para Aracaju. Vixe!

A mulher na política

Este será o tema da vídeopalestra marcada para às 15h da próxima sexta-feira. Participarão a magistrada Elaine Celina Afra da Silva Santos, a advogada Niully Nayara Santana Campos e o juiz Leonardo Almeida, este último como mediador. O encontro visa discutir a importância da mulher na política, os requisitos para postular e exercer mandato eletivo e obter o registro da candidatura. A Webinar poderá ser acessada pelo link na plataforma Cisco Webex. Prestigie!

Mistureba

Casemo no ano de quinze, Na seca de vinte e três;

A muié era donzela,

Viúva de sete mês,

Mais não me alembro que tenha

Um dia ficado prenha,

Estado de gravidez.

Os versos acima são do repentista Zé Limeira, o poeta do absurdo.

Recorte de jornal

Publicado no jornal O Estado de Sergipe, em 27 de dezembro de 1935.

* É editor do Portal Destaquenotícias