11/08/20 - 07:56:26

Secretaria de Estado da Saúde inspeciona e orienta retorno de atividades na construção civil

Centro de Referência em Saúde do Trabalhador da SES realiza auditorias técnicas para avaliação das condições de retorno e continuação das atividades no setor da construção civil durante a pandemia

O Centro de Referência em Saúde do Trabalhador da Secretaria de Estado da Saúde (Cerest/ SES) está realizando auditorias técnicas para avaliação das condições de retorno e continuação das atividades no setor da construção civil nesse momento de pandemia. O objetivo das visitas é avaliar para garantir a continuação segura das atividades nos canteiros de obras, bem como o de cooperar com as empresas durante o processo de retorno às atividades no estado.

De acordo com o técnico de Segurança do Trabalho do Cerest, Fernando Ferreira, na última quinta-feira (06), a equipe visitou um canteiro de obras no bairro Inácio Barbosa, em Aracaju “Após a visitação foi elaborado um relatório com informação sobre a aptidão ou inaptidão da empresa responsável, caso a empresa não esteja apta no momento auxiliaremos com as alterações e implantações de medidas que possam adequá-la”, destacou.

O técnico de Segurança do Trabalho do Cerest explica que após o procedimento de inspeção (Vistoria Documental e visual) ser realizado, a empresa tem acesso a um relatório detalhado sobre mudanças necessárias e, logo depois, a equipe do Cerest retorna para avaliar se foi introduzida as solicitações, caso seja encontrada alguma não-conformidade.

“Até próxima quinta-feira (13), entregaremos o resultado dessa última visita. Estamos adotando orientações, medidas e procedimentos previstos na Legislação em vigor, conforme algumas especificações constantes no Decreto nº 40.615 e demais especificações no protocolo sanitário do setor da construção civil, a fim de que possamos podar os medos e dúvidas dos trabalhadores e avaliar se a empresa oferece as condições impostas para o retorno, almejando minimizar ou neutralizar o impacto ofertados durante o período de pandemia causada pelo SARS-CoV-2”, disse Fernando.

Fonte e foto assessoria