14/08/20 - 00:15:34

Política não se faz com o fígado

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

Políticos estão conversando a valer. Não apenas sobre a sucessão municipal deste ano, mas já sobre as eleições de 2022, ainda sem muita profundidade. Dois deputados e dois vereadores, de partidos diferentes, almoçaram ontem no escritório de um advogado que atua na área. Nada de processos – ainda… – mas sobre o presente e o futuro político de Sergipe. Os cinco resolveram usar o serviço delivery de um restaurante e foram até às 17 horas fazendo projeções.

Sobre 2022 concordaram que o conselheiro Ulices Andrade tentará o Governo do Estado. Admitiram que Ulices conversa muito e é mestre na articulação política, conseguindo acomodar demais pretendentes do provável grupo que integrará. Mas, um dos deputados levantou a lebre: tem um outro nome, que ainda não pôs a cabeça de fora e nem fez insinuações, que pretende disputar a sucessão de Belivaldo Chagas, com chances de sucesso. O provável pretendente ficou no anonimato e os demais não conseguiram identificar quem poderia ser.

Sobre as eleições municipais trataram de fatos que aconteceram no momento e se fixaram na composição do PSB com o Cidadania, em que o ex-deputado federal Valadares Filho forma chapa com a pré-candidata a prefeita de Aracaju, Daniella Garcia, sendo ele o vice. Apenas o advogado ficou em silêncio, mas os vereadores e deputados acharam que “o prefeito Edvaldo Nogueira saiu fortalecido”, tanto porque duas lideranças que disputavam se tornaram em uma e em razão do ex-deputado e da delegada terem perfis políticos diferentes.

Um deles chegou a analisar que o ex-deputado federal Valadares Filho (PSB), que era forte candidato à Prefeitura, com um passado de disputas em que não fez feio, “caiu em desespero por não ter conseguido fechar um bloco que o apoiasse”. Admitiu que Valadares “deveria ter montado uma estrutura política, elegendo prefeitos em cidades do interior, para tentar retornar à Câmara, com chances reais de eleger-se. Mas preferiu dar o abraço dos afogados”. Os outros sorriram e o advogado disse apenas isso: “se perder será o fim do mundo”.

Um outro parlamentar disse que se Valadares continuasse “mais dois anos sem mandato poderia ser complicado para o seu grupo mais próximo. Elegendo-se vice, terá um novo gabinete e força para conceder alguns empregos a aliados que sempre dependeram e dependem dele”. Lembrou que, em caso de Fábio Henrique (PDT) eleger-se prefeito de Nossa Senhora do Socorro, o vereador Elber Batalha assume a Câmara Federal e, como deputado, será o líder do PSB em Sergipe.

Nessa conversa, em tom de amenidade, mas com seriedade, também entrou a pré-candidatura a prefeito de Marcio Macedo pelo partido dos trabalhadores. Unanimidade de pensamento: “será um desastre, e vai perder para o prefeito Edvaldo Nogueira e para a delegada Danielle Garcia”. Acham que o PT confia que a vinda de Lula a Sergipe vai salvar a chapa petista: “Lula não tem mais força política para salvar ninguém, porque a direita cresceu, tornou-se ideológica e tem como alvo exatamente o ex-presidente”, disse um deles.

Ao encerrarem a conversa, por volta das 17 horas, já com uma cervejinha rolando, um ilustre deputado da grande Aracaju disse baixinho como se pedisse silêncio: “cá pra nós, isso tudo tem uma pitada de sal e excesso de pimenta, para adubar a birra que a vice-governadora Eliane Aquino (PT) tem de Edvaldo Nogueira. Já foi provado que política não se faz com o fígado”.

Extra: Emília a prefeita?

Um novo bloco em formação com partidos que têm vários pré-candidatos a prefeito de Aracaju e todos abrem para que a vereadora Emília Correa (Patriotas) dispute à Prefeitura.

*** As legendas são: DEM, Patriotas, Podemos, PTB, PSL e Republicanos. O vice sairá de uma pesquisa entre os que abriram mão em favor de Emília.

Morte de um irmão

A vereadora Emília Correa foi surpreendida, ontem, em sessão online, por um telefonema que lhe comunicou a morte de seu irmão no Rio de Janeiro.

*** A Câmara decretou luto por três dias e ela iria viajar para acompanhar o sepultamento.

*** Em razão disso, o Patriotas só vai falar com ela na próxima semana, para saber se ela topa disputar a Prefeitura. O bloco está torcendo por isso.

Exagerar na dose

O governador Belivaldo Chagas (PSD) determina abertura dos shoppings, mas espera que tanto a população quanto os lojistas tenham consciência que ainda não se chegou ao fim da pandemia.

*** Um dos integrantes do comitê de retomada admite que até setembro sejam reduzidos os riscos, mas aconselha a ninguém “exagerar na dose”.

Aulas só em outubro

Sobre a reabertura das aulas ainda não há conversas. O governador Belivaldo Chagas diz que o Estado só vai analisar essa questão a partir de setembro.

*** Depois de estudos do comitê científico é que se darão os primeiros passos para ir flexibilizando aos poucos a abertura de escolas e faculdades.

Bares e restaurantes

Em outros Estados a abertura de bares e restaurantes provocou problemas graves. Em Sergipe esses dois setores abrem quarta-feira, mas o alerta é que ninguém “vá com muita sede ao chopp”.

*** As aglomerações continuam sendo observadas e quem não cumprir os protocolos para abertura terá que fechar o estabelecimento.

