18/09/20 - 06:18:26

Setor de transporte coletivo promove 130 profissionais mesmo na pandemia

Setransp enfatiza que não está acontecendo demissão, mas sim qualificação para motoristas, agente comercial e outras áreas

Durante a pandemia da Covid-19, postos de trabalhos ficaram vagos, porém no setor de transporte coletivo público em Aracaju e na região metropolitana, ao contrário de demissão, promoção e qualificação foram as vias utilizadas pelas empresas prestadoras do serviço. De acordo com o Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju (Setransp), não há encaminhamentos a respeito da extinção da função de cobrador no transporte coletivo da capital, muito pelo contrário. Contra o que tem acontecido nas demais regiões brasileiras, com a redução de postos de trabalho no transporte, as empresas de ônibus têm empenhado esforços buscando alternativas para evitar ao máximo demissões e investido na capacitação de seus funcionários para a profissão de motorista, despachantes e agentes comerciais – com a venda da recarga do cartão eletrônico.

Entre os meses de julho e agosto deste ano, foram promovidas 68 pessoas para a função de motorista e mais 62 para agente comercial. Ou seja, 130 pessoas receberam qualificação mesmo durante a pandemia. A iniciativa tem agradado muito aos colaboradores e seus familiares. As empresas do transporte público coletivo visando contribuir com o combate à pandemia da Covid-19, estão incentivando a redução do uso de dinheiro no ônibus, por ser grande ponto de contaminação já que passa de mão em mão. De acordo com infectologistas, o Coronavírus permanece no dinheiro de três a cinco dias.

SATISFAÇÃO COM A NOVA FUNÇÃO

Na prática, os agentes comerciais são os operadores que trabalham diretamente com o público facilitando o acesso à bilhetagem eletrônica. De acordo com José Marcelo Rezende, agente comercial da Viação Progresso, essa nova função tem feito muita diferença em sua vida. “Eu fico satisfeito, porque estou ensinando as pessoas sobre o uso do cartão para passagem e como o dinheiro tem sido prejudicial nesse momento. As pessoas estão aderindo e entendendo o uso do cartão. Eu me sinto feliz por estar colaborando com a saúde das pessoas nesse momento”, conta ele.

A bilhetagem eletrônica tem gerado mais segurança e praticidade aos passageiros, além de ser forte aliada na prevenção contra assaltos, uma vez que a redução da circulação de dinheiro no ônibus desvia o foco dos meliantes. Atualmente, em Aracaju, 73% do número de passageiros utilizam a bilhetagem eletrônica. Com a atuação dos agentes comerciais das empresas de ônibus, o objetivo é que esse percentual chegue até o final do ano a 95%.

Para Carlos Ferreira, agente comercial da Viação Atalaia, trabalhar com bilhetagem eletrônica só trouxe benefícios, inclusive percebendo que as pessoas estão cada dia mais consciente sobre os cuidados para evitar a disseminação do vírus da Covid-19. “A função de agente é muito boa, porque estou sendo qualificado e só ganhei desde que comecei nessa nova oportunidade. Além disso, a gente conversa, orienta e explica sobre o uso do cartão e como é importante agora. O dinheiro é sujo e só ajuda na contaminação, ao contrário do cartão Mais Aracaju”, explica.

PONTOS DE VENDA

A bilhetagem eletrônica com o cartão Mais Aracaju atende passageiros comuns, trabalhadores e todas as gratuidades. Os agentes comerciais estão espalhados pelos bairros de Aracaju e nos Terminais de Integração, ampliando o acesso à recarga do cartão. Além disso, em muitos ônibus está disponível, em divulgação externa, o QRCode para que os usuários possam encontrar os agentes mais próximos de sua localidade.

Foto assessoria

Setransp – Sindicato das Empresas de Transporte de Passageiros de Aracaju