29/09/20 - 09:31:06

Elas têm mais votos

Por Adiberto de Souza *

Os candidatos a prefeito e vereadores estão namorando os mais de 1,6 milhão de eleitores aptos a votarem em Sergipe. Os concorrentes às prefeituras e câmaras municipais precisam saber que a maioria desse eleitorado é feminino.  As eleitoras são em maior número em 70 dois 75 municípios sergipanos. Pesquisa feita pela Rádio UFS revela que Aracaju, maior colégio eleitoral do estado, tem 223.827 eleitoras. Sabedores disso, os candidatos devem concentrar a propaganda no público feminino, mas é bom levar em conta que as mulheres não aceitam serem enganadas facilmente, além de reprovarem aqueles que apostam nas falsas promessas. Tomara que a maioria feminina renove para melhor a política sergipana.

Briga pelo filé

Dos 75 candidatos às prefeituras sergipanas, 37 estão disputando a reeleição. Com raras exceções, os demais não fazem o mesmo porque já se reelegeram em 2016. Isso significa que administrar um município é um negócio das Arábias. Não pode ser ruim um “emprego” que paga em média R$ 26 mil de salário, além de oferecer todo tipo de mordomia. Achando tudo isso pouco, alguns prefeitos ainda metem a mão grande no dinheiro do contribuinte. Misericórdia!

Marketing importado

O candidato a prefeito de Aracaju, Márcio Macedo (PT), foi buscar um marqueteiro fora de Sergipe. Trata-se do jornalista e publicitário Edson Barbosa, tido por muitos como o cão por dentro do mato. Caberá ao distinto comandar a equipe da terrinha que já cuidava da imagem do petista. A história política de Sergipe mostra que quem recorreu a marqueteiros de fora deu com os burros n’água. Caso Márcio seja eleito, o tarimbado Edson Barbosa quebrará uma tradição. Aguardemos, portanto!

Bem recebido

O interventor da Prefeitura de Canindé do São Francisco, Edgard Mota, foi bem recebido pela população. Essa constatação é do radialista Edmison Domingos, da Rádio Xingó. Segundo ele, o povo está acreditando que o interventor botará ordem na casa. A primeira tarefa de Edgard Mota foi reunir o secretariado e pedir um relatório sobre cada secretaria. A partir destas informações, ele começará a traçar os rumos administrativos e financeiros de Canindé, município que enfrenta a terceira intervenção estadual em 25 anos. Crendeuspai!

A Polícia vem aí

A Polícia Militar vai usar 3.313 policiais para garantir a paz nas eleições deste ano em Sergipe. O plano de segurança elaborando pelo comando da corporação prevê a distribuição desse contingente nas 29 zonas eleitorais de Sergipe. Além destes policiais, é bem provável que alguns municípios peçam reforço de tropas federais. A princípio, o Tribunal Regional Eleitoral ficou satisfeito com o plano de segurança traçado pela PM. Então, tá!

O voto em série

A Diretoria de Comunicação da Assembleia vai exibir na TV Alese uma série de reportagens intitulada “O Voto”. Com estreia prevista para a próxima quinta-feira, o trabalho jornalístico abordará a história do voto no Brasil, com curiosidades e informações sobre as mudanças que ocorreram no país sobre o direito do voto. Além da TV, a série será veiculada pelos demais canais de comunicação do Legislativo sergipano. Legal D+!

Vereador ameaçado

Sem citar nomes, o vereador Sérgio da Larissa (PSD) anda dizendo que está sendo ameaçado de morte por candidatos à Câmara de Estância. O homem jura ter gravado no celular ameaças, xingamentos e tentativas de extorsão. Larissa alertou os detratores que para se eleger é preciso ter trabalho prestado à população de Estância. Também garantiu e que não tem medo de ameaças. Ah, bom!

Voto difícil

Caso esteja contando com o voto do senador Alessandro Vieira (Cidadania) para aprovar o “Renda Cidadã”, é bom o governo Bolsonaro tirar o cavalinho da chuva. O cidadanista já adiantou ser difícil concordar com as fontes de receita para bancar o programa bolsonarista. “O Congresso já rejeitou o uso de recursos do Fundeb para o Renda Cidadã. E fez isso praticamente por unanimidade”, disse Vieira ao blog O Antagonista. Danôsse!

Rede poluída

As redes sociais estão infestadas de propaganda eleitoral. A cada instante, surge uma mensagem de um pretendente a prefeito ou a vereador. Todos se apresentam como salvadores da pátria, prometem mundos e fundos e, por último, pedem o voto ao desprotegido eleitor. E olhe que essa poluição política está apenas começando. Até o dia 15 de novembro, a ordem é entupir os celulares dos cidadãos e cidadãs. Isso é que é querer ganhar no grito. Desconjuro!

Brindes proibidos

A Justiça Eleitoral chamou na chincha a prefeita de Lagarto e candidata à reeleição Hilda Ribeiro (SD). Tudo porque, segundo denúncias, cabos eleitorais da moça estavam distribuindo com os eleitores bonés, máscaras e blusas com número e a foto de indigitada, além da inscrição “vou com ela”. Até parece ferro pra marcar gado. Vixe! O magistrado ainda multou a prefeita por propaganda eleitoral antecipada. Bem feito!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano O Nordeste, em 25 de dezembro de 1946.

* É editor do Portal Destaquenotícias