17/07/20 - 01:28:45

Disputa ao Governo dificulta o vice

Diógenes Brayner diogenesbrayner@gmail.com

O Partido dos Trabalhadores tem pré-candidato a prefeito de Aracaju, ex-deputado federal Márcio Macedo, com influência no partido e maioria absoluta de todos os aliados. Para isso se desligou do bloco que compunha a aliança com o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), com quem esteve em 2016, inclusive indicando a vice – atual vice-governadora Eliane Aquino, tudo dentro de um entendimento amplo de um grupo que se afina desde 2006, com a eleição de Marcelo Déda ao Governo do Estado.

Natural que o PT tenha optado por uma cisão em 2019, com o objetivo de disputar a Prefeitura quase 20 anos depois de eleger o seu primeiro e único prefeito – exatamente Marcelo Déda – e de estar ao lado de Edvaldo Nogueira por todo esse período, exceto nos quatro anos que o ex-governador João Alves Filho assumiu o mandato no mandato de 2012 a 2016. A separação do PT do bloco não foi consensual e a alegação era exatamente a de retornar ao comando de Aracaju, mesmo que fosse enfrentando a Nogueira, que o partido sempre apoiou, por indicação inicial do próprio Déda.

Dentro de uma opção que carece de melhor dedução, o PT sai do bloco fazendo oposição ao prefeito, mas se mantendo aliado ao governador, Belivaldo Chagas (PSD), que apoia Edvaldo Nogueira, dentro do mesmo grupo que tinha à frente Marcelo Déda e que ficou mais robusto exatamente a partir de 2010. Seria assim, uma espécie de desavença familiar, que envolve “parentes descontentes”. O resultado vai depender de uma disputa em que seja levado ao eleitor um entendimento real dessa divisão de apenas parte do bloco, onde será mantida a essência.

Parece complicado, mas não é. Apenas intrínseco. Passará a imagem de que os dois divergem até mesmo em pontos que construíram juntos, mas que se aproximam em relação ao comando e projeto político de todos.

O Partido dos Trabalhadores tem dificuldade em encontrar um vice para Márcio Macedo, mesmo sendo uma sigla que sempre contou com votação expressiva em Aracaju, cidade de vocação à esquerda e centro esquerda. Mas o problema não está em chegar a bons nomes, mas dentro do próprio PT. É que a sigla não deseja por na chapa um candidato que seja adversário do governador Belivaldo Chagas, em cujo mandato lideranças petistas estão de olho nas eleições de 2022. Quer dizer: o vice tem que servir à montagem de uma estratégia política que dê oportunidade ao PT de retornar ao Governo do Estado, sem ter que enfrentar o próprio governador.

Edvaldo Nogueira já sacou isso. Tanto que recentemente, em conversas com aliados, principalmente alguns que desejam integrar sua chapa como vice, o prefeito não mandou recado, mas sinalizou para líderes petistas que desejam disputar a sucessão de Chagas, que ele não será obstáculo: “concluirei meu segundo mandato integralmente”, disse e concluiu: “quem estiver se habilitando a disputar a vice, pensando que deixarei o mandato para disputar o Governo, pode desistir. Isso não acontecerá”.

Surtiu bom efeito nos ouvidos de quem deseja ser candidato a governador pelo PT, em 2022, além de assegura apoio a ele, em caso da disputar pela reeleição descambe para o segundo turno.

Belivaldo despacha

O governador Belivaldo Chagas (PSD) está com coronavirus, mas, assintomático, está despachando naturalmente por e-mail ou videoconferência.

*** Está de quarentena em seu apartamento, acompanhado da filha e seguindo orientação médica. Não tem deixado de trabalhar.

*** Ele ficará recolhido até o dia 29, quando fará um novo exame e deve retornar às suas atividades presenciais na segunda-feira, 1º de agosto.

Médico ‘otimista’

Uma mulher foi à consulta médica de rotina para se precaver do Covid-19. Ocorreu ontem. Foi receitada: um comprimido de Ivermectina a cada 15 dias.

*** Durante a conversa, o ilustre médico “animou” a paciente: “não se preocupe! Todo mundo terá o coronavirus”. Em outras palavras: não precisa se cuidar.

Queda do virus

Médico, o prefeito de Aquidabã, Dr. Mario [Francisco Francimário Rodrigues de Lucena], em conversa por telefone com a senadora Maria do Carmo Alves (DEM), tratou sobre a Covid-19.

*** Dr. Mario disse à senadora que a partir de agosto o coronavirus entra em queda e vai perder força em Sergipe.

*** A informação também é que o vírus entra no platô no final deste mês e uma semana depois em curva decrescente.

O nome de Emília

O chamado grupo ligado ao presidente Jair Bolsonaro, Brasil 200, ainda não tem um nome a prefeito de Aracaju, embora pretenda lançar candidato.

