10/10/20 - 13:19:46

IBOPE coloca as “cartas na mesa” do jogo político em Aracaju 

Para fazer a leitura da primeira pesquisa IBOPE para prefeito de Aracaju é preciso deixar o lado do senso governista e “capachão” de quem só sabe atender e agradar quem está no Poder, como também o senso oposicionista e “revolucionário”, de quem sonhar em chegar à Prefeitura Municipal. É preciso olhar os números com a “frieza” deles e compreender que “mensagem” está sendo transmitida a partir daquele levantamento. O atual prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) tem a preferência do eleitorado com 32%, na induzida, e hoje estaria bem posicionado para buscar sua reeleição.

Ele vem seguido de Danielle Garcia (Cidadania) com 21%; Rodrigo Valadares (PTB) com 6%; Márcio Macedo (PT) com 5%; Almeida Lima (PRTB), Georlize Teles (DEM) e Lúcio Flávio (Avante) com 3% cada um; Alexis Pedrão (PSOL) com 2%; e Paulo Márcio (DC) com 1%. A candidata Gilvani Santos (PSTU) ficou com 0% e Juraci Nunes (PMB) não chegou a ser citado. 18% votariam branco ou nulo; 6% não sabem ou não responderam. A pesquisa encomendada pela TV Sergipe, registrada na Justiça Eleitoral sob o número 02812/2020.

Foram ouvidos 504 eleitores de Aracaju, de 7 a 9 de outubro, com um nível de confiança de 95% e uma margem de erro de 4%, para mais ou para menos. O IBOPE ratificou o fato de Edvaldo ser o candidato “mais conhecido” do eleitorado, que está a frente da “máquina administrativa”, ter construído a maior coligação de apoio e ter o apoio do governo do Estado; figurar com mais ou menos 30% do eleitorado é algo meio que previsível para quem está a frente de qualquer Executivo e que seja competitivo; o problema foi o fato de a oposição vir bastante dividida.

Em comentários anteriores, este colunista já vinha reforçando que se a oposição não se alinhasse em torno de um projeto de consenso, facilitaria as coisas para Edvaldo. 11 nomes disputando uma única prefeitura é um “coletivo de candidatos”, denso em “quantidade” e em “vaidade”. E, justiça seja feita, Danielle Garcia é sim uma surpresa neste levantamento na segunda colocação isolada, disputando sua primeira eleição e ainda não tão conhecida pela maioria das pessoas. Ela transmite um sentimento de “renovação” em uma parcela considerável do eleitorado.

Com seu estilo mais “explosivo” Rodrigo ainda é muito jovem, é deputado e suas críticas mais “ácidas” lhe garantem o terceiro lugar, a frente de Márcio Macedo, sinalizando que o PT já não é mais o mesmo no Estado, que assim como seus líderes nacionais, o partido vai “desidratando”. Os demais candidatos podem até surpreender, mas para este colunista é algo improvável, principalmente porque estamos há cerca de 25 dias da eleição e não há muito “tempo hábil” para reverter o cenário. Em caso de 2º turno teríamos Edvaldo x Danielle…

Essa pesquisa IBOPE serve sim de “termômetro”, mas desta vez não para medir o eleitorado (que parece muito ‘frio’ para a política), e sim a “capacidade” dos candidatos, seja para se manter a frente, seja para saber contornar o cenário desfavorável, com criatividade, planejamento e garra! A pesquisa serviu para colocar as “cartas na mesa”, para mostrar quem é quem! A eleição não está definida, mas apesar de estarmos apenas no início da campanha no rádio e na televisão, vale lembrar que o “tempo voa” e que, em pouco mais de 30 dias, haverá uma definição…

Veja essa!

A empresária Luciana Monteiro, proprietária do Shopping do Estudante, uma das referências em material escolar do Estado, gravou um vídeo externando sua revolta com a prefeitura de Aracaju alegando que as vendas caíram em 60% no início do ano por conta da obra da Avenida Hermes Fontes e que, de março em diante, com a COVID-19, as empresas tiveram que suspender o atendimento presencial.

E essa!

E só agora, em outubro, a Prefeitura de Aracaju está quebrando as calçadas das empresas, bloqueando os espaços para estacionamentos, prejudicando ainda mais aqueles que empregam e geram renda. “Eu preciso que o prefeito tenha a sensibilidade porque o senhor está assassinando as empresas, acabando com os empresários”.

Deu B.O.!

