11/11/20 - 09:39:00

EQUIPE SERGIPANA DESENVOLVE PLATAFORMA QUE CONECTA EMPRESAS E ENTREGADORES

Projeto pretende operar nas modalidades same day (entrega no mesmo dia) e last mile, ligada à distribuição de produtos aos seus destinos finais para pessoas físicas ou jurídicas

A demanda por ferramentas que dinamizem o transporte e a entrega de encomendas tem sido cada vez maior nos últimos tempos, sobretudo por conta das mudanças cotidianas impostas pela pandemia do coronavírus (Covid-19). É nesse cenário que uma equipe sergipana vem desenvolvendo uma plataforma de logística rápida, para conectar pessoas e empresas, a uma rede de entregadores autônomos treinados. O projeto recebe o nome de Beelog e é apoiado pelo Programa Centelha, conduzido pelo Governo de Sergipe através da Fundação de Apoio à Pesquisa e à Inovação Tecnológica do Estado de Sergipe (Fapitec).

Idealizado em 2018, o projeto pretende operar nas modalidades same day (entrega no mesmo dia) e last mile, que está ligada à distribuição de produtos aos seus destinos finais para pessoas físicas ou jurídicas. A plataforma deve integrar uma versão mobile, para acesso de clientes e entregadores, disponível para Android e IOS, e pretende contemplar as necessidades de empresas de grande a pequeno porte, físicas ou virtuais. A expectativa é de que a plataforma já esteja disponível no mercado em dezembro deste ano.

Entre os benefícios garantidos pela plataforma estão a realização de entregas expressas ou agendadas 24 horas por dia, além do acesso a entregadores sob demanda ou em dedicação integral, de acordo com a necessidade do cliente. Também será possível fazer o rastreamento das entregas em tempo real e seguro, bem como solicitar entregas automatizadas por meio de uma interface de integração. “Com isso, as empresas conseguem aumentar suas vendas e, consequentemente, sua lucratividade. Há também uma redução dos riscos e custos de operação, possibilitando maior controle e gestão das entregas”, afirma o diretor de tecnologia (CTO) e fundador do projeto, André Fabiano Lima Júnior.

Viabilidade

De acordo com o diretor, o apoio do Programa Centelha tem colaborado para que o projeto Beelog seja tirado do papel. “O Centelha nos auxilia no nosso processo de entrada no mercado, dando suporte financeiro para estruturação da nossa equipe comercial e máquina de vendas. Ele nos ajuda também no processo de validação do nosso modelo de negócio junto ao segmento de cliente”, afirma André Fabiano.

A equipe do projeto também é formada pelo diretor executivo (CEO) e fundador Jhouferbio Rodrigues Euzebio, entre outros colaboradores. Atualmente, o grupo está trabalhando na fase de testes da plataforma. “O projeto está em fase de lançamento controlado, ou seja, iniciando a operação com alguns usuários que servem como testadores da solução em ambiente real de validação do modelo de negócio. O objetivo principal é entender o encaixe da solução à necessidade do mercado. Nessa etapa, estamos construindo e ajustando as métricas e coletando respostas dos usuários para melhoria contínua. Nossa expectativa é de que, ao final desse processo, estejamos com o um projeto validado e estruturado para captação de novos clientes em escala nacional”, afirma o diretor de tecnologia.

Centelha

O Programa Centelha tem o objetivo de fomentar o desenvolvimento de projetos e dinâmicas em um ambiente cultural de inovação e empreendedorismo. A iniciativa é uma parceria entre Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e Fundação CERTI. Em Sergipe, o Governo do Estado opera o programa através da Fapitec, que é vinculada à Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico e da Ciência e Tecnologia (Sedetec). Entre 579 propostas submetidas, 23 projetos foram contemplados na fase final do edital.

ANS

Foto: Arthuro Paganini