15/08/20 - 09:48:15

Sergipe perde:   17 mil empresas  fecharão as portas até dezembro

Serão aproximadamente 43 mil desempregados

“Cerca de 17 mil empresas em Sergipe fecharão as portas até dezembro deste ano, com, aproximadamente, 43 mil desempregados”. A previsão foi revelada pelo empresário Victor Rollemberg, presidente do LIDE Sergipe, entidade empresarial existente no Brasil e no exterior, e responsável por 22% do PIB (Produto Interno Bruto) sergipano.

Ainda na avaliação do empresário, durante Live com Marcos Aurélio na noite dessa quinta-feira, 13/08, com a crise da pandemia pela Covid-19, muitas empresas em Sergipe vão desaparecer; outras crescerão ainda mais pela inovação e tantas outras conseguirão sobreviver.

Desafio

“A pandemia veio para valorizar o capital humano e as relações humanas. O contato físico continuará sendo imprescindível, porém para sobreviver a essa crise, o diferencial será o relacionamento humano”, acredita Victor Rollemberg.

Ainda na conversa, ao vivo, entre o comunicólogo e pré-candidato a vereador (PDT) por Aracaju, Marcos Aurélio e o presidente do LIDE Sergipe e diretor do G8, Victor destaca que os anos de 2021 e 2022 serão anos difíceis. Para se ter uma ideia, pontua ele, a previsão de queda do PIB este ano de 2020 para o Brasil é de 5%. Victor garante que SE também apresentará números negativos.

Retomada

“A situação é muito grave para a vida empresarial e econômica em Sergipe. Nesta sexta-feira, 14, temos a reabertura dos shoppings centers de Aracaju e de todo o Estado. E o cenário que vamos encontrar é de grande parte dos estabelecimentos fechados; falidos. Esta crise é mais grave que a crise dos anos 80, da dívida externa brasileira (quando o Brasil cresceu 1% ao ano, em média). De 2011 a 2020, essa média de crescimento foi de 0,3%. Um atraso econômico, tendo em vista que a renda per capta vai cair 20 pontos percentuais”, informa o empresário Victor Rollemberg.

Questionado por Marcos se há um diálogo permanente entre as administrações públicas de Sergipe (Governo e Prefeituras), especialmente neste momento de crise pela pandemia do coronavírus, Victor salienta que o Governo de Sergipe tem deixado esse canal aberto.

“Também observo que, em algumas reuniões com o comitê de economia, ao me encontrar com o presidente da Assembleia Legislativa, Luciano Bispo, ele tem sido muito sensível ao setor, principalmente em Itabaiana”, revela Rollemberg.

Grupo LIDE Sergipe

O Grupo empresarial foi fundado em São Paulo, pelo atual governador, João Dória. Em março de 2019, em Sergipe. No Brasil, são 17 unidades; 4 no Nordeste e 9 internacionais.

O LIDE Sergipe é uma entidade multissetorial. Para integrar o LIDE, a empresa deve ter faturamento de R$25 milhões ao ano, além de boa reputação.

São 30 filiados no Estado, com faturamento de R$7,5 bilhões.

Construção do #projetoAracaju

Na construção do #projetoAracaju, Marcos Aurélio tem buscado discutir temas relevantes, de grande importância para o desenvolvimento humano, transformação e evolução.

Umas das propostas do #projetoAracaju são os três pilares do desenvolvimento humano para as escolas da rede municipal de educação (Inteligência Emocional, Empreendedorismo e Educação Financeira).

Na live, durante a conversa com Marcos, Victor parabenizou a iniciativa de construção do #projetoAracaju, que possibilitará a transformação na educação, com destaque para o social e humano, de milhares de crianças e adolescentes que estão nas escolas públicas. “São iniciativas como essas que o Senhor está construindo que permitem a retomada do fôlego da economia no nosso Estado”, diz Rollemberg.

Marcos Aurélio também conversou com o empresário sobre a linha de crédito, que está dentro do #projetoAracaju, que varia entre R$ 2 mil a R$ 5 mil para que os aracajuanos possam investir, após uma capacitação da Prefeitura, e com o aval da mesma, junto a uma instituição bancária (que pode ser o Banese por sua destacada função social), em seu negócio próprio, o que vai permitir sua retomada econômica.

“Cada mãe ou pai que tiver acesso a esses recursos, será capaz de gerar sua própria renda para sustentar suas famílias e, com isso fazer circular mais dinheiro que, seguramente, também chegará às médias e grandes empresas de Sergipe”, destacou Marcos.

A Live durou cerca de 40 minutos e aconteceu no IG do Marcos às 19h desta quinta, dia 13.

Se você não conseguiu acompanhar ao vivo, assista ao vídeo completo no perfil do Instagram: @marcosaurelio.se

Aline Bittencourt

Ascom/Marcos Aurélio