29/09/20 - 14:19:16

Fogão solar como alternativa sustentável é tema de live

 

Na última sexta-feira, dia 25, a Universidade Tiradentes, por meio do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Processos – PEP –, realizou um encontro virtual para debater a temática “Fogão solar como uma alternativa sustentável e econômica para cocção de alimentos”. A live foi realizada no YouTube da Unit e foi a primeira de uma série de eventos que acontecerá entre os meses de setembro, outubro e novembro.

“Entre as várias opções que nós temos das tecnologias sociais, o fogão solar é uma técnica muito econômica e viável para as pessoas”, declara o professor doutor Renan Tavares, mediador da live.

Para esta edição, o palestrante convidado foi o professor Elmo Dutra, especialista brasileiro em fogões solares, membro ativo da Solar Cookers International. “Tenho muita alegria em divulgar a sustentabilidade do fogão solar”, comenta o pesquisador durante a live.

“O objetivo é a formação de multiplicadores de fogões solares. Para uma breve conceituação, o fogão solar é um dispositivo que permite cozinhar ao sol. Tem cidades, por exemplo, que têm mais de 300 dias de sol por ano, logo esta é uma opção viável, econômica e ecológica”, acrescenta Dutra.

Para o docente, o conceito para funcionamento é baseado em três palavras concentrar, absorver e reter – CAR. “É preciso concentrar a energia solar, e aí, a panela, que fica no centro do foco, tem que ser preta para absorver melhor a radiação térmica, e também tem que haver uma retenção de calor por meio do efeito estufa”, explica.

Atualmente, de acordo com o pesquisador, existem três modelos de fogões solares, o de painel, o de caixa (box) e os parabólicos. Na live, Elmo abordou as formas de construção de um fogão solar. “O fogão de painel tem a vantagem de ser barato, fácil de fazer, porém um pouco mais lento no cozimento. Já os de caixa são bem mais trabalhosos e têm um custo maior, mais horas de montagem. Os melhores são os parabólicos, porém apresentam um custo muito elevado, tornando-se um pouco inviável para o dia a dia”, enfatiza.

“O tema é de excelente relevância para as áreas ambiental, tecnológica e social, principalmente em região do sertão semiárido, onde temos altos níveis de radiação solar”, salienta a professora doutora Eliane Cavalcanti, coordenadora do PEP da Unit.

A próxima live do Programa de Pós-graduação em Engenharia de Processos acontecerá no dia 2 de outubro e debaterá a temática “Docagem molecular e análise molecular em bioprocessos”.

Assessoria de Imprensa