22/10/20 - 07:53:17

Educação estadual e universidade particular promovem rodas de conversa com alunos da rede

Ação tem como objetivo oferecer suporte socioemocional aos estudantes

A Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) fomentou uma parceria com o Centro Universitário Estácio de Sergipe, e, inicialmente, promoverá uma série de Rodas de Conversa virtuais com estudantes da rede estadual de ensino e universitários do curso de Psicologia. A primeira será realizada na próxima quinta-feira (22), tendo como público-alvo os alunos do Programa Pré-Universitário da Seduc. O evento será realizado às 21h, através da plataforma Google Meet.

A ação faz parte do Projeto Cultura de Paz e Acolhimento em Rede, coordenado pelo Serviço de Projetos Escolares em Direitos Humanos, do Departamento de Apoio ao Sistema Educacional (SEPEDH/Dase), em parceria com o Centro Universitário Estácio de Sergipe, representado pela professora Luciene Aparecida, do Curso de Psicologia. Com o tema “Projeto Cultura de Paz: acolhimento em rede”, a roda de conversa visa promover acolhimento e acompanhamento dos estudantes neste período de pandemia, como forma de apoio socioemocional.

“A gente tem como objetivo escutar os adolescentes, saber seus desejos, projetos e anseios, ajudando-os no estímulo aos estudos e na perspectiva de futuro. O público-alvo geral são os estudantes da rede que se interessem pelo serviço e sintam necessidade de conversar ou que estejam se sentindo desestimulados”, disse a diretora do Dase, Eliane Passos. Ela explica que, posteriormente às rodas de conversa, e por demanda, será oferecido também o atendimento individualizado aos estudantes.

Na sexta-feira, dia 23 de outubro, acontecerá a segunda Roda de Conversa, a partir das 9h, mediado pela professora Luana Cristina Silva Santos, do Centro Universitário Estácio de Sergipe, com os estudantes das escolas que demandaram algum tipo de acolhimento socioemocional. Neste mesmo dia, às 14h, acontecerá a terceira Roda de Conversa, tendo como mediadora a professora Ana Luiza Sobral de Oliveira, do curso de Psicologia da Estácio, com as alunas do Projeto Atheneu ONU Mulheres, que debaterão o tema “(Des) construindo o feminino – Projeto Cultura de Paz e o Acolhimento em Rede”. Os encontros virtuais terão continuidade até o final do ano com os mesmos grupos envolvidos.

Para o coordenador do Curso de Psicologia e do Serviço de Psicologia Aplicada do Centro Universitário Estácio de Sergipe, o professor Alexandre Bernardo, a parceria entre a Seduc e a Estácio é de grande relevância, pois tem oportunizado aos alunos do curso de Psicologia colocarem em prática os conhecimentos adquiridos em sala de aula e nas supervisões de estágios com os professores. Ele comenta também os benefícios que traz aos estudantes da rede pública. “Essa parceria tem o objetivo de orientar os alunos da rede estadual de ensino quanto a lidar com a ansiedade neste momento de pandemia, mais especificamente a ansiedade de uma forma geral. Acreditamos que nossa parceria poderá se fortalecer cada vez mais com as oficinas e rodas de conversa que temos planejado e que os alunos da Seduc poderão usufruir de um serviço de qualidade gratuitamente oferecido pela Estácio”, afirmou.

A coordenadora do Serviço de Projetos Escolares em Direitos Humanos (SEPEDH/Dase), Adriane Damascena, destaca a importância ofertar apoio socioemocional através dessa parceria entre a Seduc e a Estácio. “Cabe lembrar que cultura de paz não implica em negar a existência do conflito, seja interno ou externo, mas na construção de habilidades para conviver com o outro, com o diferente, sem o uso da violência, uma vez que os conflitos são oportunidades de aprendizagem, de construção de valores. As rodas de conversa vêm nesse sentido do cuidar de si e cuidar do outro”, declarou.