24/08/20 - 16:17:04

Poços comunitários levam água a 300 famílias no município de São Domingos

Abastecimento de comunidades rurais tem sido viabilizada por parcerias entre a Cohidro e prefeituras municipais

Cerca de 300 famílias do município de São Domingos estão sendo beneficiadas com a perfuração de poços para o fornecimento de água via rede de distribuição residencial, realizada a partir de um investimento conjunto do Governo do Estado e da Prefeitura local. A Companhia de Desenvolvimento de Recursos Hídricos e Irrigação de Sergipe (Cohidro), vinculada à Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri), disponibiliza as máquinas perfuratrizes, compressores de bombeamento e pessoal especializado, enquanto a prefeitura entra com materiais, logística e equipamentos para a perfuração e a instalação do sistema de abastecimento na sede municipal e nos povoados Mulungu e Saco. Só na fase de perfuração, completação e bombeamento do poço; Estado e município aportaram o montante aproximado de R$ 56,1 mil.

O poço perfurado junto à Clínica de Saúde da Família Governador Marcelo Déda Chagas tem 61m de profundidade, conta com uma vazão de 3.300 l/h e seu sistema de distribuição já está instalado, fornecendo água às casas dos moradores. Ediana Santana revela que tinha dificuldade de receber água pela rede já existente em sua rua. “Desde que o poço foi inaugurado, a água chega regularmente, sobe e tem água nas torneiras normais, não precisamos mais da bomba. A água do poço é doce, serve para o consumo, para beber, para banho, para tudo! Atende às necessidades da casa e da minha família”. Opinião compartilhada por José Osvaldo. Ele afirma que a água está muito boa e que a utiliza para tudo. “Moro sozinho e antes precisava cavar um buraco no chão para ter acesso à água, que só vinha de vez em quando. Hoje é diferente, graças a Deus. Essa água é maravilhosa”.

Diretor de Infraestrutura Hídrica e Mecanização Agrícola da Cohidro, Carlos Alberto explica que a empresa concluiu as obras firmadas em acordo com a prefeitura. “Nos povoados Mulungu [84m de profundidade e 2.731 l/h de vazão] e Saco [80m de profundidade e 4.168 l/h de vazão], a Cohidro executou tanto perfuração quanto o bombeamento, deixando a benfeitoria apta à implantação de sistema para a distribuição da água até os moradores, etapa que será concluída pela Prefeitura Municipal”, destaca. José Caetano da Cruz é morador do povoado Saco desde que nasceu, há 83 anos. Agricultor, vive no povoado com esposa, cultivando mandioca. Para ele, ter o poço mais próximo da sua casa evita a dependência de poços particulares para ter água. “Esse poço é para a vida toda, para o nosso município. Vai ter água na casa, que dá para usar em tudo”, contou, satisfeito.

De acordo com Paulo Sobral, diretor-presidente da Cohidro, os termos de cooperação têm sido a saída encontrada para suprir as demandas do interior. “Entramos com nossa expertise, que inclui o trabalho dos geólogos que fazem a locação do poço, dos sondadores especializados na perfuração e no bombeamento; além de nosso maquinário de perfuração, o mais completo dentre os órgãos públicos em Sergipe. Contamos com a colaboração das prefeituras na divisão dos pesados custos operacionais. Parceria que tem dado certo, como ocorre em São Cristóvão, Itabaianinha e São Domingos, resultando em oferta de água para quem está fora do alcance das grandes adutoras de distribuição”, concluiu.

Fonte e foto ascom Cohidro