29/10/20 - 00:09:17

Eleição de 2022 já em discussão

Diógenes Brayner diogenesbrayner@gmail.com

As eleições deste ano naturalmente repercutem em 2022. No mínimo, revela o que vai acontecer já a partir de meados de 2021, com o movimento natural que acontece quando se prepara uma eleição estadual. Aliás, não custa lembrar que, ainda timidamente, em reuniões mais reservadas, já se fala em quem pode ser candidato ou não à sucessão de Belivaldo Chagas (PSD). Alguns nomes são naturalmente citados, como o do senador Rogério Carvalho (PT), até pelo trabalho que realiza no Congresso, que supera expectativas pela presença na discussão de temas importantes para o País e Sergipe.

O conselheiro Ulices Andrade trata com naturalidade, entre pessoas de sua confiança e aliados próximos, uma candidatura ao Palácio dos Despachos. Caso aconteça sairá pelo PSD, com o apoio do partido, inclusive do deputado federal Fábio Mitidieri. Os dois convergem nesse tema, mas não terão dificuldade para entendimento. Também devagar caminha o deputado federal Laércio Oliveira (PP) que aparenta se sentir melhor em um mandato majoritário. O ex-deputado federal André Moura (PSC) pensa em disputar mandato majoritário, tanto que sua filha, Yandra Moura, está certa para a Câmara Federal.

Mas, as conversas sobre nomes para o Governo do Estado em 2022 vão depender muito do pleito que acontece dentro de mais 17 dias, em que mostrará a força dos partidos e de suas lideranças mais expressivas, tanto na oposição quanto na situação. Quem fizer mais prefeitos e vereadores, em municípios estratégicos, evidente que terá mais força para uma disputa a governador. Em Aracaju, caso o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT) seja reeleito, dos partidos que o apoiam pode sair um nome de consenso ou ocorrer até uma dissidência em caso de conflito dos objetivos, embora também tenha o Senado para disputar.

Os demais partidos que concorrem ao pleito municipal ainda não têm um líder definido e em condições de tentar o Governo. O Cidadania, que fechou um bloco com o PSB, PSDB e PL, caso não consiga uma posição de destaque no pleito (isso será difícil) tem Valadares Filho, Eduardo Amorim e Alessandro Vieira para liderar uma eleição majoritária. O senador só pode para o Governo, mas não conservou a força do eleitorado que o elegeu e sofre de rejeição no momento.

Valadares Filho e Eduardo Amorim serão uma incógnita para disputa majoritária, caso não tenham uma vitória este ano. Entretanto, resta a delegada Danielle Garcia, que já lidera o bloco hoje e pode querer ir mais longe, o que seria uma ousadia tentar o Governo perdendo a Prefeitura.

Outros partidos também têm representatividade para a disputa em 2022, como é o caso do PT, com o próprio Rogério Carvalho. Entretanto, se não eleger o prefeito da Capital e um ou outro no interior, ficará muito difícil para o partido recuperar a robustez eleitoral em mais dois anos. O PT é o principal adversário de Bolsonaro e da direita ideológica, radical e conservadora. Precisa rever seus conceitos, buscar alternativas e mudar o tom de vitimização que conserva em relação aos Governos Lula e Dilma.

No próximo pleito o senador Rogério Carvalho pode topar disputar o Governo e continuar no Senado caso não obtenha êxito, já o deputado João Daniel se reelegerá para a Câmara Federal, porque mantem firme o seu trabalho entre segmentos agrícolas. Mas não passará disso. Entretanto, é bom lembrar sempre, que a senadora Maria do Carmo (DEM) está bem animada para se manter no Congresso por mais oito anos.

Ainda tem muito que se ver…

Proposta de expulsão

O presidente regional da Democracia Cristã (DC), Airton Costa, fez reunião com as executivas estadual e municipal do partido propondo a expulsão do candidato a prefeito pela legenda, Paulo Márcio, já no dia 16 de novembro.

*** Durante a reunião alguém perguntou: “e se ele for para o segundo turno”? Airton recuou: “a gente continua esperando”.

*** A proposta de expulsão foi rejeitada por unanimidade.

Hipótese de renúncia

O delegado Paulo Márcio enviou, ontem, ofício à Direção Nacional do DC, na qual pede um posicionamento. Diz que não pode ficar refém dos humores de Airton Costa,

*** Se a direção nacional não tomar providência, “a hipótese de renunciar à candidatura passa a ser considerada”.

*** Paulo enviou cópia da carta para o grupo que o apoia no partido.

Tem compra de voto

Jailton Santana (PSC), candidato a vereador, está denunciando compras de voto em Aracaju. Tem uma gravação de uma comadre, dizendo que recebeu proposta de outro candidato.

*** Seria assim: ela conseguiria 25 eleitores e cada um ganharia 50 reais para votarem nele. Ela, como organizadora receberia R$ 500.

*** A comadre consultou o que faria e Jailton orientou: “receba o dinheiro e vote em quem a senhora já havia escolhido”. No caso, ele.

