06/10/20 - 13:57:37

De forma inédita, projetos escolares terão apoio financeiro do Profin

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc), por meio do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (Dase), divulgou nesta sexta-feira, 2, a relação das escolas contempladas com recursos do Profin-Projetos, que tem como objetivo dar suporte financeiro às ações dos professores que coordenam projetos nas unidades de ensino da Rede Pública de Educação do Estado de Sergipe. Para que as escolas pudessem estar aptas à utilização dos valores a elas destinados, foram estabelecidas diretrizes pelas portarias que regem o Profin-Custeio e a Validação dos Projetos Escolares.

A Comissão Integrada de Apoio a Projetos Educacionais (Ciape/Seduc) planejou o trabalho de articulação, orientação e divulgação junto às Diretorias regionais de educação e às comissões regionais, responsáveis pela validação dos projetos cadastrados pelas escolas no Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (Siga).

A diretora do Dase, Eliane Passos, ressalta a importância desses recursos para as escolas. “Tivemos 155 projetos aprovados, conforme critérios previamente estabelecidos. Acho extremamente relevante o incentivo financeiro que a Seduc vem dando às unidades de ensino na execução dos seus projetos. Os professores sempre reclamavam da falta de apoio nas despesas com materiais de consumo e serviços necessários à realização desses trabalhos, então, a liberação do recurso, além do apoio, passa a ser também um grande incentivo”, afirmou.

De acordo com a professora Danielle Virginie, coordenadora do Serviço de Apoio ao Desenvolvimento Estudantil (Seades/Dase), que responde pelo Comitê Técnico Operacional, cada escola, a depender do número de matrículas de alunos no Ensino Médio, recebeu entre mil e três mil reais. As unidades de ensino tiveram que cadastrar os projetos no Sistema Integrado de Gestão Acadêmica (Siga), informando a natureza dos trabalhos (Iniciação Científica, Impacto Social, Empreendedorismo etc). Após isso, as diretorias regionais de educação, por meio das suas equipes pedagógicas, avaliaram os cadastros e validaram os projetos.

“Às diretorias regionais coube a tarefa de escolher quais desses projetos seriam os contemplados. A Comissão Integrada de Apoio a Projetos Escolares estabeleceu alguns critérios, que foram publicados em portaria, para que as equipes técnicas das diretorias regionais analisassem os projetos e conferissem uma pontuação. Daí os projetos mais bem pontuados foram os que receberam o fomento”, explicou Danielle Virginie.

Confira a relação das escolas:

https://siae.seduc.se.gov.br/siae.servicefile/api/File/Downloads/c521cd89-6ece-4892-a995-2834929d870f

Assessoria de Comunicação da SEDUC