20/10/20 - 00:01:39

Edvaldo bem, Rodrigo atrai e Danielle muda

Diógenes Braynerdiogenesbrayner@gmail.com

Os programas eleitorais não movimentaram tanto as campanhas e nem definiram ainda o nome que deve ir para o segundo turno com o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT), que tenta a reeleição. Enquanto todos os demais candidatos expõem projetos que consideram importantes para Aracaju, Edvaldo Nogueira mostra obras que realizou e ampliação do que foi feito. Não é fácil concorrer com um candidato que já tem o que expor ao público de forma concreta, inclusive com pessoas beneficiadas disposta a irem às urnas, já com a consciência do que fora feito.

Será muito difícil mudar o quadro exposto, porque a administração realizada de 2016 até agora é de resultados e não há como contestar. Lógico que ainda tem áreas na cidade que a Prefeitura não chegou. Elas servem para que os demais concorrentes revelem isso como um descaso. Entretanto, a própria população sente o que vem sendo feito e vê as máquinas nas ruas em vários locais, o que eliminam a questão de preferência de um segmento e abandono de outro. Essa análise passa a impressão de tendenciosa. Não a é. Apenas uma constatação do que se vê e se ouve pelas ruas.

Claro que não existe administração perfeita e adversários acertam em tentar buscar algum ângulo que desfaça tudo o que vem sendo revelado nos programas de radio e TV, quanto na Internet, mas não existe um ponto relevante que possa apagar essa imagem e nem desfazer a obra. Um fato favorece: nenhum dos adversários já esteve à frente no exercício de um mandato majoritário, que também possa expor o que já fez. Todos fazem críticas, com legitimidade, levantam suspeitas e anunciam projetos. O fato de jamais terem atuado como gestores municipais, a exposição do possível se torna abstrata e sempre deixa no ar um sinal de interrogação. Será?

Fala-se sobre Edvaldo no momento em Aracaju, mas a verdade é que quem estar prefeito tem o que apresentar para se reeleger ou eleger seu candidato, em razão do trabalho realizado, mesmo com falhas grosseiras. Já o adversário tem que convencer do que também é capaz e se fazer acreditar. Reconhece-se que essa análise não é jornalisticamente correta, porque deixa transparecer sintomas de apoio ou preferência, abandonando a isenção. Mas ela é fruto de sucessivas conversas com políticos e eleitores, cuja maioria concorda com a dificuldade de superação, mesmo que alguns torçam por mudanças e admita necessidade de se experimentar algo novo.

Nesses encontros, também por telefone, ficaram claro que há uma crença no crescimento do candidato mais jovem, Rodrigo Valadares (PTB). Não por ele, mas pelo formato do seu programa, que vem surpreendendo pelo estilo, em que sinaliza para o suspense e por uma realidade ocasional. Além disso, ele tem explorado o nome do presidente Bolsonaro sem fanatismo, mas por concordância com o modelo liberal e conservador, que cativa quem segue orientação política de direita extrema. A impressão é que seu nome vem crescendo. Percebe-se isso de forma clara, sem necessidade de pesquisas, mesmo que seja difícil atingir objetivos mais amplos.

A delegada Danielle Garcia (Cidadania) deu uma mudança radical no formato de um programa violento que apresentava. Mas, está apenas mais brando. Entretanto, busca sempre temas da área de segurança, porque é realmente nisso que ela tem experiência. Amenizou o semblante, vestiu-se melhor e até sorriu, desfazendo a imagem anterior de uma delegada austera, pronta para a tortura e de chave na mão para jogar os adversários na cela mais escura. A mudança ocorreu depois de um consenso entre seus aliados, de que o programa de antes causava repulsa ao eleitorado, pelo tom pernóstico, autoritário e desumano.

Os programas dos demais candidatos têm semelhança grande e não dá para avaliar até onde vão chegar, pelo menos nesse momento.

