10/11/20 - 15:33:50

Atividades na praça contribuem para a saúde física e mental da população de São Cristóvão

Em algumas manhãs por semana, a partir das 6h, a população de São Cristóvão conta com atividades físicas, lúdicas e recreativas que auxiliam no condicionamento físico, e no bem estar mental e social. O projeto faz parte de uma iniciativa da secretaria de saúde, que objetiva a prevenção de doenças e promoção da saúde por meio da prática de atividades físicas, estimulando também a convivência entre as pessoas.

As atividades acontecem na Praça da Matriz, próximo à Igreja Nossa Senhora da Vitória, no Centro Histórico, e fazem parte do Programa “Saúde é o que Interessa” que vem acontecendo todas as segundas, quartas e sextas-feiras.

Segundo Edmilton Oliveira, profissional de educação física do município e professor das atividades na praça, durante a pandemia os exercícios físicos se tornaram uma ótima alternativa para muitas pessoas. “O exercício físico transforma vidas. Iniciamos as atividades em dezembro de 2018 e vimos que depois dessa pandemia, o exercício físico veio como um dos melhores remédios para que a população venha a ter mais disposição. Houve uma melhora do condicionamento físico, do bem estar físico, mental e social de muitas pessoas, isso é muito satisfatório”, afirma o professor.

Na segunda-feira são trabalhadas técnicas de movimentos, alongamento, mobilidade e estabilidade articular e exercícios para melhorar disfunções de determinados movimentos.  Logo após, o grupo faz uma caminhada ou corrida. “Dependendo do condicionamento físico de cada pessoa, respeitando a individualidade biológica de cada participante, coloco alguns desafios que são executados por elas e isso traz um sentimento de dever cumprido para cada um que participa”, completa o professor Edmilton Oliveira.

Na quarta-feira há um treinamento funcional, quando é trabalhada a funcionalidade do dia-a-dia com padrões de movimento como agachar, correr, caminhar, puxar, empurrar, e movimentos do dia-a-dia. Já na sexta-feira, o dia mais esperado pelas participantes, acontece a aula de zumba, quando todas fazem exercícios através da música.

Segundo Maria Odete, que tem 71 anos e participa há mais de um ano no projeto. “Não tem coisa melhor, é uma benção nas nossas vidas. Melhora a autoestima e o corpo. Não poderia ter algo melhor que esses exercícios que estamos fazendo, pois já fiz academia e aqui ao ar livre é melhor ainda. Nós não poderíamos ter um professor melhor que ele, que cuida da gente como um filho”, afirma ela.

Já Maria Cristina, conseguiu reverter um quadro de depressão através dos exercícios físicos na praça. “Tenho problema de depressão, ansiedade e estava há 10 meses passando por um período difícil na minha vida. Só chorava e dormia, não tinha força para nada. Um dia encontrei esse professor e está sendo uma maravilha, me sinto outra pessoa.  Essas aulas fazem bem para a mente, para o corpo, para o coração, e para a alma da gente”, frisa ela.

Roberta Juliana Rocha, que teve sua mãe vítima de um AVC esquemático, afirmou que as aulas e atividades físicas fizeram com que ela recuperasse grande parte dos movimentos perdidos. “Depois da zumba e dos exercícios do professor, ela melhorou muito a coordenação motora e passou a ter mais confiança. Faz os exercícios e, no dia a dia, voltou a alegria que tinha sumido. Ela só vivia tonta, mas agora tem equilíbrio e já consegue controlar os movimentos e reflexos”, ressalta.

As atividades são abertas e qualquer pessoa pode participar em uma das turmas disponíveis pela manhã, bastando apresentar o cartão SUS. Para mais informações sobre as vagas, ligar para (79) 99839-2120.

Fonte e foto assessoria