26/09/20 - 20:59:39

Se Fábio Reis eleger-se prefeito de Lagarto e Márcio Macedo perder a Prefeitura de Aracaju, assume a Câmara Federal

Por Diógenes Brayner

A candidatura do presidente regional do MDB e deputado federal Fábio Reis, candidato de última hora a prefeito de Lagarto, pode mexer com o cenário político do Estado, porque muda, inclusive, com a Câmara Federal. Caso Fábio seja eleito, assume o primeiro suplente Márcio Macedo (PT), caso não consiga eleger-se à Prefeitura de Aracaju.

Existe euforia do grupo dos Reis com a candidatura de Fábio à Prefeitura de Lagarto. Acha “que é vitória garantida por mais de 12 mil votos”. O grupo já avaliava que o ex-candidato Sérgio Reis teria aproximadamente 10 mil votos de vantagem à frente da prefeita Hilda Ribeiro, que disputa a reeleição.

Segundo um dos integrantes do bloco dos Reis, o deputado Fábio Reis foi o primeiro nome a ser proposto a disputar a Prefeitura de Lagarto: “chegou a pensar nisso, mas teria decidido colocar o irmão exatamente para manter o seu trabalho em Brasília”, disse. Fábio Reis desistiu de disputar as eleições municipais exatamente porque “se fosse eleito assumiria Márcio Macedo (PT)”.

– Não seria bem em razão de Márcio Macedo, mas por causa do Partido dos Trabalhadores, que ganharia uma vaga na Câmara Federal, como a partir de agora há partir de agora há chance de acontecer, dissera Fábio.

Em Lagarto, o pessoal vinculado à prefeita Hilda Ribeiro estranhou muito que “o julgamento no STJ tenha ocorrido exatamente na sexta-feira (25), prazo máximo para que Sérgio Reis fosse ou não candidato. Um aliado da prefeita disse que há três meses “Fábio tinha mais chance de vitória e poderia ganhar com mais vantagem, mas agora a diferença de um para outro [Hilda e Fábio] será de no máximo três mil votos. Será uma disputa dura, porque o eleitorado está muito dividido”.

Entretanto pode acontecer outro fato em caso de Márcio Macedo ganhar as eleições em Aracaju: assume a Câmara Federal o segundo suplente Alexandre Figueiredo (MDB). Já numa derrota de Fábio, ele se manterá parlamentar em Brasília.