03/10/20 - 07:34:21

Emdagro alerta para o recebimento de sementes vindas do exterior sem autorização

Cidadão deve procurar a Emdagro ou a SAF/Mapa para recolhimento do material

Há duas semanas, cidadãos brasileiros têm recebido pelos correios pacotes de sementes não solicitadas que chegam do exterior. Diante disso, o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) e a Empresa de Desenvolvimento Agropecuário de Sergipe (Emdagro) alertam aos cidadãos para que não abram nenhuma encomenda que contenha essas sementes. Em caso de recebimento, o cidadão deve procurar, imediatamente, o serviço de defesa vegetal da empresa.

Toda e qualquer importação de produtos de origem vegetal sem a devida autorização pode possibilitar a introdução de pragas e doenças no estado que não existiam ou já foram erradicadas. Tanto a Emdagro quanto o Ministério da Agricultura orientam que caso alguém receba ou tenha recebido sementes de outros países evitem o contato com elas e façam a entrega do material na sede da Secretaria Federal de Agricultura (SFA/Mapa) ou nos escritórios da Emdagro. O cidadão que desejar poderá ainda entrar em contato com os respectivos órgãos através dos telefones (79) 3205-4900 [Mapa] e (79) 3234-2608 [Whatsapp da Emdagro].

“O pacote não deve ser aberto ou descartado no lixo, a fim de evitar o contato das sementes com solo e prejuízos para as áreas agrícolas e o meio ambiente. Da mesma forma, a orientação também vale para o cidadão que recebeu e plantou as sementes. Neste caso, entre em contato com o Mapa ou a Emdagro para agendar o recolhimento do material”, alertou a diretora de Defesa Animal e Vegetal da Emdagro, Aparecida Andrade.

A diretora ressalta, ainda, que não é necessário a identificação no momento da entrega do material. “Não há penalidade alguma para aquele que recebeu as sementes, mas é importante que ele informe imediatamente à Emdagro ou à SFA/SE o mais rápido possível. É importante também que o cidadão relate se foi ele quem realizou a compra, se recebeu de remetente desconhecido ou se a remessa veio junto com outra compra realizada em site do exterior”, frisou Aparecida.