21/09/20 - 09:40:51

Capela: comunidade quilombola faz testes de Covid-19 e recebe alimentos

O pacote de ações consiste na testagem em busca do vírus Sars-CoV-2 em fase ativa ou através de anticorpos, aferição de pressão e glicemia e a distribuição de kits de alimentos

Para o sucesso de um trabalho, é necessário o conhecimento dos anseios do público para o qual se direcionam as ações. Por isso, quando políticas públicas são formuladas, é fundamental que os projetos estejam alinhados com o que a população precisa. Para uma escuta qualificada, levando em consideração as especificidades das populações quilombolas e para promover ações de saúde e segurança alimentar, aconteceu, no último sábado (19), no povoado Terra Dura e Coqueiral, no município de Capela, mais uma edição da “Força-tarefa Covid-19”, uma iniciativa da Universidade Federal de Sergipe (UFS) em parceria com o Governo de Sergipe, através das secretarias de Estado da Saúde (SES), da Inclusão e Assistência Social (Seias) e de parte do empresariado sergipano. O pacote de ações consiste na testagem em busca do vírus Sars-CoV-2 em fase ativa ou através de anticorpos, aferição de pressão e glicemia e a distribuição de kits de alimentos.

A vice-governadora Eliane Aquino acredita que a união de esforços de todos os entes, sejam públicos, privados ou da comunidade, fomentam uma sociedade melhor. “Nós viemos trazer diversos serviços para a população de Capela, mas nós não apenas entregamos, nós recebemos muito através da troca com a população. Ações como essa, que envolvem os executivos municipal e estadual, universidades, empresariado sergipano e a comunidade são uma prova de que a intersetorialidade alcança resultados muito bons, então o meu desejo é que cada vez mais a sociedade caminhe em união e com esse foco, porque todos saem ganhando. Como diz Leonardo Boff, ‘cada um interpreta a partir de onde os pés pisam’, então é necessário que estejamos em contato constante com as comunidades, para que elaboremos políticas públicas efetivas”, avaliou.

A equipe da Força-tarefa Covid-19, que tem como coordenador o professor Lysandro Borges, conta com a atuação de alunos dos últimos períodos do curso de Farmácia, que realizam os testes. Para Igor Leonardo Santos, aluno do nono período, a experiência com a população está sendo enriquecedora. “Nós trabalhamos aqui tanto no contato com o paciente quanto no manejo das técnicas que farão parte da nossa profissão no futuro, então é muito bom estar auxiliando nesse trabalho, porque temos a oportunidade de levar saúde a pessoas que não tem tanto acesso, o que tornam essas ações ainda mais importantes e especiais”, pontuou o estudante.

“É uma experiência ímpar! Primeiramente, por toda a cultura que as comunidades quilombolas carregam. A cada dia que finalizamos o trabalho voltamos para casa de uma forma diferente da que chegamos. Tenho certeza que essa é uma oportunidade única que estamos vivendo, porque se não fossem estes tempos tão delicados, muito provavelmente não conheceríamos esses lugares, essas pessoas e essas histórias”, ponderou Pâmela Chaves, aluna no sétimo período do curso de Farmácia da UFS.

Alimentação de qualidade

Durante a ação no município de Capela foram entregues 100 kits de alimentos. Cada kit conta com gêneros alimentícios como massa de milho, feijão, arroz, café, achocolatado, farinha, milho de pipoca, farinha láctea, e cereais infantis. As doações são repassadas à população por meio da campanha Solidarize-SE, organizada pela vice-governadoria, SEIAS e com o apoio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Sergipe (Codise). Até então, as empresas engajadas nas ações são: Fasouto, Grupo Maratá, Megga Atacadista e Nota 10, por meio do Sindicato dos Atacadistas de Sergipe (Sincadise).

A comunidade quilombola Terra Dura e Coqueiral é centenária e conta com mais de 800 habitantes. Para Patrícia  Freitas, presidente da associação quilombola, as ações realizadas no povoado demonstram uma preocupação da gestão estadual com os povos tradicionais. “Diante da situação que estamos vivendo, todos os esforços feitos para promover a saúde entre nos nossos cidadãos são extremamente bem-vindos, então eu só tenho a agradecer a todos os envolvidos neste trabalho”.Também estiveram presentes durante a Força-tarefa Covid-19 deste sábado a coordenadora da campanha Solidarize-SE, Rosane Cunha e a secretária municipal de Saúde, Larissa Mamlak.

Foto Danilo França