28/07/20 - 06:04:51

Edvaldo subestimou o MPF, a CGU e a PF! Para a PMA e MPE estava tudo certo! 

“Desde o dia 7 de julho, quando aconteceu a operação de busca e apreensão da PF na Secretaria da Saúde, nós fizemos uma avaliação criteriosa de todos os processos, uma auditoria documental. Tudo aquilo que foi solicitado pela polícia, a secretaria entregou. Todos os ofícios foram respondidos, inclusive nos prazos solicitados, mesmo num período de pandemia. Entendemos que a operação foi completamente desnecessária. Não houve prática de crime por parte da secretaria”.

A declaração é do procurador-geral do Município de Aracaju, Sidney Cardoso, que em uma entrevista coletiva, na sexta-feira (24), ao lado secretária da Saúde, Waneska Barboza, quando anunciaram que a PMA ia entrar com um pedido de extinção do inquérito penal relacionado ao Hospital na Justiça Federal. Em sua fala, o representante do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) foi mais além e disse que “entendemos que há um conjunto de irregularidades neste inquérito e por isso ele deve ser extinto”.

Em síntese o que o procurador quis dizer é que, na visão dele, de Edvaldo e de toda a PMA não existiu qualquer irregularidade no processo de montagem da estrutura necessária ao funcionamento do Hospital de Campanha, que o caso não requer qualquer análise da Câmara Municipal (Casa do Amém) e nem dos órgãos fiscalizadores, além de subestimar o trabalho realizado pelo Ministério Público Federal (MPF), Polícia Federal e Controladoria-Geral da União (CGU) na Operação Serôdio…

Mas, justiça seja feita, teve um órgão de controle que “atestou” todo o processo do Hospital de Campanha: os técnicos do Ministério Público Estadual examinaram tudo, desde a dispensa de licitação até o último parafuso colocado, e nada foi encontrado. O próprio Edvaldo, por diversas vezes, “usou” o MPE como “escudo” para atentar a completa isenção de sua gestão. Tudo bonito, tudo muito lindo, até que uma nova semana começou, o “galo cantou” e a PF atuou, novamente…

Bastou o primeiro “desdobramento” da Operação Serôdio, e eis que a Polícia Federal cumpriu um mandado judicial de afastamento cautelar das funções públicas de um servidor da Prefeitura de Aracaju, com fortes indícios dele ter atuado na elaboração da Dispensa de Licitação nº 28/2020 que, segundo a PF, teria favorecido o empresário vencedor com a transmissão de informações sigilosas e com orientações de como a empresa deveria proceder para se esquivar das possíveis irregularidades. Um “mico” do procurador da PMA, Sidney Cardoso…

E não se trata de “qualquer afastamento”! Estamos falando do responsável pela maioria das licitações e dispensas realizadas pela gestão de Edvaldo! Os discursos do prefeito, do Procurador, do MPE e da PMA caíram por terra! Quando falaram em “arquivamento da denúncia” ou agiram com “pressa” ou com “arrogância”, subestimando os órgãos independentes! Quem não deve, não teme, e nem treme! Faltou humildade! É aguardar os “próximos capítulos”, sem “pizza” desta vez, porque quando o “big fone” tocar, alguém pode ser indicado direto para o “paredão”…

Galo da PF

Há algum tempo “Pai Cuque” vem anunciando que o “galo ia cantar” em Sergipe bem cedinho! Foi dito aqui para a turma preparar o “café” que a turma ia chegar “com fome”! A Federal não costuma brincar em serviço e “vasculha” tudo que envolve recursos da União.

Olho no interior!

Este colunista mais uma vez vai dizer: tem muito prefeito e prefeita, pelo interior do Estado, “brincando de investir” os recursos federais que chegaram para o combate à COVID! Se em Sergipe algumas “lupas” não conseguem captar, é bom essa turma ficar atenta: nada passa pelo “radar” da PF e da CGU. Se conselho fosse bom…

 Veja essa!

Depois do procurador-geral da PMA, do prefeito, da secretária de Saúde, do MPE e de muita gente criticar a Operação da PF/CGU em Aracaju, eis que a Polícia Federal cumpriu, na manhã dessa segunda-feira (27), um mandado judicial de afastamento cautelar das funções públicas de um servidor público da Prefeitura. O primeiro desdobramento da Operação…

E essa!

Na deflagração da operação foram obtidos indícios de que um servidor da prefeitura, que atuou na elaboração da Dispensa de Licitação nº 28/2020, favoreceu o empresário vencedor com a transmissão de informações sigilosas e com orientações de como a empresa deveria proceder para se esquivar das possíveis irregularidades.

