04/09/20 - 14:21:48

Educação divulga programação completa da Semana de Mobilização Social

Atividades acontecerão no período de 14 a 19 de setembro e envolverão webinários, lançamento do projeto “Paulo Freire, Vive!”, de revista, de exposição, concurso literário; atividades artísticas virtuais e discursões sobre a vida e obra do Patrono da Educação

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Gabinete do Secretário, realizará pelo segundo ano consecutivo, a Semana Estadual de Mobilização Social pela Educação, conhecida como “Semana Paulo Freire”. As atividades que envolvem webnários, bate-papo online, lançamento de projetos, estudos guiados ocorrerão no período de 14 a 19 de semtembro e envolverão os departamentos pedagógicos da Seduc, diretorias regionais e unidades escolares. A semana foi instituída pela Lei 7.708/2013 e os encontros serão transmitidos pelo canal do YouTube Educação Sergipe, além de material disponibilizado no Portal Estude em Casa.

No dia 14 de setembro, às 8h, o Departamento de Educação coordenará o lançamento do projeto “Paulo Freire, Vive! “, no Portal Estude em Casa, contendo livros, filmes, áudios, documentários e outros materiais sobre a vida e obra de Paulo Freire. A programação do dia prossegue das 10h às 12h, com a palestra de abertura com o secretário de estado da Educação, do Esporte e da Cultura, Josué Modesto e com a convidade Nilma Lino Gomes, professora da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), mediada por Mário Resende, coordenador da Assessoria Técnica do Gabinete. O tema da primeira palestra será “Paulo Freire: educação e indignação”. A programação do dia encerrará com a live Boas Práticas na Rede com a participação da DRE 04 – Diretora Luiza Omena e escolas convidadas.

No dia 15, às 8h, no Portal Estude em Casa será postado no projeto “Paulo Freire, VIVE!” vídeos e podcasts produzidos pelos estudantes, professores e demais educadores de Sergipe. Das 10h às 12h, será a vez das professoras Inez Helena Muniz Garcia (Universidade Federal Fluminense) e Eliane Aparecida Bacocina (Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de São Paulo, Campus Salto), as quais falarão sobre o tema “Pensamento e ação de Paulo Freire como alfabetizador”. Esse encontro será mediado pela professora Luana Boamorte, vice-presidente do Conselho Estadual de Educação. Às 15h, haverá um ato no jardim do Departamento de Educação DED-SEDUC, intitulado “A Sombra da Mangueira”, com declamações das Obras de Paulo Freire. Nesse mesmo dia, das 16h às 17h, haverá a palestra a ser ministrada pelas professoras Solange Assumpção (Universidade Federal da Integração Latino-Americana) e Mônica Lopes Folena de Araújo (Universidade Federal Rural de Pernambuco), sobre o tema “Alfabetização de pessoas jovens, adultas e idosas: o olhar de Paulo Freire”. Essa palestra será mediada por Jonas Matos Neto, coordenador do Fórum Estadual de Educação.

No dia 16 de setembro, às 8h, haverá o lançamento da parceria com a Árvore de Livros, disponibilizando 30 mil títulos para professores e estudantes das 3ª séries do Ensino Médio e etapas finais da Educação de Jovens e Adultos Ensino Médio e Educação Profissional, disponível no Portal Estude em Casa. Das 16h às 17h, o encontro terá como tema “Educação e relações humanas: uma abordagem a partir de Paulo Freire”, palestra ministrada pelo professor Arthur Meucci (Universidade Federal de Viçosa) e mediada por Sidiney Menezes, coordenador da Editora Seduc. Ao final do dia, às 17h, ocorrerá o lançamento da Formação em Projeto de Vida, realizada em parceria com o Sebrae, para professores e coordenadores das escolas da Rede Estadual.

No dia 17 o projeto “Paulo Freire, Vive!” receberá mais vídeos e podcasts. A última palestra será realizada no dia 17, das 16h às 17h, com as professoras Ivanilde Apoluceno de Oliveira (Universidade do Estado do Pará) e Marília Gabriela de Menezes (Universidade Federal de Pernambuco), cujo tema a ser abordado será “Pensamento e ação de Paulo Freire no Brasil e no mundo”. O encontro terá como mediadora Sayonara Rodrigues, secretária executiva do Fórum Estadual de Educação. Às 17 inicia acolhimento musical com Val Santos, cantora e Licenciada em Arte e Educação, conto ” O Menino que Lia o Mundo”, com a professora Miriam Pereira de Jesus, Pedagoga e Educadora Popular Vinculada ao Mov. Sem Terra e palestra com a prof. Alizete dos Santos, do Colégio Estadual Milton Dortas.

