10/11/20 - 08:06:30

PT denuncia uso da máquina pública

Por Adiberto de Souza

O prefeiturável Márcio Macedo (PT) denunciou que o governo de Sergipe e a Prefeitura de Aracaju estão sendo usadas eleitoralmente em favor da candidatura do prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Embora muito grave, esta é uma afirmação difícil de ser comprovada rapidamente. Acusado de usar tal artifício em sua campanha de reeleição, o governador Belivaldo Chagas (PSD) só teve o mandato cassado meses depois da posse e, assim mesmo, segue no cargo porque a punição está sub judice no Tribunal Superior Eleitoral. Comum no Brasil, o uso eleitoral da máquina pública acontece de forma sutil, como anúncios de benefícios aos servidores, realização de eventos objetivando assinar ordens de serviços para obras, além das barulhentas promessas de grandes empreendimentos, muitas vezes esquecidos após as eleições. No caso da denúncia feita por Márcio Macêdo, o próprio PT pode colaborar com as investigações. Na condição de vice-governadora, a petista Eliane Aquino – também cassada por uso da máquina em 2018 – pode apurar nos bastidores do governo a veracidade do que tem dito o aliado. Caso faça isso, a líder petista dará uma grande contribuição às investigações que, certamente, serão feitas pelo Ministério Público. À população cabe torcer que o candidato do PT não tenha feito uma denúncia vazia visando tirar proveito político. Também espera que, sendo verdadeira a acusação do prefeiturável aracajuano, a Justiça puna com rigor quem usa a máquina pública em benefício próprio e de protegidos político. Home vôte!

Cadê o dinheiro?

Não chamem para o mesmo comício os candidatos a prefeito de Aracaju, Rodrigo Valadares (PTB), e de Socorro, Eliana da Sopa (PSL), pois pode ocorrer empurra-empurra. A distinta está tiririca com o petebista que, segundo ela, não cumpriu a promessa de liberar recursos do Fundo Eleitoral para a campanha socorrense. Revoltada, Eliane sugeriu a Rodrigo que seja homem e honre as calças que veste. A candidata jura que está devendo quase R$ 150 mil por ter acreditado na palavra do candidato aracajuano. Misericórdia!

País machista

Mais da metade (53%) das brasileiras com idade entre 14 e 21 anos convivem com o medo de ser assediadas. Segundo estudo da organização internacional de combate à pobreza ActionAid, o medo diário do assédio afeta 41% das adolescentes entre 14 e 16 anos. O percentual sobe para 56% na faixa que vai dos 17 aos 19 anos e alcança 61% entre 20 e 21 anos. Crendeuspai!

Ler faz bem

Aracaju está entre as 10 capitais brasileiras que mais leram em 2019. Conforme levantamento divulgado pela Revista Veja, 58% dos aracajuanos têm o hábito de ler. A campeã é João Pessoa (64%). Esta informação faz parte da 5ª edição da pesquisa Retratos da Leitura no Brasil, do Instituto Pró-Livro. Para chegar ao resultado, o órgão consultou mais de 8 mil pessoas em todos os estados brasileiros, entre outubro de 2019 e janeiro de 2020, tomando como leitor aqueles que leram ao menos um livro nos três meses que antecederam a consulta. Nem tudo está perdido. Maravilha!

Grana de volta

Todos os candidatos julgados inelegíveis pela Justiça Eleitoral terão de devolver os recursos públicos usados na campanha eleitoral. A expectativa é que os candidatos inaptos devolvam espontaneamente os recursos, porém se não o fizerem serão denunciados pelo Ministério Público Eleitoral. A cobrança do ressarcimento ocorrerá durante o julgamento das prestações de contas. Danôse!

Ibope na praça

Pesquisadores do Ibope estão em campo colhendo informações dos aracajuanos sobre as eleições do próximo domingo. Segundo o site Nenotícias, a consulta de intenção de votos será divulgada na próxima quinta-feira. Nas duas primeiras pesquisas realizadas por esse instituto, o prefeito e candidato à reeleição Edvaldo Nogueira (PDT) liderou com folga, sendo seguido pela delegada Danielle Garcia (cidadania). Vamos aguardar os novos percentuais apurados pelo Ibope. Aff Maria!

Detalhando a segurança

As Polícias Militar e Civil, além do Corpo de Bombeiros vão detalhar, nesta terça-feira, o planejamento técnico operacional de atuação das três instituições durante as eleições do próximo domingo. Será durante entrevista coletiva dos comandantes das três forças. Mais de três mil policiais militares vão atuar em todo o estado no dia do pleito. As mulheres e homens da PM serão distribuídos nas 29 Zonas Eleitorais já a partir da sexta-feira. O trabalho da tropa será monitorado em tempo real da Sala de Situação do Quartel do Comando Geral da Polícia Militar. Legal!

Desemprego colorido

O desemprego tem cor. Ela está no isopor do geladinho, no algodão doce vendido nos parques e praias, nos sombreiros dos vendedores de picolés, na cesta de pastel e acarajé, no fogareiro improvisado para assar o queijo coalho e no saco cheio do catador de latinhas. Resta torcer para que os candidatos a serem eleitos domingo próximo, cumpram a promessa de resgatar as vivas cores do progresso, da paz e do pleno emprego. Oremos!

Peito de homem

Embora tenha direito a uma tecla na urna eletrônica, o voto branco tem tanta serventia quanto peito de homem. Considerado válido até a Constituição de 1988, era tido como um sufrágio de conformismo, pelo qual o eleitor se mostrava satisfeito com quem vencesse as eleições. Portanto, o hoje desnecessário voto branco deveria ser extinto simplesmente, cedendo seu lugar na urna eletrônica ao voto nulo, numa tecla preta. Este sim, uma importante ferramenta de protesto da sociedade, pois indica o percentual de insatisfação do eleitor. Marminino!

Mau humor

O humorista sergipano Ramon Coxinha está tiririca com a delegada Daniele Garcia (Cidadania), candidata a prefeita de Aracaju. Segundo o moço, a campanha da policial usou indevidamente um vídeo chistoso que ele fez com o prefeito Edvaldo Nogueira (PDT). Sem conseguir um acordo com os assessores da cidadanista, Ramom botou a boca no trombone, além de prometer processar a delegada candidata. Em nota, a campanha da Daniele admite ter usado o vídeo de Coxinha, porém jura que não precisava da autorização do autor porque o material estava nas redes sociais. E é, é? Vixe!

Recorte de jornal

Publicado no jornal aracajuano A Tribuna, em 12 de janeiro de 1932.