10/09/20 - 00:01:16

A campanha que virá violenta

Diógenes Brayner [email protected]

As eleições municipais estão se aproximando e já a partir do dia 17, com o fim das convenções que homologam nomes dos candidatos, se dá início à campanha eleitoral e se começa a saber quem realmente vai disputar as Câmaras Municipais e Prefeituras. Percebe-se que não haverá muito barulho nas ruas, em razão do momento que se aproxima do pós-pandemia. Entretanto, haja paciência para quem porta celular, porque os grupos e redes vão funcionar com mensagens que divulgam perfis que se revelam aptos a receber seus votos, mas geralmente são mentirosos.

Será uma loucura! É que a baixaria via internet supera até o que se deve assistir nos programas eleitorais das emissoras de rádio e televisão. São anônimos que vasculham a vida de qualquer dos candidatos, desde que recebam grana para isso. Não haverá sossego, porque nesses tempos em que a direita passou a se envolver com a política, radicalizar e se tornar ideológica, quem for contra a seus projetos será sacrificado pela milícia virtual. Os centros de direita e esquerda também vão fazer girar suas metralhadoras, num verdadeiro salve-se quem puder, apesar da Justiça Eleitoral prometer rigor para punir culpados.

Para quem não gosta desse movimento, que termina irritando e divertindo, o melhor mesmo a sair de todos os grupos e transformar o celular exclusivamente em telefone, assim mesmo com o risco de receber ligações indesejáveis. Haverá de tudo, desde o xingamento às ameaças, porque a violência passou a ser comum em defesa de projetos de uma direita ideológica, que quer impor um conservadorismo em tempos já não se aceitam mais.

Mas tem uma situação que vai começar a mostrar a cara das lideranças, de qualquer tendência, na imposição dos seus interesses. Será na disputa às Câmaras Municipais, dentro de um sistema próximo a clausula de barreira. Há denuncias de que muitas candidaturas a vereador estão sendo cortadas, por interesses internos de presidentes de partidos, quando sentem que os nomes ligados a eles estão sendo ameaçados por outros que conseguem preferência do eleitorado.

Também está havendo uma percepção de risco de alguns partidos, até tradicionais e de grande porte a nível nacional, de não elegerem um único representante em Aracaju, como é o caso do próprio MDB, que sequer montou chapa. Mas o PSDB e o PSB também estão com a possibilidade de perderem representação na Câmara Municipal da Capital, por falta de condição eleitoral. O PSB tem Elber Batalha que terá de lutar muito para manter sua vaga, mesmo levando em consideração que seu afastamento seria ruim para manter a qualidade no legislativo.

Para se avaliar, dos quatro ex-líderes da oposição na Câmara Municipal de Aracaju, apenas um tem condições de se reeleger: Lucas do Aribé, que trocou o PSB pelo Cidadania. Até mesmo a vereadora Emília Correa (Patriotas), um nome forte e até cotado para disputar a Prefeitura, não terá reeleição fácil. Assim, percebe-se a necessidade de manter a estrutura eleitoral, conquistar mais eleitores e esperar o resultado final. Anotem, ser vereador terá a mesma dificuldade de ser eleito prefeito.

Problemas com pesquisas

As pesquisas eleitorais no interior estão de vento em popa e as primeiras representações no Ministério Público Eleitoral começam a aparecer.

*** Em Socorro, a 34ª Zona Eleitoral suspendeu a publicação de uma pesquisa, assim como em Pedrinhas, a 4ª Zona Eleitoral.

Mesmos vícios

Em Simão Dias, a pesquisa registrada pelo ‘Exclusivo Instituto de Pesquisa e Ensino’  contratada pelo Partido Social Brasileiro (PSB), parece apresentar os mesmos vícios.

*** Pouco tempo para aplicação de uma amostragem significativa e o método de amostragem por “conveniência”, chamam a atenção.

Também em Lagarto

Tem um fato interessante, o pré-candidato a prefeito de Lagarto, Sérgio Reis (MDB), já havia denunciado o “Exclusivo Instituto de Pesquisa e Ensino”.

*** Aconteceu após verificação de que o endereço disponibilizado pela instituição, como Rua Virgulino S. da Silva, 277, em Salgado, não existia.

Fábio sobre o PSD

O deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) diz que seu partido “vem fortíssimo” para as eleições municipais.

