16/07/20 - 05:56:56

MAIS DE 27 MIL HOMENS DERAM ENTRADA NO HUSE NO PRIMEIRO SEMESTRE DESTE ANO

Número maior que o de mulheres que totalizou 21.876, uma demonstração da falta de hábito do público masculino na prevenção de doenças

No Pronto Socorro do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), é comum observar que os usuários do sexo masculino que buscam assistência não vão ao médico com frequência. De acordo com a estatística verificada no Sistema Integrado de Informatização de Ambiente Hospitalar (HOSPUB) do hospital, no primeiro semestre deste ano (janeiro a junho), foram totalizados 27.642 atendimentos a usuários do sexo masculino com faixa etária a partir dos 15 anos, contra 21.876 do sexo feminino correspondente a mesma faixa etária.

Como unidade de emergência que, porta aberta, essa predominância de atendimentos do público masculino é uma demonstração da falta de hábito do público masculino em procurar os serviços de saúde para consultas ou buscar auxílio na prevenção de doenças.

“É muito importante estar de bem com a vida e principalmente com a saúde, para isso, é necessário se cuidar e prevenir doenças, ainda mais agora com a pandemia da Covid-19. Fazer exames de rotina e levar uma vida mais saudável, se alimentando bem e praticando exercícios é fundamental para uma boa imunidade. Sou hipertenso e conheço bem isso, portanto, não descuido em nada e estou sempre com minhas medicações em dias”, declarou o auxiliar de enfermagem, Carlos Silva, 53.

Diferente do Carlos, outras pessoas só buscam auxílio médico quando realmente ficam doentes e recorrem ao serviço de saúde para exames. No Dia Nacional do Homem, celebrado nesta quarta-feira, 15, o clínico geral do Huse, André Brandão, ressalta que entre os motivos para o homem não procurar o médico de forma preventiva estão o medo de se mostrar frágil ou de descobrir doenças graves.

“É importante que o homem se preocupe em fazer saúde preventiva. Além disso é necessário buscarem a promoção em saúde, através de acompanhamento médico nas Unidades de Saúde da Família do próprio bairro, fazer uma atividade física, controlar a alimentação, deixar de pensar que o homem é sexo forte e a mulher é sexo frágil. Cuidar da saúde é cuidar da vida, essa é a frase mais correta”, declarou o médico.

As doenças que mais acometem o homem são doenças do coração, AVC, infarto, doenças mentais, sofrimento psíquico, cânceres, colesterol elevado e pressão alta. Doenças que estão ligadas principalmente ao sobrepeso, uso de bebidas alcoólicas, fumantes e sedentarismo. Por isso, alguns cuidados são indispensáveis como manter os exames em dia é importante e uma forma de prevenção, cuidar da alimentação, fazer atividades físicas previne doenças cardíacas e diminui o risco de diabetes entre outros problemas, dormir bem é fundamental para a boa manutenção do organismo, além de consultar um especialista para fazer constantemente acompanhamento.

Informações e foto SES