14/10/20 - 05:46:02

Juventude lança movimento ‘Cola no 13’ em apoio a Márcio Macêdo

Petista recebeu jovens de várias partes da cidade que se uniram em um movimento unificado que irá atuar em sua campanha

Jovens de diferentes partes da capital se reuniram, nesta terça-feira, 13, com o candidato a prefeito de Aracaju, Márcio Macêdo (PT), numa roda de conversa que debateu propostas concretas para a juventude. A professora Ana Lúcia, candidata a vice, também participou da discussão, colocando sua história de vida e força à disposição dos projetos em favor do público. Na oportunidade, também foi lançado o movimento ‘Cola no 13’, que tem o objetivo de lançar o projeto político popular às camadas sociais do segmento juvenil.

Um dos principais pontos do plano de governo de Márcio inclui ações direcionadas aos jovens, sobretudo no que se refere a geração de emprego e renda, como, também, de políticas públicas que fomentem a cultura periférica e investimentos voltados a colocação no mercado de trabalho e incentivo ao esporte. Fator que, segundo a presidente da União dos Estudantes Secundaristas de Sergipe (Uses), Lizandra Dawany, reforça a confiança da juventude no nome do petista para a Prefeitura.

“Márcio vem do movimento estudantil, e Ana é uma grande incentivadora das políticas de juventude, e esse é nosso jeito de demonstrar a gratidão por quem acredita em nós. Então, este é um movimento para expandir e ocupar as redes e as ruas levando a nossa campanha de maneira espontânea pela juventude. Tendo, também, o objetivo de apresentar o nosso projeto político popular, e trazer a lembrança à mente da turma do que foi o governo petista para Aracaju”, revela.

Para o secretário municipal da Juventude do Partido dos Trabalhadores (JPT), David Alves, a plenária foi um momento de diálogo importante, principalmente no tocante à valorização da fala de cada um. De acordo com ele, os jovens anseiam por serem ouvidos e atendidos, por isso ressaltou a necessidade de projetos que insiram efetivamente o público nos debates. “A atividade foi muito importante para inserir a juventude no contexto da campanha, para além do que já vínhamos fazendo. O movimento reforça os anseios da juventude para que, assim, possamos ter uma Aracaju, de fato, de todos nós. Nós nos colocamos para o diálogo, e Márcio pode ouvir os nossos anseios, oportunizando a todos a falarem o que desejam para a cidade, sobretudo para que tenhamos uma cidade que dialogue com a juventude”, afirmou.

Márcio, por sua vez, ressaltou sobre o desejo de administrar a cidade com a participação de todos, todas e todes. Reforçando a importância de investimentos voltados aos jovens que, ainda, são os principais atingidos pelo descaso da gestão atual. “É com a juventude aracajuana que irei governar. Quero ouvir os seus anseios, as demandas mais urgentes. Nos últimos anos, a Prefeitura abandonou os jovens, não protegeu e não criou políticas públicas efetivas. Hoje, o desemprego assusta e tira a esperança da galera”, disse.

O comentário do petista tem relação direta com o alto índice de desemprego na cidade, principalmente por conta da falta de um olhar atento neste período de pandemia. E isso, segundo ele, se exemplifica no alto número de empresas que fecharam as portas e que, consequentemente, provocaram milhares de demissões. “Dados da Junta Comercial de Sergipe, a Jucese, apontam que 1437 empresas fecharam durante a pandemia. E isso, de acordo com o IBGE, resultou em 6500 pessoas demitidas. Grande parte deste público é composto por jovens. O que foi feito para amparar essas pessoas? Nada”, comenta Márcio.

Mas, para ele, esse quadro irá mudar. E apresenta como. “Eu serei o prefeito para revolucionar as políticas públicas para os jovens. Vou atuar diretamente no incentivo ao emprego, ao empreendedorismo. Além disso, vou democratizar a cultura e o esporte da nossa cidade. A periferia será ouvida”, garante.

Outro ponto defendido por Márcio, e que também faz parte das prioridades de seu plano de governo, tem relação com o transporte público. Sobre o assunto, o postulante a prefeito é enfático: “Vamos fazer a licitação e garantir transporte de qualidade”.

“Garantir o direito à meia-entrada, à meia-passagem e à tarifa social também é uma luta minha. Chega de deixar Aracaju nas mãos dos empresários. Agora é a vez do povo”, completou.

Presenças

O debate também contou com a participação de alguns candidatos e candidatas à Câmara de Vereadores, a exemplo de Marcinho da Juventude, Mano Sinho, Jefferson Lima, Camilo, Vinícius da Saúde, Manu Nascimento, Zenaide e Tony Melo.

Da assessoria

Foto: Janaína Santos