08/10/20 - 15:59:54

PADRE, IRMÃO DO PREFEITO DE TELHA É CONDENADO PELA JUSTIÇA ELEITORAL

A disputa eleitoral na região do Baixo São Francisco está para lá de movimentada. Em Telha, o atual prefeito e candidato à reeleição, Flávio Dias (PSD), enfrenta uma campanha forte e de notório crescimento do ex-gestor José João (DEM), que realizou, no último dia 03/10 (sábado), a maior carreata já vista na história da cidade. Para completar, no dia seguinte (04/10), o prefeito promoveu um adesivaço que terminou com verdadeiro “carnaval”, vitimando um jovem Telhense, em virtude de uma suposta antiga rixa pessoal, fatos noticiados em diversos veículos de comunicação do estado. Apesar de Flávio Dias ter negado qualquer relação entre o lamentável homicídio e o ato político realizado, circulou em toda a região um áudio de autoria de um dos seus apoiadores, convocando a população para ir aproveitar as 50 (cinquenta) caixas de cerveja com tira-gostos que seriam distribuídos no evento.

A novidade da vez é a recente condenação do Frei João Paulo, que é padre da Igreja Católica e irmão do prefeito Flávio Dias. Juntamente com um rapaz de nome Thiago Reis, ele foi representado pela prática de propaganda eleitoral ofensiva, que atentou contra a dignidade, honra e imagem do candidato de oposição (José João) e do seu irmão (Luciano de Menininha –candidato a prefeito em Propriá).

Fato que chama especial atenção neste caso é que o Frei João Paulo estava se valendo de um perfil anônimo no Facebook, para praticar ofensas aos candidatos Zé João e Luciano de Menininha. Após ser determinada a quebra do sigilo dos dados cadastrais da conta, requerida pelos advogados do Partido Democratas em Telha, foi possível identificá-lo como o verdadeiro autor e responsável pelas postagens.

Por essa razão, a multa aplicada pela Justiça Eleitoral contra o padre (10 mil reais) foi maior do que a imposta em desfavor de Thiago Reis (5 mil reais).

A decisão foi da 19ª Zona Eleitoral de Sergipe, tendo o juiz Evilásio Correia de Araújo Filho considerado a conduta de ambos como “grave”, acrescentando que, “diferentemente do que argumentam os Representados em suas defesas, reputo que as publicações em análise esbarram nos limites da liberdade de expressão afrontam os princípios da dignidade da pessoa humana, direito à honra e à imagem dos ofendidos”.

Em consulta ao processo de nº 0600249-39.2020.6.25.0019, é possível notar que o Partido Democratas em Telha já recorreu da decisão, pedindo o aumento da condenação, por entender que as ofensas ocorreram de forma dupla, contra dois candidatos. Os condenados (Frei João Paulo e Thiago Reis) não recorreram.

Da assessoria