05/10/20 - 12:38:04

“Precisamos elevar o nível da escola pública”, diz Marcos Aurélio

“Precisamos elevar o nível da escola pública. Em Sergipe, por exemplo, os sergipanos pagam cerca de R$2 bilhões de mensalidade à rede estadual de ensino. Se a gente divide isso pela quantidade de alunos, temos, em média, uma mensalidade de R$1.600, o que não é um valor barato. É preciso cobrar da escola pública o mesmo nível da escola particular”.

A afirmação acima é do comunicólogo e administrador de empresas, Marcos Aurélio – PDT, que tem se posicionado a favor de iniciativas que visam implantar a orientação quanto a inteligência emocional, educação financeira e empreendedorismo nas escolas da rede municipal.

Na disputa por uma cadeira na Câmara Municipal de Aracaju, o ex-diretor da Assembleia Legislativa de Sergipe, Marcos Aurélio tem compartilhado as propostas do ‘Projeto Aracaju, que está sendo construído com o objetivo de implantar na rede básica de ensino de Aracaju, o sistema ‘3 pilares’: inteligência emocional; empreendedorismo; educação financeira. Além da linha de crédito orientada entre R$2 mil a R$5 mil para àquele jovem ou adulto, que diante do cenário atual de desemprego, possa abrir seu próprio negócio”, conta.

*Debate sobre educação socioemocional*

Durante live em sua rede social, Marcos trouxe o tema ‘Educação Socioemocional’ e conversou com a psicopedagoga e neuropsicóloga, Danielle Santana, sobre as perspectivas desses jovens que estão nesta fase de transição que é a adolescência e, que têm vivido momentos de ansiedade, tanto pelo isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19 quanto pela iminência do Enem.

“O público infantojuvenil precisam de uma orientação socioemocional. Eles precisam ser condicionados a um caminho favorável. E um trabalho voltado às habilidades de relacionamento, inteligência emocional, consciência moral e ética é muito necessário nas escolas”, afirma a psicopedagoga e neuropsicóloga, Danielle Santana, que atua em escolas particulares.

Para ela, um trabalho psicopedagógico nas escolas faz grande diferença. “Atuo há 14 anos junto com crianças e adolescentes. E neste momento do processo de pandemia, este trabalho profissional junto a esses alunos, tem feito muita diferença. A gente identifica situações específicas. Consegue encaminhar, dar uma atenção, um cuidador maior”, conta Danielle.

O assunto debatido durante a live com Marcos, reforçou a assertividade das propostas do Projeto Aracaju.

*Entenda*

O sistema ‘3 pilares’ foi pensado e está sendo discutido, através das redes sociais, com o objetivo de implantar na educação de base, a importância do autoconhecimento e autoentendimento. O intuito é de que além de aprender a ler e escrever (essencial e de suma importância), a criança a partir de 10 anos e o adolescente de até 16 anos tenha essa oportunidade, que garantirá reações mas assertivas a determinadas situações da vida.

Já a Linha de Crédito, por sua vez, foi idealizada para levar, àqueles pais que precisam de um investimento inicial para conseguir concretizar seu potencial de negócio e levar o alimento para sua família, a oportunidade de empreender, através de crédito entre R$ 2 mil a R$ 5 mil.

Essa possibilidade se dará através de uma qualificação profissional, com o aval da Prefeitura de Aracaju.

Assessoria de Imprensa