27/08/20 - 07:44:17

CONSELHO ESTADUAL DE SAÚDE DISCUTE RETOMADA DE CIRURGIAS ELETIVAS EM SE

O Conselho Estadual de Saúde de Sergipe (CES/SE) realizou na tarde da última terça-feira, 25, a 239ª Reunião Ordinária por via online e transmitida ao vivo pela rede social Facebook. Esta foi a primeira reunião com a nova presidente Sheyla Andrea dos Santos e os principais temas discutidos foram a apreciação e aprovação do Relatório Anual de Gestão (RAG) 2018 e a retomada das cirurgias eletivas pela Secretaria de Estado da Saúde (SES) após o auge da pandemia da Covid-19.

Houve os informes dos conselheiros e da secretária executiva do CES/SE, Cristiane Prado Menezes. O secretário da Mesa Diretora do CES/SE, Carlos Alberto de Oliveira, leu o parecer favorável à aprovação do RAG 2018 feito pela Comissão de Fundos, Financiamento e de Estabelecimentos de Saúde (Cofin). Todos os conselheiros votaram a favor da aprovação do RAG 2018. A assessora técnica da SES, Áurea Torres, falou sobre a previsão da retomada das cirurgias eletivas a partir da segunda semana de setembro, mas ainda será discutida em uma reunião do Colegiado Interfederativo Estadual (CIE) na próxima sexta-feira, 28, como otimizar a fila dessas cirurgias em parceria com os municípios.

“Esta é mais uma reunião que visa o fortalecimento do controle social. O Conselho Estadual de Saúde é um colegiado deliberativo e de fiscalização. Aqui é um colegiado de construção pois é formado por todos os segmentos que formam o Sistema Único de Saúde (SUS): Usuário, Trabalhador e Gestor/Prestador de Serviços. Então sugiro o encaminhamento de inclusão da Cofin na construção do planejamento da retomada da fila de espera das cirurgias eletivas”, explicou a presidente do CES/SE, Sheyla Andrea. Os demais conselheiros apoiaram este encaminhamento para depois a gestão da SES apresentar o planejamento da retomada das cirurgias eletivas para o Pleno do CES/SE.

Alinhamento

Para o conselheiro do Segmento Usuário do SUS, José da Cruz, as reuniões ordinárias são sempre de suma importância e os assuntos em pauta foram bem colocados. “Como conselheiro percebo que o controle social deve ser visto de uma forma mais ampla pelos órgãos competentes, em especial, pela gestão. Nós queremos que, cada vez mais, haja um entendimento maior e que a sociedade sergipana seja mais contemplada com uma saúde igualitária para todos. A gestão não pode deliberar algo de forma impositiva, deve haver sempre o diálogo e compreensão de ambas as partes para que todos sejam beneficiados. Nesta reunião, a meu ver, houve um avanço na negociação e que seja feita uma nova reunião para chegar a um alinhamento em benefício da sociedade, pois todos queremos o melhor para o estado de Sergipe. Foi uma reunião muito proveitosa e estamos prontos para servir de coração”, frisou.

Por Gleydiomar Góis