20/10/20 - 06:14:41

Márcio defende retomada de investimentos na saúde, educação e assistência social

Entre os projetos para a capital, ele destacou a criação de novas unidades de saúde, criação do Bolsa Família e Bolsa Trabalho do município e pacto pela educação

Abrindo a série de entrevistas do Jornal do Estado, na TV Atalaia, Rede Record, o candidato a prefeito de Aracaju, Márcio Macêdo (PT), apresentou, na noite desta segunda-feira, 19, algumas propostas de seu plano de governo que, segundo ele, trazem, de fato, melhorias em diversas áreas na capital sergipana, sobretudo os voltados à saúde, assistência social e educação.

“Nós temos uma frente progressista formada pelo PT e pela Unidade Popular, PROS e Rede Sustentabilidade. Nós temos como alicerce o DNA da gestão Déda. O legado do PT em Aracaju será retomado”, explicou o petista logo no início da entrevista, reforçando que essa aliança traz à ton o compromisso com projetos voltados à atenção da população nas mais distintas esferas da sociedade.

Esses setores, para Márcio, são prioritários porque tendem a refletir em variadas áreas da cidade. “Eu não posso aceitar que tenhamos um déficit de unidades de saúde como o que temos enfrentado. Por isso, ampliaremos a rede com mais 10 unidades. As equipes de saúde são as mesmas há 20 anos. Então, vamos ampliar em mais 40 equipes. Além disso, voltaremos a distribuição gratuita de remédios e também construiremos o Centro de Diagnósticos, para pessoa entrar e sair sabendo o que está acontecendo. O prefeito recebeu R$ 153 milhões pra combater a pandemia, utilizou apenas 29,5%. Se há recurso, por que não foi feito o suficiente?”, indagou.

Ainda durante a entrevista, o postulante a prefeito afirmou que fará um pacto com a educação. “Aracaju tem péssimas notícias na educação. É a última colocada no IDEB. Nós queremos que Aracaju esteja no topo. Para isso, faremos um pacto pela educação, com construção de creches, investimentos na educação básica, utilização das novas tecnologias nas aulas”, disse.

“Além disso, também criaremos o Bolsa Família Aracaju, que atuará como ponto de apoio às famílias mais pobres, para ajudar a se reerguerem dos efeitos da pandemia. Nosso programa de governo também pensa no acolhimento aos desempregados, através da criação do Bolsa Trabalho, que irá dar suporte aos trabalhadores e trabalhadoras de baixa renda, que estão fora do mercado formal e não têm acesso ao seguro-desemprego. Dessa forma, vamos amparar as famílias e acolher a todos”, acrescentou.

Da assessoria

Foto: Elder Gonçalves