Afastamento

Com base nas informações coletadas, a Polícia Federal representou pelo afastamento do servidor de suas funções públicas, o Ministério Público Federal opinou pelo deferimento da medida e a 1ª Vara Federal determinou o afastamento cautelar do servidor.

Nome forte

A coluna não vai declinar o nome do servidor até porque não tem certeza, mas existem rumores de que se trata do responsável pela grande maioria das licitações e dispensas realizadas pela Prefeitura de Aracaju, com algumas exceções. Um cargo altíssimo, de extrema confiança do prefeito e do Secretário da Fazenda.

No Estado

Outra informação relacionada ao servidor da PMA que foi afastado de suas funções é que ele já teria exercido um cargo de alta confiança no governo do Estado, em um passado recente, em uma secretaria onde o então titular foi vendo seu poder “desidratar” com as mudanças no comando…

 Bomba!

Essa é para deixar muita gente em Aracaju atenta, inclusive algumas autoridades: a informação é que pode explodir, a qualquer momento, um escândalo com o vazamento de ligações telefônicas, envolvendo licitações, dispensas e outras coisas de “Sergipe del Rey”! Todo mundo interceptado pelos homens de preto…

Exclusiva!

Além desses áudios, que vazados, podem implodir o mundo político em Sergipe, há ainda outra forte investigação, relacionada a construção de casas populares, também com recursos da União. Fala-se também em mais “favorecimentos” e/ou “direcionamentos” agora para construtoras! São novos tempos…

Estamos de olho!

Sobre a Secretaria de Saúde de Aracaju a coluna já chamou a atenção de diversas autoridades, mas estranhamente algumas delas não têm interesse em apurar. Tem um setor por lá, coordenado pela “fiel escudeira” da “secretária de fato”, esposa do “tio Patinhas”, onde “manda quem pode e obedece quem tem juízo”…

Outra da PMA

Não adianta tirar férias, se esconder e nem fazer de conta “que não foi comigo”!

Na mesma secretaria de Saúde da PMA tem uma situação inusitada, já denunciada por esta coluna: o responsável por fiscalizar determinados contratos é o esposo da responsável por fazer as contratações! Assim é “gostoso”, né não?

Certeza da impunidade?

Quem não lembra do caso da Ação de Improbidade Administrativa com pedido de tutela provisória de evidência ajuizada pelo MPE/SE, há mais de dois anos, contra Edvaldo, o ex-secretário municipal da saúde, André Luís Moura Sotero; o ex-secretário municipal de governo, Carlos Roberto da Silva; do secretário municipal da fazenda, Jeferson Dantas Passos; e de sua esposa e servidora comissionada da Saúde, Mônica Cristina Siqueira Passos? Ela deixou o cargo?

Prática de nepotismo

À época o MPE exigia a exoneração imediata de Mônica Passos do cargo em comissão de Consultor Extraordinário para Assuntos Governamentais junto à Secretaria Municipal de Saúde. O motivo é que a servidora é casada com o atual secretário da fazenda, Jeferson Passos, “o que configura prática de nepotismo já que, segundo a ação ministerial”. Detalhe: ambos continuam em seus respectivos cargos, ou não? Melhor nem falar nesse tal de “nepotismo” na PMA…

Pesquisa Dataform I

Entre os dias 16 e 17 de julho, a equipe do Dataform foi às ruas de Aracaju ouvir a população. Em pelo menos 35 bairros, 800 eleitores da capital sergipana deram sua opinião sobre a eleição municipal. A Pesquisa tem margem de erro de 3,46%, intervalo de confiança de 95%, e foi registrada no TRE sob número: SE 02832/2020.

Pesquisa Dataform II

O prefeito Edvaldo Nogueira lidera com 23,1%, seguido da Delegada Danielle Garcia (Cidadania) com 21,1%, da vereadora Emília Correa (Patriota) com 12%, do ex-deputado Valadares Filho (PSB) com 11,1%, do delegado Paulo Márcio (DC) com 2,3%; do deputado Rodrigo Valadares (PTB) com 1,8%, do ex-deputado Márcio Macedo (PT) com 1,6% e do publicitário liberal/conservador Lúcio Flávio (Avante) com 1,4%. 17,4% dos entrevistados vão votar nulo ou em branco; 8,3% dizem que não sabem.

Cenário pró-oposição

Considerando que a maioria do eleitorado de Danielle, Emília, Valadares Filho, Paulo Márcio, Rodrigo Valadares, Márcio Macedo, Lúcio Flávio e até dos não citados Marcos Pinheiro (PP), Almeida Lima (PRTB) e Georlize Teles (DEM) não vota em Edvaldo, não é exagero pontuar que o cenário, por enquanto, é de crescimento da oposição e de queda do prefeito que, inclusive, ainda tem sua gestão sob forte investigação…

Rejeição

Nessa pesquisa também chamou a atenção o percentual de rejeição, tanto do governador quanto do prefeito, em Aracaju. Edvaldo teve sua gestão reprovada por 44,9% dos ouvidos e aprovada por 40%; já Belivaldo acumula uma rejeição na capital de 58%, com apenas 28% de aprovação.

