08/11/20 - 08:30:24

Agricultura e Educação promovem curso de Microempreendedor

Curso profissionalizante online conta com a participação de inscritos de diversos municípios

Na última quinta-feira (05), foi realizada a aula inaugural do primeiro curso Microempreendedor Individual (MEI) para comunidades rurais, a partir de cooperação técnica firmada entre a Secretaria de Estado da Educação, do Esporte e da Cultura (Seduc) e a Secretaria de Estado da Agricultura, Desenvolvimento Agrário e da Pesca (Seagri). A ação do Governo de Sergipe busca oferecer oportunidades de capacitação para a população do interior sergipano, por meio de cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) para jovens e adultos. O primeiro encontro virtual ocorreu na plataforma Google Meet, a partir da unidade escolar profissional Centro de Excelência Joana de Freitas Barbosa, em Propriá.

Além de alunos de diversos municípios, participaram do lançamento do curso, o secretário de Estado da Agricultura, André Bonfim; o professor Gilliard Santos, especialista em Gestão de Pessoas e Psicologia Organizacional; a professora Ana Lúcia Lima, diretora do Departamento de Educação da Seduc, representando o secretário Josué Modesto dos Passos Subrinho; e, o coordenador de Desenvolvimento de Capacidades do Projeto Dom Távora, Manoel Messias.

Para o secretário André Bomfim, foi criada uma sinergia importante entre as secretarias estaduais no sentido de viabilizar cursos profissionalizantes para a população do interior do estado, complementares às demais políticas públicas. “Esse é o primeiro de muitos cursos, fruto dessa parceria Seagri e Seduc. Nossa intenção inicial foi de potencializar as ações produtivas do público apoiado pelo Projeto Dom Távora, mas estamos percebendo que podemos oferecer formação técnica para outas demandas voltadas à agropecuária, agricultura orgânica e agroecologia, por exemplo. Com isso, queremos promover a autonomia produtiva de homens e mulheres do campo, em especial, da agricultura familiar – que responde por 90% dos estabelecimentos rurais no estado, de modo que seja protagonista do desenvolvimento de seus territórios, desafogando em parte os serviços de assistência técnica oficial e podendo promover o aumento da produção agrícola estadual”, destacou o secretário.

Há uma compreensão de que, no contexto rural, é necessário criar condições de acesso de homens e mulheres do campo às tecnologias, conceitos e práticas do universo produtivo agroecológico, orgânico, acesso a mercados, gestão, cooperação, entre outros.  “O público-alvo dos cursos de Educação Profissional são os jovens e adultos do campo, tendo como base as habilidades camponesas que lhes favorecerão, em especial aos mais jovens, um nicho de mercado no entorno do território onde residem, contribuindo para a diminuição do êxodo rural”, enfatiza Rivania Andrade, chefe do Serviço de Educação Profissional.

Entre os 28 inscritos para o primeiro curso que acontece totalmente online, a jovem Jaqueline Araújo, do município de Carira, fala da expectativa. “Espero aprender a empreender uma atividade que possa ajudar meus pais na renda familiar”. Por sua vez, a agricultora Ana Maria Oliveira, que já trabalha com a produção familiar, conta que tem a expectativa de oficializar seu negócio. “Quero aprender como regularizar juridicamente nossa empresa familiar para ampliar a comercialização, pois já trabalhamos com a produção de leite de cabra e derivados, como queijo e iogurte”, diz a produtora.

Sobre o curso

Ao explicar a dinâmica do curso de Microemprendedor, o professor Gilliard Santos destaca o caminho para que o empreendedor autônomo trabalhe dentro da legalidade, e com direitos trabalhistas. “O curso oferece conteúdos, como conceitos de empreendedorismo; informática aplicada; noções de administração e contabilidade; análise de mercado; planos de negócio e estratégias de marketing” explica. Segundo a Seduc, nos próximos meses, a modalidade presencial também será ofertada nas unidades de ensino de Educação Profissional, que disponibilizarão vagas para outros cursos, distribuídos nas áreas de Segurança, Recursos Naturais, Produção Industrial, Ambiente e Saúde, Produção Alimentícia, e Gestão e Negócios, dentre os quais estão os cursos de Agente de Microcrédito, Agente de Assistência Técnica e Extensão Rural, Produtor Agropecuário, Produtor de Plantas Aromáticas e Medicinais, Horticultor Orgânico, Agricultor Orgânico, Forragicultor, Auxiliar de Agroecologia, dentre outros.

Fonte e foto assessoria