Sergipe é que mais testa

Sergipe é o Estado que mais testa para o Covid-19 por RT-PCR no País, levando em consideração o percentual populacional.

*** Havia muitas críticas, inclusive de setores da área médica, quanto ao descaso sobre isso, agora é bem avaliado por setores da saúde para todos os Estados.

Intrigas politiqueiras

Pré-candidato a prefeito de Aracaju, o deputado Rodrigo Valadares (PTB) diz que no ano passado, “durante o ápice das ameaças de morte que sofreu, a delegada Katarina Feitosa, bem como o secretário João Eloy, nos deram todo o apoio e atenção”.

*** Katarina é uma profissional dedicada e vem sendo injustamente atacada por intrigas politiqueiras.

Edvaldo e contatos

O prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) vai iniciar contatos políticos na próxima semana com aliados e partidos que podem compor a aliança.

*** Vai conversar principalmente com algumas legendas que ainda estão esperando o primeiro contato para confirmar apoio.

*** Fará isso sem que atrapalhe o trabalho que realiza na administração municipal, principalmente na preservação das pessoas em relação à pandemia.

José Franco aguarda

O ex-prefeito de Socorro, José Franco (DEM), mantém sua pré-candidatura a prefeito, mas está vendo primeiro as condições da pandemia:

*** – Primeiro a vida e só depois a política, disse.

*** Em caso de mais à frente optar por não disputar a Prefeitura, pode apoiar o “menos vaidoso e o mais simples”.

Danielle e Alessandro

Um deputado estadual simpático à candidatura de Danielle Garcia (Cidadania) disse ontem que o senador Alessandro Vieira “vai ficar caladinho durante o pleito”.

*** Para o parlamentar, quem vai dar “as cartas nessa eleição será a Danielle”.

*** Acha que “Alessandro pensa que já ganhou” e contou que esteve com um pessoal forte na quarta-feira e ouviu que “Alessandro tomou uma bronca e Danielle teria mandado ele se calar. Ela pensa diferente dele”.

Clima é positivo

Dentro do bloco que dá apoio a Danielle Garcia para prefeita e Valadares Filho para vice, fala-se que o clima é muito positivo e com boa estrutura para a pré-campanha.

*** A informação é que há reuniões diárias e que o senador Alessandro Vieira tem participação ativa na organização do programa de Governo, na formação da aliança e nos contatos com aliados.

Sobre Valadares Filho

Quanto ao ex-deputado federal Valadares Filho (PSB), pré-candidato a vice-prefeito, fala-se que ele está muito satisfeito com o dia a dia da pré-campanha.

*** Valadares tem participado de todos os encontros e pessoalmente trabalha para atrair novos partidos e ampliar a composição.

Rodrigo e Jony

O deputado Rodrigo Valadares (PTB) e o ex-deputado Jony Marcos (Republicanos) tiveram uma conversa rápida em Brasília, que ainda está evoluindo.

*** Segundo Rodrigo, as “nacionais” dos dois partidos autorizaram a composição e “iremos continuar o diálogo ainda nesse final de semana”.

*** – Nossa intenção é a formação de um bloco de direita sólido em Sergipe, disse Rodrigo.

Tudo na fase inicial

Segundo ainda o deputado Rodrigo Valadares há conversa também com o Patriotas e o DEM, assim como o PMN: “ainda tudo numa fase muito inicial”.

*** Disse que ainda não começaram a falar em majoritário, “primeiro estamos afinando os ponteiros das composições”.

*** Segundo Rodrigo, todos se colocam à disposição para ser candidato a prefeito e também apoiar. “A única que não conversamos foi com Emília Correa”.

Samuel escolhe

O deputado Capitão Samuel (PSC) demonstra que apoia Jair Bolsonaro, mas como ele não vai entrar em campanha, pretende escolher alguém independente dele para apoiar a prefeito de Aracaju.

*** Candidato a deputado federal em 2022, Samuel vai acelerar o seu trabalho a partir de janeiro. Vai trocar de partido e vem sendo paquerado pelo PP, PSD, PSL e PTB.

Sob nova direção

O publicitário Irineu (Lineu) Fontes é o novo diretor do Departamento de Comunicação da Assembleia Legislativa. Substitui a Marcos Aurélio que se desligou para disputar vaga na Câmara Municipal de Aracaju pelo MDB.

*** Lineu já foi secretário da Cultura e é ligado às artes de um modo em geral. Além disso, é compositor e tem vários trabalhos na área cultural de Sergipe.

Uma boa conversa

Muita confusão – Mudanças podem provocar confusão e rachas em composições que estão sendo montadas para disputar a Prefeitura de Aracaju.

Início de conversa – A partir de agora, com o início de queda da pandemia, as conversas políticas vão se iniciar para valer.

Com as máscaras – Se não houver consciência da própria população seria difícil controlar a pandemia a ponto que ela desapareça. É bom continuar usando máscaras.

Fica difícil – Uma observação: ninguém vai sentar em um barzinho para tomar cerveja e comer um churrasquinho sem tirar as máscaras.

Índice baixo – Sergipe está em 11º colocado no índice de isolamento social: está com 37,58% de pessoas que permanecem em casa.

Cláudio Dantas – Ex-dono de loja de chocolates de Flávio Bolsonaro aponta venda irregular e diz ter sido ameaçado por sócio.

Demissão prevista – Juíza que citou raça em sentença pode ser demitida e processada. Condenação tende a ser anulada.

Mudança de agenda – Depois de demissões na área econômica e uma reunião convocada às pressas pelo presidente Jair Bolsonaro, a agenda de Paulo Guedes parece ter mudado