03/09/20 - 05:24:42

CORREIOS DESCONTA SALÁRIO DO TRABALHADOR, MAS GREVE SEGUE COM ATO EM LAGARTO

Parte do salário dos trabalhadores dos Correios, em greve nacional, foi indevidamente cortado pelo governo Bolsonaro. De acordo com o dirigente do SINTECT/SE e secretário da CUT, Jean Marcel, a Federação de Trabalhadores dos Correios já entrou com ação para que o governo devolva o dinheiro dos trabalhadores e a luta continua com protesto nesta quinta-feira (3/9), no município sergipano de Lagarto.

Já são 16 dias de greve nacional dos trabalhadores dos Correios em defesa do Plano de Saúde e contra a perda de direitos. Na última terça-feira (1/9), o TST publicou uma liminar afirmando que a empresa dos Correios não pode descontar o salário dos trabalhadores, assim como 70% do serviço dos Correios precisa ser mantido até o fim do dissídio.

De acordo com Jean Marcel, esta perversidade do Governo Bolsonaro para intimidar e tentar enfraquecer a greve já era esperada. “O efeito foi o contrário, os trabalhadores dos Correios ficaram ainda mais revoltados. De forma injustificada a empresa fez o desconto do salário e tem agido de forma truculenta para acabar com 70 cláusuras do Acordo Coletivo que representam direitos dos trabalhadores”, criticou.

Jean Marcel explicou que a intransigência do governo em massacrar os trabalhadores é o que tem gerado enorme prejuízo à empresa dos Correios. “Fica claro que o objetivo é privatizar os Correios. Estamos falando de uma empresa lucrativa que aumentou os rendimentos na pandemia. Qual o sentido de cortar direitos dos trabalhadores? Só não é para fazer economia. E o prejuízo que a greve gera para a empresa? Será que eles não pensam nisso?São muitas medidas para nos pressionar, mas os trabalhadores estão conscientes, unidos e o movimento segue forte até a vitória”.

Outra demonstração dos efeitos da greve, segundo o dirigente sindical, foi a circular lançada na segunda-feira orientando os atendentes que não aderiram a Greve a fecharem a agência e irem para a distribuição. “Esse é o momento que aqueles que ainda não foram tocados pela necessidade dessa luta se juntar nessa Batalha”, acrescentou Jean Marcel.

A greve dos Correios em Sergipe também vem conquistando o apoio de militantes dos partidos políticos de esquerda. O deputado federal João Daniel (PT) fez um pronunciamento favorável e várias lideranças têm demonstrado apoio nas redes sociais.

Por Iracema Corso

Foto assessoria