*** Calcula que o PSD terá “próximo a 60 candidatos majoritários, entre prefeitos e vices, e mais de mil candidatos a vereador em todo o Estado”.

Vai discutir sobre gestão

Fábio Mitidieri considera a delegada Katarina Feitoza (PSD) um nome respeitado na sociedade pelo seu trabalho, mas acrescenta: “não queremos e nem iremos discutir assuntos que não sejam gestão”.

*** E continua: “afinal, Aracaju irá eleger um prefeito que tenha capacidade de administrar nossa cidade, num momento crítico da economia. E Katarina pode contribuir nesse debate com sua experiência em segurança pública.”

*** E conclui: “além disso, por ser mulher, tem um jeito diferente de ver as coisas e tornará a chapa mais equilibrada”.

Sobre segundo turno

Fábio Mitidieri diz ainda que “quanto a um eventual segundo turno, não sei se haverá. Mas se houver, tenho certeza que Edvaldo estará nele e preparado para discutir idéias com quem seja nosso adversário”.

*** – É como eu digo, Edvaldo é o melhor prefeito dos últimos 30 anos em nossa capital, exaltou.

Decisão do PT

Pré-candidato a prefeito pelo PT, Márcio Macedo explicou ontem que seu partido tomou a decisão de ter candidato próprio nas eleições de 2020.

*** – Depois de quase 20 anos, está na hora de uma nova candidatura. Está na hora de Aracaju voltar a ter um projeto popular de verdade, disse.

Digitais petistas

Márcio publicou a informação no twitter, mas foi contestado por um seu ex-aliado que pediu off: “o PT teve Marcelo Déda prefeito de Aracaju com Edvaldo Nogueira, à época PCdoB, como vice”.

*** – Ainda por indicação do PT, Edvaldo foi eleito prefeito por mais duas vezes, dentro de um chamado projeto popular, lembrou.

*** – Márcio certamente esqueceu que ele próprio apoiou Edvaldo e só agora acha que ele não serve ao PT. Todos os mandatos têm as digitais petistas, concluiu.

Alessandro e o lava-jato

O senador Alessandro Vieira (Cidadania) disse ontem que a “Lavajato, operação que os poderosos deste país tentam matar a todo custo, arrancou a máscara da face oculta do esquema de corrupção que parasita o Brasil.”

*** Segundo Alessandro, a infiltração criminosa no Judiciário através de bancas de advocacia de filhos e aderentes de ministros e desembargadores.

Projeto das rachadinhas

O senador Rogério Carvalho (PT) disse ontem que a reforma administrativa de Bolsonaro faz a máquina pública voltar aos tempos anteriores dos concursos, onde o político indicava seus apadrinhados quando chegasse ao poder.

*** E pediu: “Diga não ao projeto das rachadinhas”!

Sobre lava jato

Para o senador Rogério Carvalho, líder do PT no Senado, “já passou da hora de termos a Lava Jato da Lava Jato”.

*** Admite que o Brasil não suporte mais a imoralidade, seja na política ou no meio judicial. “Dallagnol precisa pagar pelos seus crimes”!

Desmonte da Petrobrás

Rogério Carvalho denuncia que o presidente Bolsonaro desestrutura milhares de famílias brasileiras ao retirar delas os empregos com o desmonte da Petrobras na região norte e nordeste.

*** – Além disso, ao destruir esse patrimônio dos brasileiros, Governo destrói o passaporte para o desenvolvimento do país. É revoltante!

Fábio ganha adesões

O vereador Júnior Pazuá (PP), do partido do prefeito Padre Inaldo, anunciou adesão à pré-candidatura de Fábio Henrique à Prefeitura de Nossa Senhora do Socorro.

***Somam-se a Júnior algumas lideranças, como o pré-candidato a vereador Luiz Paulo do Pazuá e a ex-vereadora Edjane Farias.

Equívoco do Consenso

A Consensoweb divulgou ontem, no Twitter, que o pré-candidato a prefeito pela Rede, Henri Clay, teria dito, em entrevista na emissora Nova Brasil, que o “programa do seu partido é conquistar os aracajuano”.

*** E mais: Henri “comenta a possibilidade de compor a chapa de Edvaldo Nogueira”.

Desmente essa fala

Consultado, Henri Clay mostrou-se chateado com a divulgação, embora tenha confirmado que a entrevista ao radialista André Barros. Disse que em momento algum falou sobre Edvaldo Nogueira.

