09/09/20 - 00:01:00

Aracaju dará lulista e bolsonaristas na final?

Diógenes Brayner[email protected]

Quando o nome do publicitário Lúcio Flávio (Avante) surgiu, primeiramente para tentar vaga na Câmara Municipal e alguns dias após anunciando pré-candidatura a prefeito de Aracaju, com o aval da ministra Damares Alves, se teve a visão de um cidadão que estava “sonhando alto” demais para a realidade política que expunha. Um bem ilustrado desconhecido e sem histórico de disputa por mandatos de qualquer porte, sua pretensão não foi levada a sério e nem considerada provável.

Pessoalmente tive um debate com um amigo que sugeriu: “anote, o segundo turno das eleições municipais de Aracaju será entre o candidato bolsonarista Lúcio Flávio e o lulista Márcio Macedo (PT).” Alguns dias depois, chega à informação que esse cenário final do pleito vinha sendo anunciado pelo próprio Lúcio, em reuniões que mantinha com aliados alucinados pela causa bolsonarista. Considerei que os radicais têm esse tipo de alucinação quando entram em qualquer embate, porque não conseguem enxergar o inverso do que lhe pôs em transe.

Ontem, entretanto, pirei de vez. Conversando com um moderado integrante do PT, fui jogado à loucura quando ele me disse: “todos vão se surpreender, porque as eleições de novembro serão bem disputadas no segundo turno pelo candidato de Bolsonaro, Lúcio Flávio, e pelo nome que tem apoio do ex-presidente Lula da Silva, ex-deputado Márcio Macedo”. Tentei polemizar, mas fui vencido pela falta de espaço para argumentar. Pior: “essa certeza inunda o diretório municipal do PT”, disse-me sem gaguejar e totalmente certo de que não haveria outro cenário.

Deixou claro que em todo o Brasil seria assim, porque o bolsonarismo e o lulismo estão nas entranhas dos que formam a direita radical e a esquerda de um fanatismo inocente. Apenas isso demonstra que não há normalidade no pensamento político de uma gente que se moldou a estereótipos que se imaginam orientadores das massas, seja para que lado for. Pode-se pensar até que o lulismo e bolsonarismo convivem em confronto, sem imaginar que “existe vida ao seu redor”.

O PT é um partido que sempre se saiu eleitoralmente compensado em Aracaju, quando exibia outro estilo e pregava a esperança. Perdeu-se na condução do País, quando esteve à sua frente, e precisa se reorganizar, admitir erros e tentar reconquistar a confiança de um povo que perdeu a esperança. Há necessidade de um líder que tenha suporte para promover as mudanças sociais, perdidas com a implantação oficial da compra de votos.

Nesse momento há um fanatismo pelo que diz, faz e prega o bolsonarismo, que cativou a elite, apaixonou a classe média e está se preparando para chegar aos mais necessitados através da “preguiça financiada”. O Brasil se mantém sem perspectiva de crescimento, com uma economia travada e em retrocesso que amedronta aos mais conscientes da necessidade de um projeto avançado, austero, sério e honesto, tendo à frente uma liderança forte e confiável, que reponha o País na rota do desenvolvimento.

Enquanto lulistas a bolsonaristas estiverem na linha de frente, em confronto ideológico, o Brasil recua, alimenta o conservadorismo e vai se diluindo, definhando, até ficar entre as republiquetas de bananas. Disso tudo o pior é considerar que as grandes disputas municipais, estaduais e nacionais serão sempre um confronto dos que abraçam ideias de bolsonaristas e pregam que o País foi além com o lulismo. Estamos todos à beira do fim…

Apoio a Edvaldo

Reunido ontem em Aracaju, o Republicanos decidiu fazer sua convenção quinta-feira e anunciar oficialmente apoio à reeleição do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT).

*** A reunião teve a presença de todos os candidatos a vereador e a decisão de apoiar Edvaldo foi unânime.

PDT quer o mandato

O PDT, através do Diretório Municipal de Aracaju entra hoje, na Justiça Eleitoral, com pedido de suspensão da posse do sargento Vieira (Cidadania), para ocupar a vaga deixada pelo vereador Jason Neto (PDT).

