30/10/20 - 12:48:05

Tratamento e orientação podem evitar a doença e a depressão entre os homens

Por Suzy Guimarães

O preconceito na realização dos exames leva homens de todo o mundo a não buscar ajuda médica para evitar o câncer de próstata. Por esse motivo, muitos vêm a óbito sem nem mesmo ter iniciado um tratamento. Para incentivar os cuidados com a saúde como um todo, foi instituído o Novembro Azul, mês dedicado a combater a doença e mudar os hábitos que prejudicam e levam a depressão milhares de homens.

“Existe uma cultura que impede os homens de cuidarem da própria saúde. Estes costumes levam a adoecimentos que poderiam ser evitados ou amenizados. Depressão, por exemplo, é comum, mas a maior parte dos homens não se trata”, explica o doutor em Ciências da Saúde da UNINASSAU – Centro Universitário Maurício de Nassau Aracaju, Cliomar Alves.  Ele atenta para o risco de outros tipos de câncer que acometem a população masculina, entre eles pulmão, garganta e esôfago.

Cliomar deixa claro que o Novembro Azul desperta uma preocupação maior com o câncer de próstata, mas também sugere o cuidado com as outras doenças que podem acometer o homem. “As doenças cardiovasculares são muito comuns devido as tensões do cotidiano e o sedentarismo. A falta de atividade física contribui para os adoecimentos”, alerta o professor. Ele acrescenta que a população masculina, não está habituada sequer a verificar seus marcadores metabólicos como pressão, batimentos cardíacos, colesterol.

O professor observa que é urgente uma mudança cultural no mundo masculino e a adoção de novos hábitos como o aumento da ingestão de água. “É importante tomar menos refrigerantes e bebidas alcoólicas”, diz o doutor. Ele orienta também a pratica de atividades físicas, como caminhadas, ou outros esportes. Cliomar ressalta que o fato do homem se cuidar, não diminui sua masculinidade e que ao contrário, homem que se trata tem uma vida bem melhor e de qualidade.

Assessoria – UNINASSAU