Mudança no programa

A candidata à prefeita pelo Cidadania, delegada Danielle Garcia, abandonou o tom de que transformaria a Prefeitura, se eleita, em uma delegacia de Polícia.

*** Está começando a mostrar o seu programa de Governo e a ser “menos arrogante” na televisão e nas redes.

*** A abertura do programa tira a mão em riste da delegada, que insinuava puxar uma arma. Seus próprios aliados não estavam gostando do estilo “teje preso”.

Como vai escolher

Danielle também evitará fazer nomeações precipitadas de possíveis auxiliares. Um seu aliado disse que o nome de Milton Andrade (PL) saiu como exemplo de como será feita à escolha.

*** Outro fato: o secretariado de Danielle, tudo na possibilidade dela ser eleita, será formado por escolhas pessoais e por indicação dos partidos que a apoiam.

Joga para plateia

Até mesmo aliados da vereadora Emília Corrêa, (Patriotas) consideraram que ela jogou para a plateia ao declarar que o seu partido “resolveu apoiar Rodrigo Valadares (PTB) a prefeito de Aracaju”.

*** – Democracia é isso: “respeito”. Sigamos juntos para gerar esperança nas pessoas. Juntos por você, juntos por Aracaju, disse.

Isso estava definido

Patriotas, PTB e PSL fecharam entendimento para apoiar Rodrigo Valadares a prefeito e a aliança foi conclamada em 15 de outubro com a convenção.

*** Emília naturalmente apoiava Rodrigo desde quando a composição fora fechada e não precisaria levar isso a público ontem porque todos já sabiam.

Propósito de Deus

Rodrigo Valadares chegou a admitir que “os semelhantes se atraem”, ao se referir à posição da vereadora Emília Corrêa ao anunciar apoio a ele.

*** – Utilizaram de mentiras e artimanhas para nos afastar, mas quando o propósito é de Deus, nenhum ataque prospera, disse Rodrigo.

Ainda há receio

A vice-governadora Eliane Aquino (PT) diz que tem participado de carreatas, à noite, e sente a energia da população para o candidato petista Márcio Macedo.

*** Diz que ainda há receio de como será o pleito, porque tudo indica que muita gente não vai votar. Percebe-se certa precaução do eleitor.

Lula ainda depende

Sobre a vinda do ex-presidente Lula a Aracaju, Eliane Aquino diz que ele está querendo viajar para ajudar os candidato do PT nos municípios, mas os seus médicos ainda estão segurando-o em casa.

*** Segundo Eliane, a imagem de Lula hoje, em Aracaju, está diferente das eleições de 2016: “A gente tem escutado que: ‘voto em vocês por causa de Lula’. Mas a expectativa é que ele só possa vir em novembro”.

*** Eliane admite que “só se ganha com o resultado do pleito” e confidencia que “em 2016 também ouvi que não seria eleita [Eliane foi a vice de Edvaldo].”

*** Ela conclui: “a gente pode chegar ao segundo turno. Quero chegar”!

Conversa de padaria

Em uma padaria, enquanto servia café da manhã a clientes, o seu dono não falou bem da delegada Danielle Garcia (Cidadania), tratando até de caso pessoal.

*** Na mesma padaria o dono também disse que muita gente “tirou o Lula” do nome durante a atual campanha.

Luciano atua firme

Deputado Luciano Bispo (MDB) atua firme na campanha do seu candidato a prefeito, Edson de Itabaiana, e da vice Roseli.

*** Luciano diz que, em cada lugar visitado, percebe o carinho do povo que deseja mudança.

*** – A população precisa de uma gestão que tenha o olhar especial e uma mão amiga para as classes mais carentes do município, que vem sofrendo muito nos últimos anos, disse o deputado.

Aumento de pacientes

Um hospital privado de Aracaju informou que a UTI tinha apenas três pessoas tratando do Covid-19, mas no domingo aumentou para nove. Também houve aumento na enfermaria.