*** Segundo o presidente do diretório, Evando Galdino, o sargento Vieira disputou a Câmara Municipal pelo PDT em 2016 e ficou com a primeira suplência, mas em janeiro deste ano ele deixou o partido e filiou-se ao Cidadania.

*** Galdino lembra que o mandato é do partido…

O novo na política

O senador Eduardo Amorim (PSDB) desfez o discurso da existência de uma nova política em Sergipe, lembrando que ele próprio defende um novo formato para a administração.

*** Com isso, o grupo que apoia Danielle Garcia (Cidadania) e se intitulava “o novo” na política, praticamente já não utiliza esse mote para fazer a diferença dos demais, inclusive daqueles que hoje estão ao seu lado.

Pesquisa não divulgada

Seria divulgada ontem, em Estância, o resultado de uma pesquisa majoritária, mas o prefeito Gilson Andrade, candidato à reeleição, pediu a assessores que não divulgassem.

*** A pesquisa teria sido feita pelo Instituto França e não houve informação sobre as razões da sua não divulgação;

Ivan, candidato ou não? 

O ex-deputado Ivan Leite (PSDB) realiza a convenção do seu partido e do Republicanos para sexta-feira (11). Pode ou não ser candidato a prefeito de Estância.

*** Segundo Ivan, alguns amigos pedem para que ele se candidate e tenha como vice a atual vice-prefeita Adriana Leite (Republicanos), sua mulher.

*** Mas há uma outra possibilidade: o PSDB não apresentar candidato majoritário e apoiar outro nome.

Milton busca Ivan

Em live, ontem, em Estância, o prefeito Gilson Andrade (PSD) respondeu à pergunta de uma internauta, sobre “o possível rompimento com o ex-prefeito Ivan Leite (PSDB)”.

*** Gilson disse que está “sim buscando um caminho para o diálogo e o entendimento com o ex-prefeito”.

Sobre mudanças

Ontem, em conversas sobre a chapa do PT, uma fonte vinculada ao processo sucessório informou que corriam informações de que a vice-governadora Eliane Aquino (PT) deveria substituir a Márcio Macedo.

*** Com poucas palavras, Eliane Aquino desfez o boato absurdo: “não temos conversado sobre este assunto. O candidato do PT é Márcio Macedo”.

Henri vai ceder

Setores do PT admitiram que Henri Clay (Rede) mandou um recado ao partido, quando fala que ser o vice ou o prefeito não é importante no projeto amplo de esquerda.

*** As conversas entre PT e Rede continuam ainda sem definição e há quem admita que Henri vá terminar cedendo.

*** Os cálculos são de que a Rede não tem estrutura para eleger um prefeito em Aracaju.

Não tem saída

A convenção do PT em Aracaju será na quarta-feira (16) e até o momento não se tem o nome para vice, mesmo em chapa puro sangue.

*** Apesar das conversas, há dúvida quanto a Henri Clay aceitar a vice, mas tudo leva a crer que não existe outra saída para a Rede.

Bolsonaro fora

Rodrigo Valadares (PTB), pré-candidato a prefeito de Aracaju, esteve com o presidente nacional do seu partido, Roberto Jefferson, e conversou sobre as eleições municipais.

*** Jefferson disse-lhe que o presidente Bolsonaro reafirmou que não vai se envolver no primeiro turno das eleições municipais e nem permitir que seus ministros o façam.

Rodrigo e o vice

A convenção dos partidos ligados a Rodrigo Valadares – PTB e PSL – será na segunda-feira (14) e tem três nomes das duas legendas para ser vice: um militar, uma missionária e um líder de movimento de direita.

*** Ele está aguardando a decisão de dois partidos para fazer composição: PMN e Patriotas.

Bolsonaristas divididos

Percebe-se que há uma grande divisão na direita mais radical que apoia o presidente Jair Bolsonaro em Sergipe. Esse mal estar dos bolsonaristas favorece os centros esquerda e direita.