No dia 18, mais uma vez o projeto “Paulo Freire, Vive!” socializará vídeos e podcasts produzidos pelos estudantes, professores e demais educadores de Sergipe. Às 17h, será lançado o Caderno de Concepções Filosóficas e Pedagógicas do Programa Estadual de Correção de Fluxo Escolar “Sergipe na Idade Certa – PROSIC”.

No dia 19, data em que o educador Paulo Freire, patrono da Educação brasileira, nasceu, o secretário de estado da Educação, do esporte e da Cultura, Josué Modesto, participará de um encontro com todos os secretários de estado da Educação do Nordeste para lembrar e debater o patrono e professor Paulo Freire.

“Entre os dias 14 e 19 de setembro, a Assessoria Técnica do Gabinete convidou especialistas de universidades públicas e privadas de Sergipe e de outros estados do Brasil para contribuírem em um intenso diálogo sobre a obra de Paulo Freire e a realidade da nossa educação, por meio de webinários”, explicou Jonas Matos Neto, coordenador do Fórum Estadual de Educação e um dos organizadores do evento.

II Concurso Literário, revista Espie! e exposição

A Seduc, por meio do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), também promoverá ações durante a Semana Paulo Freire. Uma delas será o lançamento do II Concurso Literário da Rede PúblicaEstadual deEducação de Sergipe,visando a identificar, valorizar e dar visibilidade à produção literária dos estudantes matriculados na rede pública estadual de ensino. O tema desta segunda edição será “Bicentenário de Sergipe”.

A diretora do Dase, Eliane Passos, destaca a importância desse concurso. “O objetivo é promover a reflexão, no âmbito das escolas, sobre o fortalecimento da nossa identidade, bem como celebrar tão importante marco na história de Sergipe, que são os duzentos anos de sua Independência”, disse.

Poderão se inscrever no Concurso Literário os estudantes do Ensino Médio e do Programa Pré-Universitário. As inscrições acontecerão de 14 de setembro a 30 de novembro de 2020 e serão realizadas, exclusivamente, em Formulário Eletrônico que será disponibilizado no Portal da Seduc (https://www.seduc.se.gov.br).

Outras duas ações do Dase acontecerão também durante a Semana Paulo Freire. Uma delas será o lançamento da Revista Espie!, uma publicação virtual bimestral do Serviço de Apoio ao Desenvolvimento Estudantil (Seades / Dase) projetada para publicizar as práticas de professores que trabalham com criatividade. Esse número terá como tema “Educar em tempos de pandemia” e trará relatos de experiências de professoras e professores das diferentes regiões de Sergipe, que contam como adaptaram suas atividades e desenvolveram projetos neste período.

O Dase também realizará a Exposição AVIE! (Artes Visuais na Escola). O projeto tem como objetivo expor em galerias artísticas renomadas a produção em Artes Visuais dos alunos da Rede Pública Estadual de Educação de Sergipe. Nessa versão digital, os trabalhos selecionados serão expostos em uma galeria virtual, e o tema será o Bicentenário de Emancipação Política de Sergipe.

Sugestões e dicas para as unidades escolares

De acordo com Ana Lúcia Lima, diretora do Departamento de Educação e organizadora do projeto “Paulo Freire, Vive!”, o pensamento de Paulo Freire é indissociável do principal objeto de sua preocupação em vida: a educação. “Essa será uma semana diferenciada, pois, iremos usar nossos espaços virtuais para declarar o quanto “Paulo Freire, Vive!” em nós educadores, abrindo janelas para que nossos estudantes possam (re)conhecer o Educador que sempre se viu como mediador do conhecimento e focou seu trabalho em entender a realidade social do estudante para fazê-lo sonhar”, afirma.

O Departamento de Educação sugere que as unidades escolares promovam atividades não presenciais, a exemplo de discussão/reflexão com os professores nas reuniões sobre uma temática da literatura Freireana; elaboração de cartazes virtuais, com pensamentos de Paulo Freire; leitura de fragmentos de textos com os estudantes nos momentos de Acolhimento das AENP; exibição de vídeos sobre a Pedagogia da Autonomia durante as AENP; confecção de Mapa Mental Virtual, partindo de uma imagem de Paulo Freire; abordagem da temática nas reuniões virtuais de pais e mestres; etudo guiado com as Equipes das Escolas (na Regional) sobre o livro “Pedagogia da Autonomia”.

Ascom Seduc