24/09/20 - 10:09:19

Novo edital da UFS oferece auxílio para compra de internet

Reitoria UFS em alta.jpgApós o lançamento de três editais que garantirão a 2.241 alunos com hipossuficiência financeira (cujas famílias têm renda per capita de até um salário mínimo e meio) o acompanhamento das aulas remotas do período letivo 2020.1, previsto para iniciar no dia 19 de outubro, a Universidade Federal de Sergipe lança novo edital destinado, também, para estudantes com insuficiência de recursos e que não têm acesso à internet, mas, desta vez, os beneficiários serão os que residem em locais onde não haja cobertura de operadora de telefonia celular com redes 3G ou 4G, para que possam contratar serviços de Internet banda larga fixa.

As inscrições para este edital, o 004/2020/PROEST/PROEX/PROGRAD/POSGRAP/CODAP/STI, vinculado ao “Plano de Ação Especial de Inclusão Digital” foram iniciadas nesta quarta-feira, 23 de setembro, e estarão abertas até às 23h59 do próximo domingo, 27/09. Os contemplados receberão em parcela única R$ 900, valor para custear seis mensalidades do serviço contratado. Aqueles que foram aprovados para receber R$ 1.400,00 (Edital 002/2020) para a compra de equipamentos (notebook, tablet ou smartphone) e não receberão o chip com 20 Gigas de Internet/mensal que será fornecido pelo Ministério da Educação via Rede Nacional de Ensino e Pesquisa (RNP – Edital 001) podem solicitar o novo auxílio. O mesmo se aplica aos alunos com algum tipo de deficiência.

Além da renda familiar per capita existem outros critérios a serem cumpridos pelos candidatos, como estar regularmente matriculado em componentes curriculares ofertados nas referidas estratégias em período letivo da modalidade de graduação presencial, ou em seus equivalentes da educação básica e da pós-graduação stricto sensu. O edital está disponível no endereço eletrônico www.ufs.br

Com mais esta iniciativa a UFS passa a investir, a depender do caso, R$ 2.300,00 em apenas um aluno para o período letivo remoto 2020.1, ou R$ 2.700,00 caso o estudante não tenha equipamento eletrônico, possua algum tipo de deficiência (alunos PcD puderam solicitar benefício de R$ 400 para adquirir tecnologias assistivas) e more em zona sem cobertura de Internet por operadora de telefonia móvel. Os benefícios que estão sendo concedidos pela Federal de Sergipe possuem valores bem acima dos que têm sido ofertados por outras instituições. A Universidade Federal do Maranhão e a Federal da Bahia, por exemplo, estão liberando para a compra de equipamentos para acompanhamento das aulas remotas R$ 1.200,00 e R$ 800,00, respectivamente.

“Desde o momento em que lançamos os três primeiros editais estamos afirmando, incessantemente, que a UFS atua para integrar e incluir, por isso, todos os nossos estudantes que solicitaram o auxílio e se encaixavam nas condições determinantes, sendo a principal delas ter renda per capita de até um salário mínimo e meio, foram contemplados. Apenas uma pessoa não conseguiu porque a renda era superior à permitida. As aulas remotas são um momento de exceção e não só para a UFS, mas, para todas as instituições de ensino do País e dentro deste contexto estamos fazendo o nosso melhor”, declarou o Vice-Reitor da UFS, o professor doutor Valter Joviniano de Santana Filho.

Os recursos para estas ações estão sendo custeados com verbas da Assistência Estudantil e da Fonte Única da UFS. De acordo com o Pró-Reitor de Assuntos Estudantis da Universidade, o professor doutor Antônio Barreto, nos próximos dias novos editais serão lançados, tanto para a manutenção acadêmica quanto para a Iniciação à Pesquisa, por isso, solicita que os estudantes estejam atentos tanto ao site quanto às redes sociais da Instituição.

SOCORRO TEMPORÁRIO

De acordo com o Pró-Reitor de Graduação da UFS, o professor doutor Dilton Maynard, a UFS também está atenta para duas questões: a possibilidade de demora no envio, por parte do Ministério da Educação, dos chips com pacotes de dados para Internet, e ainda, de atraso no recebimento do equipamento eletrônico, no caso daqueles alunos que fizeram a aquisição do material através de sites.

“O nosso reitor, professor Angelo Antoniolli, sempre cuidou muito bem dos recursos da Instituição e atuou para que tivéssemos fundos financeiros, caso alguma situação adversa, a exemplo da pandemia, ocorresse. E justamente por isso é que temos fôlego financeiro para garantir aos nossos alunos toda esta infraestrutura. Caso os chips da RNP atrasem estaremos liberando para os contemplados no referido edital R$ 100 mensais, enquanto houver o atraso, para que adquiram o pacote de dados”, explicou o Pró-Reitor.

Já com relação a um possível atraso no recebimento do equipamento eletrônico comprado através Internet, os alunos que, comprovadamente passarem por esta dificuldade quando do início do semestre, podem buscar ajuda junto à Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis para que a UFS ceda, em caráter de empréstimo, um computador da Instituição até que a situação seja resolvida.

Por Andréa Moura

Foto assessoria