*** Os que se imaginam líderes bolsonaristas simplesmente se odeiam e não há como chegarem a uma composição.

*** O grupo Brasil 200, por exemplo, está muito dividido em relação ao lançamento da candidatura de Lúcio Flávio.

De mal com Danielle

Os bolsonaristas reclamam de Danielle Garcia, candidata a prefeita pelo Cidadania. Dizem que ela quer o voto deles em Aracaju e pediu para o senador Alessandro Vieira ficar em Brasília para não atrapalhá-la.

*** – Ela acha que isso não vai pegar e os bolsonaristas dizem que Danielle não contará com nenhum voto do pessoal que apoia o presidente e votou em Alessandro para o Senado em 2018.

Alessandro desmente

A princípio o senador Alessandro Vieira riu dessa ‘estória’, até porque estava em Aracaju ontem. Havia chegado de Estância, onde passou o final de semana com a família.

*** O senador disse que participou das convenções virtuais do partido, como já estava programado.

Mariano a prefeito

O vereador Weldo Mariano (PT) será o candidato do partido a prefeito de Canindé do São Francisco, tendo como vice o também vereador Pank, do Solidariedade.

*** Em pesquisas internas realizadas no município, a dedução do grupo é que servem bem à disputa de Mariano.

Deu grande confusão

Em Canindé o PT estava fechando chapa com o PSB. Seria Weldo Mariano a prefeito e Dr. Marinho para vice.

*** Alegando número de uma pesquisa realizada, o PT fechou com o vereador Pank, do Solidariedade, para ser o vice.

*** Dr, Marinho (PSB) abriu a boca e disse que o PT não cumpriu o que fora acordado e se sentiu traído. Uma tremenda confusão.

Livre arbítrio

O neurocirurgião Rilton Moraes diz que quem acha que ainda precisa ficar isolado, pode continuar trancado em casa. Não há obrigação alguma para sair às ruas.

*** Mas não critique quem não concorda com o pânico.

*** – Viva o livre arbítrio!

Zé Franco esclarece

José Franco (DEM) diz que não retirou sua pré-candidatura a prefeito de Socorro e que não fechou qualquer composição com o Padre Inaldo, que tenta a reeleição.

*** Zé diz que é amigo de todos e não tem problema de conversar com nenhum deles em relação ao pleito deste ano.

*** Disse que fixou residência em Socorro há anos e sente que a população gosta dele e que a recíproca é verdadeira.

Sobre veterinários

O senador Rogério Carvalho (PT) é autor do projeto que determina que os abrigos de animais de estimação e os estabelecimentos que vendem animais tenham médico veterinário e sejam registrados no Conselho de Medicina Veterinária.

*** Somos favoráveis a todos os projetos em defesa do bem-estar dos nossos pets.

*** Rogério está na luta para a aprovação, no Congresso, do Projeto 1095/2019 para aumentar as penas cominadas ao crime de maus-tratos aos animais.

Uma boa conversa

Articulações políticas – O ex-governador Jackson Barreto (MDB) está circulando por cidades do interior e faz articulações políticas para montagens de chapas.

Marcos Cardoso – Sombra do comunismo é igual à assombração da mulher de branco: todo mundo sabe que não existe, mas serve para assombrar os bobos.

Glaice Queiroz – A melhor decisão foi não abrir bares e restaurantes nesse feriado porque, olha, eu que estou há seis meses em pisar o pé na praia, hoje estaria por lá.

Perdão de dívida – A deputado Jandira Feghali diz que votou a favor de perdão de dívida bilionária de igrejas por orientação do PCdoB.

Delata repasse – Ex-presidente da Fecomércio delata repasse a presidente da OAB por indicação de advogado de Lula.

O Antagonista – Trata-se da vacina comprada pelo governo brasileiro; testes foram suspensos devido a uma “reação adversa séria” em um participante no Reino Unido.

Blog do Noblat – O ex-ministro José Dirceu Oliveira, chefe da Casa Civil do governo Lula, foi operado, hoje, de um tumor nos rins.

Acha Maria – Posso estar enganada, mas acho que quando passar a pandemia, o mundo será exatamente igual ao que era antes.

Deu na Band – A primeira parcela extra do auxílio emergencial, agora de R$ 300 começará a ser paga a partir de 17 de setembro.