15/09/20 - 16:03:55

Governo apoia desenvolvimento de tecnologia para fabricação de plástico biodegradável

Projeto “Produção Microbiológica de Plástico Biodegradável”, contemplado pelo Programa Centelha, tem como proposta reduzir a poluição no meio ambiente, por meio da utilização do PHB

O que passa pela sua mente quando o tema é sustentabilidade? Já imaginou ter objetos de plástico biodegradável? A tecnologia e a inovação tem trabalhado fortemente neste sentido, e em Sergipe o projeto “Produção Microbiológica de Plástico Biodegradável” pretende desenvolver um produto chamado Polihidroxibutirato (PHB), como forma de diminuir os impactos no meio ambiente. O projeto é mais um dos contemplados pelo Programa Centelha, iniciativa do Governo do Estado, por meio da Fundação de Apoio à Pesquisa e a Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec/SE).

Idealizado e coordenado pela pesquisadora Eduarda Bezerra Pereira, com auxílio de mais dois integrantes, o projeto surgiu do sonho de auxiliar na preservação do meio ambiente, a partir da produção de um plástico, o PHB, que é gerado por microrganismos, encontrados em vários substratos de carbono. Através da iniciação científica, Eduarda enxergou a possibilidade de solucionar a problemática com microorganismos e decidiu participar do programa apresentando uma proposta de projeto. “Após alguns meses de pesquisas e estudo sobre o assunto, tive conhecimento do Programa Centelha e vi uma oportunidade para pôr minhas ideias em prática”, explica a pesquisadora.

A intenção é vender a ideia tecnológica para grandes empresas que já produzem o PHB, porém com um custo-benefício melhor, visto que a produção, atualmente, é realizada por meio da cana-de-açúcar e do milho. Segundo a coordenadora, a equipe deve procurar empresas que utilizam plásticos em suas embalagens e desejam ser mais sustentáveis para adquirirem a nova proposta. “Estamos felizes de estar desenvolvendo esse projeto em parceria com o Programa Centelha, pois nossa ideia tem o intuito de colaborar para a educação ambiental, consumo consciente e auxiliar na economia de Sergipe, além de incentivar direta ou indiretamente pesquisas científicas, dando visibilidade para cientistas e pessoas que tentam, de alguma forma, trazer benefício para a humanidade”, pontua.

Aplicabilidade

A coordenadora do projeto frisa que a proposta traz muitos benefícios, entre eles a biodegradabilidade em poucos dias, assim, as empresas terão maior economia, pois o PHB é de baixo custo e ainda é um resíduo que não agride o meio ambiente, contribuindo para a sustentabilidade do planeta.

“O plástico produzido a partir do PHB se transforma em produtos que se assemelham aos que são fabricados em plásticos de origem petroquímica, podendo ser utilizado para realização de vários produtos, entre eles, embalagens de comida, de produtos estéticos e outros materiais. Também servem para confecção de fibras, redes de pesca e utensílios descartáveis, como copos, pratos, sacolas, entre outros”, completa.

Sobre o Centelha

O Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores (Centelha/SE), foi lançado em junho de 2019 com o objetivo de promover o desenvolvimento tecnológico como base para modernização do estado. Ele visa estimular a criação de startups, a partir da geração de novas ideias, disseminando a cultura do empreendedorismo inovador em Sergipe. O investimento total é de R$ 1,2 milhão, sendo R$ 900 mil provindos da Finep, e R$ 300 mil de contrapartida estadual. Ao todo foram aprovadas 23 ideias e cada uma recebe até R$ 53 mil para a execução do projeto.