*** Falou que a população liberou geral e participa de festas, está nas praias e aplaude candidatos em carreatas.

Sobre infecção

Um dos cientistas da Universidade Federal de Sergipe, que integra o Comitê que avalia o Covid-19, disse a um deputado que há um início de crescimento de infectados.

*** Falou que ultimamente uma pessoa infectada está passando o vírus para 0,64. Atualmente uma pessoa passa para 1,2.

Já tem orientação

O Ministério Público começa a orientar candidatos majoritários e a vereador em cidades do interior, como é o caso de Aquidabã, sobre aglomerações nas campanhas de ruas.

*** Também em Cumbe, a informação é de que o MP já está pedindo aos candidatos que evitem aglomerações.

Estância está difícil

Muito rigor contra o coronavirus em Estância. A juíza eleitoral do município proibiu que candidatos subam nos carros, a não ser em mini-trios, assim só o que disputa mandato.

*** Os carros também têm limitações de ocupantes: apenas quatro pessoas, contando com o motorista e vidros abertos.

*** Os candidatos não podem descer para cumprimentar eleitor e as caminhadas estão liberadas com apenas cinco pessoas.

Multa de R$ 100 mil

Em Canindé do São Francisco, o juiz eleitoral também adotou medidas duras para evitar a propagação do Covid-19 e o pessoal está obedecendo.

*** Qualquer aglomeração que for flagrada dará uma multa de R$ 100 mil para o candidato.

Sertão sem água

Começa a falta de água em alguns povoados de cidade do alto sertão e o Exército já começa a se movimentar para distribuição através de carros-pipas.

*** Alguns candidatos a prefeito aproveitam a campanha e prometem que vão resolver o problema já a partir de janeiro caso assumam.

Paulo Márcio candidato

O delegado Paulo Márcio (DC) rompeu com o presidente do partido, Airton Costa, mas mantém candidatura a prefeito.

*** Paulo Márcio rompeu ao concluir que Airton estava se omitindo à candidatura, era negligente, não ofereceu material gráfico e não mostrou compromisso com a campanha.

Apoio a Edvaldo

Segundo Paulo Márcio, já no dia 27 de setembro, Airton Costa teve encontro com o candidato a vereador pelo PDT, Mendonça Prado e se comprometeu a apoiar Edvaldo Nogueira no segundo turno.

*** Paulo Márcio disse a Airton Costa que não apoiaria Edvaldo em caso de segundo turno, “em hipótese alguma”.

Rogério entra na luta

O senador Rogério Carvalho (PT) denuncia que o piso salarial dos professores, conquistado nos Governos petistas, depois de muita luta dos nossos educadores, está sendo destruído por esse Governo sem projeto de Nação.

*** E conclama: “vamos lutar para barrar mais esse absurdo”!

Uma boa conversa

Cirurgia calmo – Não houve registro de aumento de casos coronavirus no Hospital Cirurgia. Até o momento não foram registrados novos pacientes.

Segue vacinação – A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) segue com cronograma da Campanha de Vacinação Antirrábica de cães e gatos na capital.

Diz Veja – Bruno Covas fala sobre descriminalização de drogas: “O Uruguai avançou muito nisso. Teremos uma referência próxima e latino-americana.”

Como presente – Aras indica para o CNJ procurador que tentou arquivar investigação sobre Flávio Bolsonaro.

Maior segurança – Butantan anuncia que Coronavac atingiu índice de segurança maior do que outras vacinas testadas no Brasil.

Clóvis Silveira – Se o fato de dançar na chuva, cantar quando está triste e esconder seu amor, dá o direito de alguém te chamar de louca, que chame!

Gerson Camarotti – Guedes alertou Bolsonaro de que insistência de alguns em furar o teto de gastos afetaria credibilidade da equipe econômica.

Terrível isso – Portal Imprensa diz que o Brasil assume vice-lanterna em ranking de liberdade de expressão na América do Sul