*** A vereadora Emília Correa (Patriotas) seria a escolhida pelo bloco se fosse candidata, mas ela não abre mão de disputar a reeleição.

Eleições atípicas

O deputado federal Laércio Oliveira (PP) acha que as eleições deste ano sejam atípicas e trarão muitas surpresas, em relação ao comportamento da população.

*** Admite que haja número grande de abstenção porque o eleitor não parece animado em ir às urnas e que os candidatos precisarão de um bom trabalho de marketing.

*** Laércio disse que o PP vai manter o seu compromisso e apoiar a reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT).

Fábio sobre Inaldo

Pré-candidato a prefeito de Socorro, o deputado federal Fábio Henrique (PDT) diz que continua compreendendo que o momento não é de tratar de eleição.

*** Acha que o atual prefeito de Socorro, padre Inaldo, “deveria estar preocupado com a saúde da população, os índices de Covid e falta de atendimento, que continuam alarmantes”.

*** – Sigo fazendo meu trabalho, conclui.

Clima é frio

Experiente, o ex-deputado Venâncio Fonseca disse ontem que haverá muita dificuldade para se fazer campanha nas eleições deste ano.

*** Percebe que não há movimentação e nem ânimo de candidatos e eleitores, todos preocupados com a pandemia que evita contatos pessoais.

*** – O clima para o pleito desse ano é muito frio, inclusive porque ninguém sabe como será.

Imagem do Exército

O líder do PT no Senado, Rogério Carvalho, acha que “a associação da imagem do exército brasileiro com o Governo Bolsonaro está afetando a avaliação da instituição perante a opinião pública”.

*** – O exército não pode ser um ‘puxadinho’ de nenhum político brasileiro porque ele serve ao país e a todos os brasileiros!

Percentual de vendas

Segundo informação de um empresário que atua no setor lojista, os cinco shoppings de Sergipe vão fechar 200 lojas de pequeno e médio portes.

*** Disse que o shopping Riomar, por seu tamanho, é o que terá maior número de lojas fechadas.

*** A Associação de Lojistas dos Shoppings vão entrar na justiça solicitando que, quando abrir, o aluguel seja baseado no percentual de vendas.

Valmir e mensagem

O ex-prefeito Valmir Monteiro, de Lagarto, foi muito cumprimentado ontem pelo seu aniversário, por aliados de algumas tendências políticas que atuam naquela cidade.

*** Valmir teria recebido mensagem de um aliado do deputado Gustinho Ribeiro (SD) manifestando solidariedade e dizendo que votaria em seu filho, Ibrahim Monteiro, a prefeito do município.

Rodrigo Valadares

O presidente Jair Bolsonaro acena para filiar-se ao PTB, atendendo a convite de Roberto Jefferson. Passaria a ter o comando total do partido no Brasil.

*** Isso anima o deputado estadual Rodrigo Valadares (PTB), que é pré-candidato a prefeito de Aracaju e acredita contar com o apoio dos bolsonaristas.

Reinfectado será pior

Deputado estadual Capitão Samuel conta que dias atrás testou positivo para Vovid-19 e que concluiu ontem seu período de isolamento “sem sentir qualquer sintomas graça a Deus”.

*** Acrescenta: “veio um médico e me falou que agora devo tomar cuidado, porque se for reinfectado poderá ser pior. Vivemos tempos estranhos. Meu Deus é meu escudo.”

Uma boa conversa

Revista Fórum – Pesquisa da CNI revela que 84% dos brasileiros querem que o isolamento social continue.

Rogério Carvalho – O Senador Major Olímpio denunciou o esquema de compra de partidos para Bolsonaro se salvar do impeachment!

Portas fechadas – O IBGE informou que 716 mil das 1,3 milhão de empresas que suspenderam as atividades durante a pandemia não abrirão mais as portas.

Sobre isolamento – Sergipe está em oitavo lugar, índice de ontem da plataforma ‘Bússola’, como o oitavo Estado que menos respeita o isolamento social.

Vai se fortalecer – Lojistas acham que comércio no bairro 13 de Julho vai se fortalecer com o fechamento de lojas nos shoppings.

Estadão informa – Ministério da Saúde pede para a Fiocruz que divulgue cloroquina como tratamento inicial de covid-19.

Poder360 divulga – Câmara dos Deputados aprovou ontem auxílio emergencial para profissionais do esporte.

Conversa Afiada – Mandetta: Bolsonaro faz três eletrocardiogramas por dia e tem médico 24 horas e ambulância na porta por causa da cloroquina.