17/08/20 - 10:34:32

Paciente supera a Covid-19 e conta como a fé e a esperança foram aliadas na luta

“É difícil, mas se tiver perseverança isso vai passar”

Assim como a maioria dos casos dos acometidos pela Covid-19, o novo Coronavírus, o paciente Antônio Rodrigues da Silva Neto, 52 anos, não imaginava que da noite para o dia sua vida se transformaria completamente. Os sintomas começaram suportáveis, até o momento em que ele precisou de ajuda médica e foi internado no hospital do Hapvida, onde esteve inconsciente e entubado, lutando pela vida.

Uma jornada difícil, que os profissionais de saúde tem dedicado todos os esforços na busca da recuperação dos pacientes, com o senhor Antônio Rodrigues não foi diferente, ele recorda como o processo foi longo de recuperação.

“Como eu fui um dos primeiros casos, foi muito difícil né, depois de 16 dias internados ainda passei 4 dias na UTI, eu estava inconsciente, aí depois eu passei 25 dias internado na enfermaria então não foi fácil, é uma doença muito difícil.”, lembra Antônio.

Toda essa experiência mudou completamente a vida de Antônio Rodrigues, que ressalta a importância de se valorizar as pequenas coisas da vida.

“Você começa a dar valor as pequenas coisas da vida, como tomar um banho sozinho, escovar os dentes sozinho, ir ao banheiro sozinho, né verdade? Você valoriza as pessoas que ficaram do seu lado, os amigos que ligaram e a sua família. Muda muita coisa, você pensa na vida e em aproveitar cada dia, de segunda à segunda. Eu não penso daqui há 5 anos, eu penso no hoje porque a vida é curta, quando você passa por isso, consegue ver a importância de se aproveitar, da mesma forma que eu estou aqui hoje eu poderia ter morrido.”, reflete Antônio.

Antônio ainda alerta para a importância de todos levarem a sério os cuidados necessários para evitar a contaminação “tem muita gente brincando com essa doença, mesmo matando tanta gente”, destaca.

Para as famílias que vivenciam hoje o medo e a angústia com parentes que se encontram internados, acometidos pela doença, Antônio afirma como a fé e a esperança foram aliadas na superação do problema.

“Eu diria para ter muita fé em Deus, muita fé nos médicos que foram ótimos para mim, toda a equipe que me atendeu foi maravilhosa. Essa doença não é fácil, é difícil, mas se tiver perseverança você pode passar por isso, muita fé, muita fé em Deus, que nesse problema só podemos nos apegar a ele.”, aconselha.

Fonte e foto assessoria