04/10/20 - 20:17:02

EM NOTA, EX-PROPRIETÁRIOS DO INOR REFUTAM MATÉRIA QUE LIGA A EMPRESA A ELES

Fabrício Cardoso  e Magno Corrêa publicaram nota, neste domingo (04) contestando matéria de assessoria, publicada na sexta-feira (02), também pelo portal Faxaju Online, de que venderam a empresa Inor Instituto de Pesquisa do Nordeste LTDA no início de setembro e que hoje tem o registro de Certa Pesquisa Consultoria Ltda, que tem à frente Drielly Julianne Rodrigues Santos.

A matéria da assessoria, publicada pelo Faxaju Online, diz o seguinte: “registrado em nome de Magno Lima Santos Fontes Correia e Fabrício Araujo Cardoso – assessores do gabinete da deputada Kitty Lima (Cidadania) – o Certa Pesquisa, ao mudar o nome empresarial, alterou o quadro societário. Agora, o “Inor” está registrado em nome de Drielly Julianne Rodrigues Santos”.

Fabrício e Magno dizem, na nota que que “o fato de fazermos parte de um agrupamento político não é um impedimento legal e nenhuma pesquisa realizada sofreu qualquer tipo de sanção judicial”. Os dois reafirmam que a “empresa foi vendida, no início do mês de setembro e, desde então, não temos qualquer ligação com o novo instituto formado ou com a sua proprietária, conforme comprovação em anexo (os documentos foram enviados) de todos os dados nos órgãos estaduais e federais já são da nova proprietária, uma pessoa que não possui qualquer ligação anterior conosco”.

– Reiteramos que durante o período em que estivemos à frente do Instituto nenhuma pesquisa sofreu qualquer processo judicial ou qualquer contestação, disseram e anunciaram que “tomaremos as medidas judiciais cabíveis em relação à matéria que falsamente imputa a nós a propriedade do Instituto Inor”.

Magno e Fabrício ensinam, em sua nota, que “a imprensa tem o papel de informar e em nenhum momento fomos consultados pelo jornalista responsável. Aliás, logo após a publicação, entramos em contato com o veículo de imprensa para corrigir os equívocos e aguardamos posição pela correção da matéria.” E informam que “deturpar informações com claros objetivos políticos é ilegal”.

NR – O Faxaju Online está trabalhando para confirmar ou não as informações passadas pela assessoria.

Ainda neste domingo, o Faxaju Online falou com a assessoria que enviou a matéria para toda a imprensa. Além de mandar documentos, ela disse que “as informações sobre a venda da empresa estão no texto” e completa: “mudou o nome da empresa, dos sócios, o endereço, mas o telefone continuou o mesmo”.

Disse mais: “quanto ao processo, o texto deixa claro que foi em relação ao Inor, e não em relação ao Certa”. O Faxaju Online também já localizou a empresária Drielly Julianne Rodrigues Santos, que teria trabalhado no Dataform e tentará conversar com ela até quarta-feira.