19/08/20 - 05:58:50

BOLSONARO VEIO INAUGURAR OBRA PLANEJADA E INICIADA PELO PT, DIZ JOÃO DANIEL

A agenda da vinda do presidente Jair Bolsonaro a Sergipe, na segunda-feira, dia 17, foi criticada pelo deputado federal João Daniel (PT/SE), diante da falta de participação dele atração do grupo responsável pela Usina Termelétrica Porto de Sergipe I ao estado, para sua instalação no município de Barra dos Coqueiros. Na sua avaliação, foi uma vinda desnecessária, quando também oficializou a entrega da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados (Fafen) à iniciativa privada.

As tratativas para a instalação da usina termelétrica foram iniciadas ainda durante o governo Marcelo Déda, em 2013, que já vislumbrava a importância da produção do gás para a economia sergipana e, então, determinou a criação de uma área no governo para fomentar a atração de projetos de energia.  “Ele apenas inaugurou obra planejada e iniciada no governo do Partido dos Trabalhadores. O governo Bolsonaro não entregou nada do seu governo e apenas oficializou a passagem da Fafen para a iniciativa privada”, frisou o parlamentar.

Para ele, todos os ruralistas de Sergipe que comemoraram a vinda do presidente para a solenidade de assinatura de transferência da para o grupo privado que a arrendou a Fafen deveriam estar lutando em defesa da soberania nacional. “Estão entregando uma empresa, com equipamentos modernos, com grande produção de fertilizantes para a produção agropecuária, para servir aos interesses privados”, destacou João Daniel.

O deputado lamentou ainda a fala do ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, sobre criar um ambiente para iniciativa privada que o governo quer criar, pois até agora o governo Bolsonaro não mostrou nenhum ambiente para isso. “Quem criou ambiente para todos que queriam investir nesse país foi o ex-presidente Lula, a ex-presidenta Dilma Rousseff e os governos do PT, que garantiam respeito às instituições, respeito à democracia e garantiam que os investidores investissem num país que tinha prosperidade econômica social”, afirmou João Daniel, ressaltando que pela primeira vez viu um presidente da República vir a Sergipe para não lançar nada de novo, nenhuma obra.

Por Edjane Oliveira