16/08/20 - 07:52:42

CÁSSIO MURILO ASSUME A PRESIDÊNCIA DO DIRETÓRIO MUNICIPAL DO PT EM ARACAJU

Novo presidente acredita na união e fortalecimento de ideias coletivas como principais estratégias do partido nas eleições deste ano

O Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) empossou, neste sábado, 15, ao professor Cássio Murilo como novo presidente da sigla em Aracaju. A mudança se deu pelo licenciamento do, até então presidente, Jefferson Lima, que se lançou pré-candidato a vereador.

Com uma trajetória de vida dedicada à militância e defesa das causas sociais, Cássio deu seus primeiros passos na política ainda quando era estudante da Universidade Federal de Sergipe (UFS). Sendo um dos fundadores do Núcleo de Estudantes Petistas da UFS e membro ativo do Movimento Estudantil. Sempre alinhando sua caminhada às questões ligadas ao partido e as políticas públicas voltadas ao debate, inclusão e participação popular.

Além disso, ele também atuou como delegado de Desenvolvimento Agrário, do extinto Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), na gestão da presidenta Dilma Rousseff, sendo responsável pela organização das políticas públicas do ministério.

Cássio Murilo ainda foi secretário de Formação Política e secretário de Finanças e Planejamento do Executiva Estadual do PT. Essa é a primeira vez que assume a presidência do Partido dos Trabalhadores, na capital. Função que, segundo ele, é recebida com muita responsabilidade.

“Jefferson Lima fez um excelente trabalho de articulação, sobretudo fazendo a defesa do partido no debate público. Então, temos algumas missões fundamentais, em um tempo de pensamentos tão conservadores. Vivemos um tempo de recrudescimento desse campo conservador, com os direitos sociais e políticas públicas desmontadas, em que o PT segue executando sua tarefa central: cuidar das pessoas. E cuidar das pessoas, para nós, é fazer a defesa de tudo aquilo que o Partido fez no Brasil, com Lula e Dilma, e no estado e município, com Marcelo Déda. Tínhamos políticas públicas que também foram desmontadas no município de Aracaju. Então, temos essa missão, junto a Márcio Macêdo, de enfrentamento entre dois polos: aqueles que defendem o legado e o outro que têm ligação com o bolsonarismo”, afirma.

Para ele, um dos pontos que mais marcam essa nova fase é a unidade entre os atores envolvidos. “A unidade política do PT, neste momento, tem sido fundamental. Essa unidade se dá pelas lideranças do partido, como o senador Rogério Carvalho, a vice-governadora, Eliane Aquino, o deputado federal João Daniel, o deputado estadual, Iran Barbosa, a ex-deputada, professora Ana Lúcia, e a presidente da Fundação de Cultura e Arte Aperipê de Sergipe (Funcap), Conceição Vieira. Além de todos os companheiros e companheiras da Articulação de Esquerda e que tem sido fundamentais para todos nós”, revela.

“E isso tudo, para nós, simboliza que a pré-candidatura de Márcio Macêdo tem sido propositiva, que inclui as pessoas. Precisamos ter políticas públicas que incluam o povo pobre no orçamento, que empodera as demandas populares, então temos, sim, uma pré-candidatura de posição. Em que nós temos um legado, e o defendemos, pois o centro dele é cuidar das pessoas. Garantindo os direitos de inclusão e renda de todas elas. Vindo, dessa forma, fortalecer a luta social”, acrescenta.

Para Márcio Macêdo, a posse de Cássio Murilo traz um novo e importante momento ao partido. Em que trabalhos eficazes darão continuidade e outros ainda mais fortes e inclusivos serão executados. “Cássio Murilo é meu companheiro, contemporâneo de geração, irmão de sonhos e de luta. Sua gestão, com certeza, será de suma importância para uma nova condução do partido rumo à vitória nas eleições para a prefeitura de Aracaju”, declara.

O líder do PT no Senado, Rogério Carvalho, também ressaltou a força estratégica e determinação do novo presidente em toda a sua trajetória. “Cássio é uma pessoa de grandes qualificações e bastante preparado – por todo o conhecimento político-intelectual que tem – para atuar com competência na condução do PT de Aracaju. Não importa o desafio, e sim a vontade de vencer. E isso, Cássio tem de sobra!”, garantiu.

Da assessoria