*** O radialista André Barros confirmou que Henri Clay realmente não tratou sobre composição com o atual prefeito.

Convenção dos Republicanos

Acontece hoje, a partir das 10 horas. O Republicanos realiza a sua convenção em que anuncia o apoio à reeleição de Edvaldo Nogueira (PDT) à Prefeitura de Aracaju.

*** Segundo o presidente regional dos Republicanos, Jony Marcos, será a primeira sigla a fazer a convenção, com uma chapa de 36 candidatos a vereador. Edvaldo vai participar no final do evento.

Apoio sem rejeição

A decisão de apoiar Edvaldo Nogueira foi tomada em reunião dos pré-candidatos a vereador pelo Republicanos, na terça-feira passada. Houve, inclusive, resistência de alguns pré-candidatos.

*** Aconteceu em razão da ideologia conservadora de alguns deles, mas a reunião terminou com aprovação de todos, através do apelo em nome da unidade do partido.

*** Inclusive, alguns pré-candidatos que jamais votaram em Edvaldo Nogueira a prefeito, assumiram o compromisso de votar nas próximas eleições.

Patriotas e Rodrigo

O pré-candidato a prefeito de Aracaju pelo PTB, deputado Rodrigo Valadares, deve ser o escolhido pelo Patriotas para uma composição.

*** Apesar do silêncio do partido, a adesão a Rodrigo vazou, mesmo que as conversas ainda existam.

*** Segundo informação de segmento do partido, “se acontecer o apoio a Rodrigo alguns pré-candidatos a vereador pode desistir”.

Questão Lúcio Flávio

O publicitário Lúcio Flávio (Avante) é, “desde sempre, pré-candidato a prefeito de Aracaju. Na convenção daremos a convicção que a imprensa precisa”.

*** Apesar de confirmação de Lúcio, ainda não foi definido. O Avante só lança sua pré-candidatura em caso de fechar composição com um outro partido e não há sinalização para isso.

Problema financeiro

A questão seria financeira: sem uma composição o Avante não teria condições de bancar uma candidatura majoritária. Prefere fazer a campanha dos que disputam vaga de vereador.

*** Caso isso não se defina apoio nos próximos dois dias, a pré-candidatura de Lúcio não será lançada.

Luciano aos 80

A coluna de hoje é dedicada ao empresário Luciano Barreto, da Construtora Celi, que faz 80 anos e mantém a mesma disposição com que iniciou um trabalho ousado, que também promoveu o desenvolvimento de Sergipe. Criativo e humano, Luciano Barreto faz um trabalho social no Estado, que dignifica sua história e projeta outras para o futuro.

*** Simples, amigo, solidário e sempre disposto a participar no que for necessário para o desenvolvimento social de Sergipe, Luciano da Celi é um empresário que representa, com humildade, a sua gente.

Uma boa conversa

Vídeo de Eymael – O presidente nacional da Democracia Cristã, José Maria Eymael, grava vídeo em apoio às candidaturas de Paulo Marcio e Simone Vieira a prefeito e vice de Aracaju.

Rogério Carvalho – Como os efeitos da pandemia, infelizmente, não terminam em dezembro, ajudamos a ampliar o prazo de aplicação de recursos de qualquer área, até o próximo ano.

Estão em silêncio – Os pré-candidatos a mandatos majoritários estão em silêncio, principalmente aqueles que preparam a convenção para homologação das candidaturas.

Jairo cresce – Em Nossa Senhora da Glória a candidatura de Jairo Santana à Prefeitura começa a crescer pelo trabalho que ele realiza.

Arroz e macarrão – Com aumento do arroz, os empresários da área de supermercados aconselham os consumidores a comprar macarrão.

Deu no Globo – O ministro da Fazenda, Paulo Guedes, diz que salário de R$ 39 mil no alto escalão do serviço público é muito baixo.

Terá renovação – A previsão de alguns vereadores é que a renovação será grande em razão do novo formato do direto no candidato.

Afonso Florence – Juiz da lava jato, retalia advogados e põe em risco as provas da inocência de Lula. É perseguição! É abuso de autoridade!

Orlando Guerreiro – O holocausto que está nas favelas, terras indígenas e quilombos está chegando à classe média.