16/10/20 - 11:35:42

Dia do anestesista este ano será comemorado com reflexão

A comemoração do Dia do Anestesista foi fixada em 16 de outubro, data em que, no ano de 1846, foi aplicada a primeira anestesia no mundo. O procedimento foi um divisor de águas para o alívio da dor sofrida pelos pacientes que eram submetidos a cirurgias.

Desde então muita coisa mudou e a ciência vem avançando cada vez mais e os procedimentos estão cada vez mais seguros. O médico anestesiologista possui um papel fundamental em tudo que envolve a realização de cirurgias e exames diagnósticos sem dor, com conforto e segurança.

Em Sergipe, a data sempre foi comemorada, mas diante das restrições impostas pela pandemia a celebração ficará para o próximo ano. “Este está sendo um ano atípico, estamos vivendo uma pandemia que nos impõe muitas restrições”, informou o presidente da Cooperativa dos Anestesiologistas de Sergipe (Coopanest-SE), Roberto Santos Menezes.

Segundo o novo presidente da Cooperativa, a data este ano será de reflexão sobre o momento que a humanidade está vivenciando e de reafirmação do compromisso de assistência à população. “Esta situação exige cada vez mais a necessidade da Medicina continuar evoluindo através equipamentos, vacinas, conhecimento médico e prevenção. O mundo está debruçado sobre essa doença, ninguém estava preparado para viver algo desse tipo”, explicou.

Quanto a evolução da Anestesiologia, Roberto Menezes destaca que é bastante significativa e palpável. “Estamos chegando próximo a condição de excelência com reconhecimento mundial de nosso avanço tecnológico, científico e humano”, pontuou, acrescentando que esta qualificação beneficia diretamente o paciente.

Consulta pré-anestésica

A consulta pré-anestésica é um direito do paciente e um dever do anestesiologista. De acordo com o presidente da Coopanest-SE, ela é garantida na saúde suplementar e há um esforço para que ela seja praticada na rede pública. “Estamos trabalhando intensivamente com os gestores públicos e encontrando receptividade por parte deles para estender à população assistida pelo sistema público”, esclareceu Roberto Menezes, ressaltando o ganho que terá a população. “Isso dá mais qualidade ao trabalho e segurança do serviço prestado ao paciente”.

Quanto ao medo da anestesia, apesar de ainda ser uma realidade, o médico volta a ressaltar que o avanço tecnológico, da Medicina e a qualificação profissional aumentam a segurança do ato médico. “A consulta pré-anestésica é importante para dirimir todas as dúvidas e  contribui para tranquilizar o paciente”.

Prática da anestesia

O presidente da Coopanest-SE explica e alerta à população que todo e qualquer procedimento que necessite de sedação e analgesia para o bloqueio da dor deve ser feito por um anestesiologista, para salvaguardar a segurança do paciente. “A realização desse tipo de procedimento exige preparo que só o anestesiologista tem. Ele estudou e se preparou só para isso. No caso de um procedimento cirúrgico, ele faz a consulta para se inteirar das condições clínicas do paciente, solicitar exames complementares, depois a visita quando o paciente está internado, seguindo aí para o procedimento cirúrgico e acompanhamento do paciente até a sua total recuperação na sala pós-anestésica, e só depois da alta do anestesiologista é que o paciente segue para o leito de origem”, detalhou Roberto Menezes, acrescentando que exames como endoscopia e colonoscopia também exigem o acompanhamento de um anestesiologista.

Congresso

No período dia 31 de outubro a 2 de novembro, a Sociedade Brasileira de Anestesiologia vai realizar o 1° Congresso Virtual de Anestesiologia (CVA). A Coopanest-SE adquiriu algumas inscrições que serão sorteadas entre os cooperados. “É uma forma de presentear nossos cooperados, neste ano difícil e que não teremos uma comemoração festiva do Dia do Anestesista”, finalizou Roberto Menezes.

Fonte e foto: Assessoria Coopanest-SE