01/09/20 - 10:58:34

Márcio Macedo apresenta, em entrevista, planos de desenvolvimento para Aracaju

Petista falou sobre a zona de expansão, educação, transporte, alimentação escolar, infraestrutura e pandemia da Covid-19

Em entrevista à Rádio Jubileu FM 105.9, o pré-candidato a prefeitura de Aracaju pelo Partido dos Trabalhadores, Márcio Macêdo, falou sobre suas propostas para o município e a sua visão sobre as ações de enfrentamento à pandemia da covid-19 e a outras problemáticas sociais existentes na capital.

“A minha missão é resgatar a confiança do povo. É cuidar das pessoas, conversando e dialogando com todos, com as categorias”, afirma Márcio, que também demonstrou preocupação com a população referente a passagem de ônibus e alimentação escolar. “Estamos conversando e analisando toda a questão das passagens para trabalhadores e estudantes, além de nos preocupar com a merenda distribuída nas escolas, pois, muitas vezes, são entregues por semanas a mesma alimentação. Alguns alunos mais carentes, têm no lanche escolar a sua única refeição do dia e ela não pode ser apenas broa ou biscoito com goiabada”, enfatiza.

Sobre a zona de expansão, o petista não deixa dúvidas de que tem um olhar sensível para essa importante parte da cidade e que, por isso, tem grandes planos, caso eleito. “É uma área que precisa de investimento e humanização. A população precisa ser assistida pelo seu prefeito e há bastante potencial turístico na localidade que precisa ser trabalhado”, assegura.

Questionado sobre a pandemia e a abertura do comércio, Márcio foi categórico. “Eu sou favorável ao que a ciência indica. Se está na hora de abrir, que seja com responsabilidade, seguindo todos os protocolos necessários. Porque existe a preocupação de uma recaída. É uma doença traiçoeira, perigosa. Me entristece muito ver os números de vidas perdidas. É uma situação lamentável”, comenta.

“A covid mata sem dó nem piedade. Então tem que se levar em consideração a capacidade hospitalar instalada, se, por acaso, houver uma nova onda de infecções”, acrescenta.

Ainda durante entrevista, Márcio lembrou tópicos que tem discutido com a população em suas visitas a locais afetados pela falta de infraestrutura, segurança e demais problemas. “Está na hora de criarmos praças esponjas, que absorvam as águas da chuva e também está na hora de fazer a licitação do transporte coletivo e do lixo. A juventude de Aracaju quer sair da cidade, porque faltam empregos, porque faltam oportunidades de empreendedorismo. Há vários mecanismos para oferecer um futuro para os jovens. Nessa pandemia, os mais pobres que são prejudicados porque não tem condições de ter aula online”, afirma, relembrando sofrimento dos alunos mais carentes da rede pública no acesso aos conteúdos letivos durante isolamento social.

Fonte e foto assessoria