29/08/20 - 08:45:49

Novo aparelho de radioterapia chega no Hospital de Cirurgia em Aracaju

Previsão é de que o acelerador entre em funcionamento no primeiro trimestre de 2021

Na noite desta sexta-feira, 28, o Hospital de Cirurgia recebeu o novo acelerador linear (radioterapia) – equipamento crucial para a realização do tratamento oncológico –, fruto do plano de reestruturação que vem sendo feito na instituição hospitalar, pactuado na Intervenção Judicial.

“Quando assumi como interventora judicial, em novembro de 2018, coloquei como prioridade disponibilizar o melhor tratamento aos pacientes oncológicos. Para isso, busquei retornar o processo de negociação do acelerador junto com a fabricante Elekta, e com o Ministério da Saúde e os órgãos de controle para cuidar dos prazos de efetivação do convênio federal para aquisição do aparelho. Empenhei minha palavra nesse processo. E, por isso, hoje para mim é um dia de felicidade, que só será completa quando reinaugurarmos o serviço de radioterapia”, destaca a interventora judicial do Hospital de Cirurgia, a enfermeira Márcia Guimarães.

Desde o início da Intervenção Judicial, o Serviço de Oncologia do Cirurgia vem passando por uma série de avanços, como a ampliação das equipes multiprofissionais, retorno da quimioterapia, aumento das cirurgias oncológicas – diminuindo o tempo de espera –, e, agora, avançando ainda mais com a chegada do novo aparelho para a radioterapia.

AQUISIÇÃO

O novo acelerador linear do Cirurgia – que custou R$ 2.820.791,27 -, é fruto de convênio federal, via Ministério da Saúde, onde consta também a aquisição de aparelhos de tomografia e ressonância magnética. Iniciado em 2013, o processo de compra do acelerador foi paralisado em 2017, sendo retomado somente com o início da Intervenção. “Ao assumirmos a gestão, nos deparamos com o pagamento em aberto. Contudo, após um trabalho árduo, sempre sob supervisão do Ministério da Saúde, do Ministério Público Federal e do Ministério Público de Sergipe, conseguimos finalizar o pagamento, efetivando a compra”, reforça a interventora judicial.

Márcia Guimarães ressalta ainda que o Cirurgia, mesmo não realizando hoje radioterapia, devido à desativação do antigo acelerador linear, buscou contribuir com a diminuição do tempo de espera do tratamento dos pacientes oncológicos do Sistema Único de Saúde (SUS). “Graças à parceria com o Governo do Estado, através da Secretaria da Saúde e do Huse (Hospital de Urgência de Sergipe), colaboramos com os tratamentos realizados no terceiro turno da oncologia do Huse, com a disponibilização da nossa equipe de profissionais”, afirma.

INAUGURAÇÃO

A previsão é de que o novo acelerador do Cirurgia entre em funcionamento no primeiro trimestre de 2021. “Estamos, neste momento, na fase de finalização do prédio da Oncologia, que comportará o acelerador. É neste espaço que atenderemos os nossos pacientes com câncer, com toda a infraestrutura necessária e, assim, fazendo aquilo que é a nossa missão: cuidar das pessoas”, finaliza a interventora judicial.

Fonte e foto assessoria