24/07/20 - 06:35:19

Cirurgiã plástica alerta para risco de queimaduras no uso incorreto do álcool

O alerta para os cuidados com a utilização do álcool gel e líquido para higienização das mãos e limpeza da casa, durante a pandemia da Covid-19 continua. De acordo com estatística do Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), o Pronto Socorro do hospital e a Unidade de Tratamento de Queimados (UTQ), contabilizou no período da pandemia, 12 pacientes que se acidentaram ao manusear o produto de forma incorreta, como explica a referência técnica da Cirurgia Plástica do Huse, Moema Santana.

“O cuidado com o uso do álcool para limpeza de objetos em casa e ,principalmente, a higienização das mãos deve ser realizado com atenção. Tivemos desde o início da pandemia do coronavírus um total de 12 atendimentos a vítimas dessas queimaduras, é sim um número considerável porque deveria nem ter acontecido, tivemos, inclusive, grandes queimados com boa parte do corpo atingida. Vale frisar que em casa o ideal é a lavagem das mãos com água e sabão, já na rua é importante fazer a higienização das mãos com o álcool em gel a 70%”, informou a médica.

Dentro de casa, o álcool gel ou líquido 70% deve ser utilizado para limpar superfície de contato como a maçaneta da porta e produtos que venham de fora, mas, se em seguida a pessoa for manusear fogo ou fogão, é importante lavar as mãos para que não tenha o perigo de se queimar. Foi o que aconteceu com uma paciente que continua internada na UTQ do Huse. A jovem foi fazer a limpeza da casa e de alguns produtos e depois foi acender o fogão, o pior aconteceu.

“Ela é uma grande queimada e continua internada conosco na UTQ do hospital. Como o álcool é um produto altamente inflamável, a mão dela ainda estava úmida e não deu outra, acabou se queimando. Outros casos acontecem por cozinharem utilizando o produto na versão líquida e não tomarem os devidos cuidados”, enfatizou Moema Santana.

A primeira vítima de queimaduras por álcool em gel durante a pandemia do coronavírus aconteceu no mês de abril, foi uma criança que brincava com o produto, seguida de três adultos que residem no interior do Estado. Caso aconteça a queimadura, o correto é levar ao posto de saúde mais próximo para o médico definir a gravidade da lesão.

Fonte e foto SES