Bolsonaro x Lula

Outro dado que chama muita atenção: o presidente Jair Bolsonaro teria, segundo a pesquisa, maior “poder de indicação” para o voto do aracajuano do que o ex-presidente Lula. 35,6% disseram votar em um candidato indicado por Bolsonaro e 27,8% em um candidato indicado por Lula. É o “sertão” virando mar…

Carro locado

O detetive virtual José Edirani também flagrou um veículo locado pela Prefeitura de Capela, estacionado em frente a uma residência no município de Aquidabã, com o responsável pelo veículo fazendo registros em redes sociais de uma confraternização com amigos. “Enquanto isso, a população de Capela sofrendo, vivendo o maior drama e humilhação para conseguir um carro da prefeitura para fazer o transporte para a capital”, denuncia.

Falando em Aquidabã…

A coluna foi informada, por fontes mais do que seguras, de um verdadeiro “desatino” no município! Se sentindo altamente protegido por uma autoridade, o gestor anda brincando com coisa séria! De “negociação de imóveis” com recursos públicos a licitações que supostamente beneficiam parentes, São denúncias “recheadas” que supostamente envolvem o prefeito municipal e alguns assessores! A coluna está de olho! Quem viver verá…

Alô Arauá!

Após o anúncio feito por este colunista, não param de chegar denúncias envolvendo os dois secretários de Arauá! Um munícipe chegou a confessar que só tem respaldo na atual administração quem fala a “língua de ambos”, chegando a registrar que se faltar uma “vírgula da redação”, todo o processo fica comprometido…

Alô Dores!

As coisas andam “movimentadas” no município de Nossa Senhora das Dores. Além de supostos pagamentos as fornecedores vinculados a quitação de débitos políticos da gestão, aparecem agora novas denúncias supostamente atreladas ao setor de licitação com interferência do Sr. Secretário de Finanças! Ou a turma que fiscaliza atua no município, ou ninguém sabe medir as consequências dessas “travessuras”…O povo de Dores pede socorro…

Coisas da Seduc!

Até que fim! Este colunista foi informado que já está sendo iniciado um processo junto ao MPF com relação as dispensas de licitação da Seduc! Para quem não lembra, este colunista está falando daqueles casos em que sempre as mesmas empresas que trabalham para o órgão, quando a licitação é aberta (para quem quiser participar), há uma redução do preço em 35%. Agora quando se trata de uma DL (Dispensa de Licitação), o preço é sempre cheio, “derramando pelo copo”! Não custa nunca lembrar que a secretaria está sob investigação da Operação Marcha à ré e que, nesse “álbum”, as “figurinhas” são sempre repetidas, com o reforço do “baixinho ligeiro”! E bote ligeiro nisso…

Religião é essencial I

O deputado estadual Gilmar Carvalho (PSC) é coautor do projeto de lei do também deputado Samuel Carvalho (Cidadania), aprovado essa semana na Assembleia Legislativa, que reconhece a atividade religiosa como essencial à população do Estado de Sergipe em períodos de crises ocasionadas por moléstia contagiosa ou catástrofes naturais.

Religião é essencial II

Estamos submetidos à pandemia do novo coronavírus (COVID-19), com muitas pessoas infectadas e muitas vidas ceifadas. É uma preocupação das autoridades constituídas também sobre o risco de muitas pessoas apresentarem sinais de depressão ao serem submetidas ao isolamento social, para não ficarem expostas ao contágio. Essa é uma preocupação dos dois parlamentares.

 Acesso limitado

Diante dos sucessos decretos governamentais, desde o início da pandemia em meados de Março que a atividade religiosa, em caráter presencial, ficou prejudicada porque as igrejas e demais templos religiosos encontram-se fechados. A proposta aprovada essa semana, permite que os Poderes Executivo, Estadual e/ou Municipais, ficam autorizados a estabelecer, mediante decreto, a limitação do quantitativo de pessoas que podem ter acesso a templos ou outros locais de culto.

Sem conflitos

Há uma preocupação explícita no PL no sentido que ele não prejudique a fixação de outras normas ou medidas de biossegurança de acordo com orientações das autoridades sanitárias. Consta ainda no projeto que as normas, instruções e/ou orientações regulares que, se for o caso, se fizerem necessárias à aplicação ou execução desta Lei devem ser expedidas mediante atos do Poder Executivo.