Feito o desabafo, a empresária gravou outro vídeo e externou em suas redes sociais dizendo que o jornalista Luciano Corrêa, que preside a Funcaju, teria feito uma publicação em uma rede social que, segundo ela, seria uma “fake News”, onde ela supostamente estaria elogiando o prefeito de Aracaju. “Isso é fake e eu hoje prestei um boletim de ocorrência na delegacia contra crimes cibernéticos”.

Perseguição, não!

Em seguida, ainda no vídeo, a empresária diz que descobriu que Luciano Corrêa é servidor da Prefeitura de Aracaju. “Ele (Luciano) é presidente da Funcaju e o patrão dele é justamente o prefeito de Aracaju. Eu não sou comunista, eu tenho Deus no meu coração, mas não vou aceitar perseguição! Deus é meu escudo, é nele em quem confio. Não me persigam que eu posto (vídeos) todos os dias”. Com a palavra a Prefeitura de Aracaju, se persegue ou não persegue as pessoas e os empresários…

Exclusiva!

A política tem também as suas “artimanhas”: o “detetive virtual” José Edirani Santos, foi impedido de disputar um mandato para vereador de Capela. Vinha muito bem, mas “estranhamente” por uma perda de prazo do advogado, ele está fora da disputa, no agrupamento que faz oposição à prefeita Silvany Mamlak (PSC).

Bomba!

Mas não há um mal que não traga um bem! Para o desespero de muitos políticos corruptos, no interior sergipano, o “detetive virtual” já recebeu “carta branca” de uma grande rede de televisão do País e vai iniciar um minucioso trabalho de investigação sobre compra de votos e, principalmente, sobre a aplicação de recursos federais que vieram para a COVID-19. Aguardem…

COVIDÃO vem aí!

Em sua live transmitida sempre às quintas-feiras, o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido) reforçou que são quase dois anos de governo sem corrupção, explicou que os trabalhos da Operação Lava Jato continuam nos Estados e Municípios, e até em órgãos federais por conta dos governos anteriores, mas mandou um recado para governadores e prefeitos que “brincaram na pandemia”: vem aí o COVIDÃO! Muito dinheiro que veio para a Saúde e foi desviado ou mal aplicado será alvo de investigações e de operações da PF…

Pijama para Clóvis

Por 5×0 o pleno do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe (TCE/SE) decidiu pelo afastamento de Clóvis Barbosa da Corte. Votaram o relator Carlos Alberto e os conselheiros Luiz Augusto Ribeiro, Ulices Andrade, Angélica Guimarães e Carlos Pinna. O conselheiro Flávio Conceição, que era parte interessada, não participou do julgamento.

Pediu aposentadoria

Com a decisão, Clóvis fica afastado em definitivo do TCE e vai continuar recebendo os proventos até o trânsito em julgado. O TCE/SE cumpriu a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) de que era necessária uma solução definitiva para o impasse criado por Clóvis Barbosa. Vale ressaltar ainda que Clóvis Barbosa, inclusive, já solicitou sua aposentadoria junto ao Tribunal de Contas de Sergipe em processo que encontra-se em tramitação.

Sargento Vieira I

A justiça eleitoral concedeu uma liminar ao PDT para cassar o mandato do vereador de Aracaju, Sargento Vieira, suplente na eleição de 2016 de Jason Neto (in memoriam), porque Vieira filiou-se esse ano no Cidadania. A Câmara Municipal de Aracaju deverá ser notificada da decisão, quando fará a convocação do próximo suplente, para concluir o mandato que se encerra em 31 de dezembro.

Sargento Vieira II

Vieira não guarda mágoas com a decisão do partido, mas externa a boa lembrança de ter votado no presidente estadual Fábio Henrique, para deputado federal em 2018. Ele diz que recebeu a decisão judicial com tranquilidade e sua assessoria jurídica já impetrou um Mandado de Segurança contra a liminar, para continuar exercendo seu mandato na CMA.

Bolsonaro no MDB?

Por essa nem o ex-governador Jackson Barreto esperava! Seu amigo de longas datas, o ex-presidente Michel Temer, formalizou um convite para que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), se filie ao MDB. Se confirmar a filiação, será que JB estará na “trincheira” pedindo votos para o Capitão?

Bloco na Rua 1

O ex-vereador, radialista e jornalista Ivaldo José, está com o bloco na rua. Com uma agenda sempre recheada de encontros informais, mini carreatas e reuniões, o candidato a uma vaga na Câmara esteve esta semana em vários pontos da capital, como o Grageru, Santo Antônio, 17 de Março, Atalaia, Siqueira Campos e Porto Danta, sempre acompanhado do candidato a prefeito Rodrigo Valadares.

