02/10/20 - 13:07:04

Em palestra no TCE Belivaldo diz que o novo Coronavirus está sobre controle, mas tranquilidade só depois da vacina

O governador Belivaldo Chagas (PSD) proferiu palestra, nesta sexta-feira (02), no II Webinário Internacional do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE-SE) e falar da suas ações no Governo do Estado, neste enfrentamento ao novo coronavírus desde os primeiros casos confirmados.

A palestra foi virtual e Belivaldo Chagas falou do planejamento que “nos possibilitou chegar neste momento com a pandemia sob controle e já colocando em prática uma retomada econômica segura e sustentável de quase todas as atividades e setores por todo o estado. Ressaltei que o momento é favorável, os números de Sergipe em vários quesitos são destaques no país, mas que o trabalho continua e tranquilidade mesmo só teremos com a vacina”.

O governador informou que dividiu o trabalho que desempenhou em quatro momentos: Evolução da Pandemia e Retomada da Economia, “sempre ouvindo os especialistas e com o foco em salvar vidas; Proteção Social e Econômica, para proteger as pessoas que mais sofreram com os efeitos da pandemia com ações como o Cartão Mais Inclusão; Gestão, Expansão e Legado da Rede Pública de Saúde, quando conseguimos um avanço histórico na capacidade de atendimento na nossa rede, que não colapsou em nenhum momento e cuja estrutura servirá como legado para o futuro; e o Avança Sergipe, programa recém apresentado que vai injetar cerca de R$ 1,2 bilhão na nossa economia, gerando emprego e renda para todo o Estado, sanando os efeitos da crise causada pela pandemia”.

O governador agradeceu publicamente ao “conselheiro do TCE-SE e diretor da Escola de Contas Conselheiro Jorge Amado Nascimento (Ecojan), Carlos Pinna, especialmente pelos elogios quanto à nossa firmeza e determinação neste momento de crise pandêmica que estamos enfrentando, e cumprimentou todos os participantes deste evento nos nomes do ministro Walton Alencar Rodrigues, do Tribunal de Contas da União (TCU), do juiz conselheiro do Tribunal de Contas de Portugal, José Fernandes Farinha Tavares, e do professor doutor José Anderson do Nascimento”.