Samuel Carvalho I

Ao defender sua propositura, o deputado Samuel Carvalho aposta na sanção do mesmo pelo governador. “A Constituição Federal consagra em seu art. 5º, inciso VI, como direitos e garantias fundamentais individuais e coletivas a liberdade de consciência, de crença e o livre exercício dos cultos religiosos e a suas liturgias. Entendo que é dever, está na constituição. O que deve ser determinado pelos poderes são as medidas de segurança e o quantitativo de pessoas, mas que aconteçam as reuniões”, disse.

Samuel Carvalho II

O deputado relata que no Brasil a atividade religiosa já é essencial. “Peço que o governador Belivaldo Chagas avalie nosso projeto de forma positiva. O presidente Jair Bolsonaro tornou as atividades religiosas essenciais em março deste ano. No Paraná, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul o projeto já foi aprovado. Aqui em Sergipe as atividades estão proibidas por tempo indeterminado, violando as constituições já citadas. Nós queremos a atividade religiosa como essencial à população”, afirmou.

Gilmar Carvalho

Por sua vez, coautor do projeto, o deputado Gilmar Carvalho reconhece o momento delicado que as famílias estão passando desde março em isolamento, muitas, inclusive, já apresentando problemas psicológicos. “Nós sabemos que a fé, a atividade religiosa pode contribuir neste momento. Eu acho que essa flexibilização é muito importante e precisa acontecer sim! Sabemos do grande número de pessoas, podemos buscar limitar a quantidade, verificar o uso de máscara, de álcool em gel, mas com certeza é uma preocupação minha e do colega e autor deputado Samuel Carvalho. A ideia não é confrontar com o governo, mas sim possibilitar para que as pessoas exercitem sua fé no templo religioso de sua preferência e aliviem um pouco o psicológico”.

 Leilão da União I

Vem aí o 2º LEILÃO FAZENDA UNIÃO, a ser realizado no dia 29 de agosto, com transmissão virtual através do YouTube. O evento visa apresentar aos parceiros o que há de melhor no projeto de melhoramento genético da raça Girolando, bem como ofertar bezerras, novilhas e vacas ¾ e ½, especialmente selecionadas.

Leilão da União II

Cabe ressaltar que atualmente o Girolando GPaixão (criador Carlos Augusto Paixão) e a Fazenda União levam a pecuária para destaque dentro do cenário nacional com grande notoriedade no Ranking Nacional das exposições oficiais da raça Girolando 2019/2020, alcançando a primeira colocação como melhor Expositor Nacional na categoria CCG ¾.

Carlos Augusto Santos da Paixão

“Após avaliação do controle nacional leiteiro, ele obteve o segundo lugar na categoria de maior média de teor de proteína do leite e a menor média de CCS. Tais resultados reforçam o comprometimento da empresa com a qualidade de seus animais”, explica o representante da Fazenda União, Carlos Augusto Santos da Paixão.

Aulas na UFS I

A reitoria da Universidade Federal de Sergipe criou um Grupo de Trabalho que terá como missão confeccionar um Plano de Atividades Educacionais Remotas Emergenciais para a Graduação da Instituição, e tem como presidente o Pró-Reitor de Graduação da UFS, o Dr. Dilton Maynard. O retorno das atividades acadêmicas por meio remoto passou a ser uma necessidade diante da pandemia causada pelo novo coronavírus.

 Aulas na UFS II

“Nossa maior preocupação é garantir o bem-estar de todos os que integram nossa comunidade universitária, por isso, aula presencial é algo que não estamos cogitando neste momento”, garante Dr. Dilton Maynard. Ele lembra que a situação dos alunos em situação de vulnerabilidade socioeconômica também será levada em consideração no momento da formulação do Plano.

UFS contra a COVID I

E por falar em UFS e no novo coronavírus, neste mês de julho o Hospital Universitário, localizado em Aracaju, ganhou reforço na luta contra a COVID-19: quatro respiradores de alta tecnologia que foram doados por empresários sergipanos, dois deles, pelo Grupo JCPM. A chegada dos equipamentos qualificará ainda mais o trabalho que vem sendo realizado pelo HU.

 UFS contra a COVID II

Por meio dos Hospitais Universitários de Aracaju e de Lagarto a UFS tem disponibilizado para o estado de Sergipe 91 leitos SUS para atendimento dos pacientes infectados pelo novo coronavírus, sendo 30 leitos na capital – 14 de UTI e 16 clínicos – e 61 em Lagarto – sendo 30 de UTI, 20 clínicos, três de estabilização e oito para observação.

CRÍTICAS E SUGESTÕES

[email protected] e [email protected]