30/09/20 - 16:00:55

Cadastramento para castração de cães e gatos segue até sexta-feira, 2

Segue até a próxima sexta-feira, 2, o cadastramento para a castração de cães e gatos, ação promovida pela Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal da Saúde. O serviço gratuito é realizado pelo Centro de Controle de Zoonose (CCZ), localizado na avenida Dr. Carlos Rodrigues da Cruz, 1081, bairro Capucho. Até esta quarta-feira, 30, já foram cadastrados 430 animais.

Para o cadastramento, as equipes estão com horário de atendimento aberto ao público das 8h às 12h30, onde as pessoas interessadas devem apresentar documento de identificação (RG), comprovante de renda (que deve ser de até um salário mínimo e meio) e comprovante de residência. Protetores independentes, projetos e ONGs, também podem se cadastrar, assim como animais comunitários, sendo que esses precisam de um cuidador responsável pelo pós-operatório.

“É importante lembrar que o serviço está disponível para pessoas residentes em Aracaju, que poderão se cadastrar para castração de até cinco animais no mesmo endereço. Além disso, também vale destacar que esse é o primeiro cadastro para castração de cadelas, portanto o serviço está disponível para castração de cães e gatos de ambos os sexos”, enfatizou a veterinária e gerente do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Marina Sena.

A gerente explicou ainda que o cadastramento é o primeiro passo do processo de castração, depois disso o animal precisa passar por uma avaliação médica, com a realização de exames que atestarão se ele realmente tem condições de ser castrado.

“Após a castração o animal também precisa de cuidados básicos como fazer os curativos no local da cirurgia e administrar de maneira correta os medicamentos prescritos (antibiótico e anti-inflamatório). Após o prazo de 15 dias, é feita a retirada dos pontos, que pode ser feita aqui no CCZ. Antes desse período orientamos para que as fêmeas usem uma roupinha para evitar contato com os pontos, e para os cães orientamos a utilização do colar elisabetano para evitar lamber o local da cirurgia”, orientou a veterinária.

Cuidado a mais

A senhora Elisangela Maria da Conceição, mora no bairro Lamarão e nunca teve condições de castrar sua gatinha. “Soube por uma colega que mandou a divulgação por whatsapp e vim me cadastrar. Minha gata está comigo há quatro anos, já tinha pensando em castrar, mas como não tenho condições de pagar, nunca conseguir fazer. Quando ela pariu consegui adoção para os filhotes, mas acho importante castrar porque nem sempre a pessoa tem condições de criar e eles acabam indo morar na rua”, disse.

Também preocupada com a qualidade de vida de suas fêmeas, a senhora Jocasta Conceição Santos, que mora no Siqueira Campos, também levou a documentação para o cadastro.

“Me cadastrei para castrar minha gata e minha cadela. Castrar vai ser melhor pra não ficar parindo muito porque como são duas fêmeas, ficariam muitos bichinhos pra cuidar. A gatinha mesmo já resgatei da rua há sete meses e não iria deixar os filhotes na mesma situação. Aplicar remédio também prejudica a saúde delas, e sou apaixonada pelos meus bichinhos. A gente cuida deles e eles também cuidam de nós, transmitindo alegria na casa”, reconheceu Jocasta.

Fonte e foto Secretaria Municipal da Saúde de Aracaju/SE