19/08/20 - 15:36:05

Prorrogadas as inscrições para professores da Rede Estadual concorrerem a bolsas da Capes

Inscrições para as vagas de supervisor e preceptor do Pibid e Residência Pedagógica vão até o 21 de agosto

Os professores da Rede Estadual que desejam concorrer a bolsas da Capes para supervisor e preceptor do Pibid e Residência Pedagógica têm, agora, mais um tempo para se inscrever. A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Núcleo de Integração entre a UFS e a Educação Básica (Niueb), informa que a Universidade Federal de Sergipe publicou retificações nos editais, prorrogando as inscrições para até a próxima sexta-feira, 21 de agosto.

O resultado final dos nomes dos inscritos sairá no dia 28 de agosto, via e-mail de inscrição, e as entrevistas acontecerão no período de 31 de agosto a 8 de setembro. A divulgação do resultado final será a partir do dia 15 de setembro, no site www.prograd.ufs.br, e pelo e-mail de inscrição. Os editais e as retificações podem ser conferidos por meio deste link.

Os supervisores do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (Pibid) e os preceptores do Programa de Residência Pedagógica (PRP) são docentes da educação básica da rede pública de ensino que, selecionados por edital, terão direito a uma bolsa da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) no valor de R$ 765,00 durante 18 meses e serão responsáveis por planejar, acompanhar e supervisionar as atividades dos estudantes.

Cabe aos supervisores e preceptores elaborar, desenvolver e acompanhar, em parceria com as redes e com o coordenador de área, as atividades dos alunos; controlar a frequência dos estudantes, repassando essas informações ao coordenador de área; participar de seminários de formação de professores da Educação Básica promovidos pela instituição de ensino superior; informar à comunidade escolar sobre as atividades do projeto; compartilhar com a direção da escola e seus pares as boas práticas do programa; enviar ao coordenador de área quaisquer relatórios e documentos de acompanhamento das atividades dos alunos sob sua supervisão, sempre que solicitado; e participar das atividades de acompanhamento e avaliação definidas pela Capes e pela instituição de ensino superior.

Para o coordenador do Niueb, professor Paulo Rêgo, “participar desses programas é uma oportunidade ímpar para os professores da rede, no sentido de ampliarem os conhecimentos acerca do processo ensino-aprendizagem nessa interação com alunos e professores da UFS. Trata-se de uma formação continuada com foco em projetos educacionais, na qual todos os atores saem ganhando, principalmente os alunos da rede pública; afinal, todos os esforços no âmbito dos programas têm como finalidade a melhoria da qualidade do ensino”.

Pibid e Residência Pedagógica

O Pibid é uma ação da Política Nacional de Formação de Professores do Ministério da Educação (MEC) que visa a proporcionar aos alunos na primeira metade do curso de licenciatura uma aproximação prática com o cotidiano das escolas públicas de educação básica e com o contexto em que elas estão inseridas.

O Programa de Residência Pedagógica é uma das ações que integram a Política Nacional de Formação de Professores e tem por objetivo induzir o aperfeiçoamento da formação prática nos cursos de licenciatura, promovendo uma imersão planejada e sistemática do aluno de licenciatura em ambiente da escola de educação básica, a partir da segunda metade de seu curso.

Essa imersão deve contemplar, entre outras atividades, a vivência e experimentação de situações concretas do cotidiano escolar e da sala de aula, regência de sala de aula e intervenção pedagógica, acompanhadas por um professor da escola com experiência na área de ensino do licenciando e orientada por um docente da sua instituição formadora.

Fonte e foto Seduc