Bloco na Rua 2

No bairro São Carlos Ivaldo José foi recebido por um grupo de garçons que trabalham em bares e restaurantes da Passarela do Caranguejo e na Sarney. Com a suspensão das atividades do turismo por causa da Covid-19, garçons amargaram prejuízos. Ivaldo, que busca um novo mandato, afirma que é preciso buscar alternativas para essa importante parcela de trabalhadores do turismo.

Gilson em Estância

O município de Estância vive um momento franco desenvolvimento. O prefeito Gilson de Andrade aposta na no diálogo com a sociedade e em obras importantes como a revitalização de praças, construção e ampliação de unidades de saúde para chegar à reeleição. “Por tudo que fizemos, pelo nosso compromisso e comprometimento conseguindo fazer muitas obras e mantendo a austeridade da prefeitura espero que a população tenha este reconhecimento e me dê a permissão para gerir mais quatro anos Estância”, afirmou.

Vacina para a COVID

Está em tramitação no Senado Federal o Projeto de Lei 4023/20, o chamado “PL das Vacinas”, de autoria do senador Alessandro Vieira (Cidadania). A proposta estabelece regras para a vacinação contra a Covid-19, garantindo prioridade para as pessoas mais vulneráveis, conferindo transparência à utilização dos insumos adquiridos com os tributos pagos pelos brasileiros, além de contribuir para que não ocorra o desabastecimento de regiões carentes, em detrimento de outras mais favorecidas.

Distribuição da vacina

“A cada dia a ciência avança nos testes da vacina para a Covid-19. Mas não podemos esperar a vacina ficar pronta para definir como será sua distribuição. Nosso projeto de lei estabelece regras para tornar a distribuição mais justa e eficaz, possibilitando que todos os estados tenham acesso aos futuros imunobiológicos”, destaca Alessandro Vieira.

Elber Batalha

Atendendo a uma indicação do vereador de Aracaju, Elber Batalha (PSB), a PMA enviou à Câmara um projeto, que foi aprovado, sobre a Lei do Refis das dívidas tributárias. “Agora, comerciantes, empresários, empreendedores e contribuintes em geral poderão refinanciar seus tributos em atraso em até 60 parcelas e com até 90% de desconto nos juros e multas. Isso será de grande importância na retomada da economia no pós-pandemia! Uma conquista do empreendedorismo, uma vitória de todos os Aracajuanos!”, destaca Elber.

Georlize Teles I

Candidata à prefeita de Aracaju, Georlize Teles (DEM), vem sendo bem recebida por onde passa, em especial, nas periferias da capital. Há um reconhecimento por sua trajetória profissional construída com base na competência e compromisso, são contadas pela população com muito entusiasmo.  Ela afirma que sempre teve dois princípios que norteiam sua vida: “Lealdade e gratidão”.

Georlize Teles II

“Eu sou a mulher que é mãe, que é profissional, que comandou a delegacia, a Secretaria de Segurança Pública, as Polícias Civil e Militar, o Corpo de Bombeiros, os presídios. Acima de tudo essa mulher é um ser humano como outro qualquer que precisa ser feliz e correr atrás das coisas em que acredita. E eu quero ser prefeita de Aracaju porque por onde passei eu fiz o meu melhor. Nós não estamos aqui para fazer promessas. O nosso compromisso é ético, de responsabilidade e de coerência com o povo de Aracaju”, afirmou Georlize.

Danielle x Edvaldo I

Diante da decisão das emissoras de TV de não realizar debates, a candidata a prefeita de Aracaju, Danielle Garcia (Cidadania), desafiou o prefeito da capital, Edvaldo Nogueira para um debate. Danielle fez o desafio em seu programa eleitoral e nas redes sociais. “É injusto e antidemocrático a população ir às urnas sem um debate com o atual prefeito”, justifica.

Danielle x Edvaldo II

“Faltando três meses para o fim da gestão, ele fez uma maquiagem na cidade com obras eleitoreiras para iludir os aracajuanos. Porém, não explica as diversas suspeitas que rondam a sua administração. Ele mente para a população. Por isso lancei o desafio: vamos debater, Edvaldo,  eu e você, olho no olho, a real situação de Aracaju. Você escolhe a hora e o local. Tá feito o desafio. Agora só depende de você”, provocou Danielle. Resta saber se o prefeito aceita…

CRÍTICAS E SUGESTÕES

habacuquevillacorte@gmail.com e habacuquevillacorte@hotmail.com