Inflaciona o mercado

Um candidato de Itabaiana, que disputa a Câmara de Aracaju, está inflacionando o mercado de compra de votos e gasta muito dinheiro.

*** Ele oferece mil reais ao organizador do grupo e 100 reais por cabeça. Jailton espera que a Polícia Federal atue rápido.

Privatização do SUS

Deputado federal Fábio Mitidieri (PSD) deixou muito claro, ontem, que é contra a privatização do SUS.

*** Considerou um absurdo o governo editar um decreto como esse sem discutir com o segmento da saúde e em plena eleição.

*** Admite que o ato prejudica uma melhor análise crítica do Congresso e “embora seja apenas um estudo, é um péssimo indicativo”.

Lúcio e empresários

O candidato do Avante à Prefeitura de Aracaju, Lúcio Flávio, convoca empresários da Capital para reunião, alegando a necessidade de que “precisamos nos unir”.

*** O encontro será nesta quinta-feira, em um jantar de empresários no restaurante Sal & Brasa, na orla de Atalaia.

*** Lúcio Flávio, que está com uma campanha pífia, precisa da participação desses empresários, para levantar a sua candidatura.

Ajuda na campanha

Antes do registro da candidatura de Lúcio a prefeito, um grupo de pequenos empresários bolsonaristas se reuniu online para fortalecer o seu nome, inclusive se propondo a ajudar na campanha.

*** Lúcio é candidato, mas os empresários não compareceram para ajudar nem com a presença e muito menos com recursos.

Valadares aparece

Circula informação nas redes, que a delegada Danielle Garcia (Cidadania) estaria agora escondendo o ex-deputado Valadares Filho (PSD) de sua companhia.

*** Não é verdade, Valadares tem acompanhado Danielle em todas as carreatas, porque é ele que tem voto.

*** Como os demais candidatos à vice, Valadares não aparece nos programas eleitorais.

Edvaldo x Rodrigo

O jornalista Zenóbio Melo, que acompanha as eleições em Aracaju, admite que Rodrigo Valadares “vai pro segundo turno com Edvaldo Nogueira”.

*** – Quem assiste as circulações do Rodrigo Valadares no Youtube observa isso, disse.

*** E mais: “tenha certeza, segundo turno em Aracaju: Edvaldo x Rodrigo”!

Deve ser difícil

O presidente regional do Avante, Clóvis Silveira, publica: deve ser muito difícil lutar contra seu Município e torcer todo dia pra que tudo dê errado só porque quer que seu candidato ganhe as eleições.

*** Assim mesmo contra tudo e contra todos. Estão todos doidos pelo Poder, Deus me livre!

Surpresa em Lagarto

O empresário José Augusto, que preside o Grupo Maratá em Lagarto no Estado, declarou apoio à reeleição da prefeita Hilda Ribeiro e abalou a estrutura dos Reis.

*** José Augusto sempre ajudou candidatos, mas sem declarar apoio. Agora ele plotou seu carro com adesivo de Hilda e tirou foto ao seu lado, com ‘praguinha’ no peito.

*** Augusto é casado com uma irmã de Jerônimo Reis.

Cria obstáculo

O candidato a prefeito de Lagarto Fábio Reis (MDB) estaria à frente de Hilda Ribeiro, que tenta a reeleição, numa campanha acirrada.

*** A adesão de José Augusto a Hilda cria obstáculo para a candidatura de Fábio.

Hora de reagir

O senador Rogério Carvalho (PT) acusa o presidente Bolsonaro de estar “destruindo o Estado brasileiro”.

*** – Como se não bastassem as 157 mil mortes, ele agora quer acabar com o guardião da saúde dos brasileiros que é o SUS, disse.

*** E conclui: “Bolsonaro quer privatizar até o trabalho dos agentes comunitários. É hora de reagir”! – Convocou.

Uma boa conversa

Chama Atenção – A situação da Europa, com o retorno da Covid, deixa o Brasil em atenção, apesar na queda de afetados e mortos.

Mais chance – O PDT deve eleger quatro vereadores em Lagarto, desses, o que tem mais chance é o Prefeitinho, da radio Juventude.

Bem animado – Jailton Santana (PSC), candidato a vereador de Aracaju, tem trabalhado muito e está animado com a chance de retornar à Câmara.

Péssima reação – Decreto de Jair Bolsonaro contra o SUS gerou a pior reação ao Governo no Twitter.

Márcio Macedo – Sigo recebendo o carinho do povo. Essa é a minha força para seguir lutando por uma Aracaju de todos e todas.

Diz o G1 – ‘Obscuro’, ‘apressado’ e ‘inconstitucional’: especialistas analisam decreto sobre privatização dos postos de saúde do SUS.

Revista Fórum – Privatização do SUS: Decreto gerou 98,5% de reação negativa contra Bolsonaro nas redes sociais.

Ronaldo Nóbrega – PSDB defende no STF que perda do mandato seja aplicada também a cargos majoritários.

Revista Fórum – Servidor público é “vilão da vez” e sofre ataques dos Governos, dizem entidades sindicais.