11/11/20 - 13:16:43

Márcio e Ana Lúcia assinam Carta da Terra em defesa de uma cidade sustentável

Documento reforça compromisso dos candidatos do PT com a proteção do meio ambiente

O candidato a prefeito de Aracaju, Márcio Macêdo (PT), e sua vice, professora Ana Lúcia, assinaram uma carta-compromisso para a implementação da Carta da Terra e os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável Nas Cidades. Com a assinatura, os petistas se comprometeram em implementar um programa de gestão atrelado aos projetos de desenvolvimento sustentável para Aracaju.

Na oportunidade, Márcio destacou que o tema da sustentabilidade já faz parte da gestão que pretende colocar em prática na capital sergipana, e ressaltou que sempre defendeu a inclusão do tema como pauta fundamental no planejamento urbano, sendo, inclusive, uma das prioridades do seu programa de governo.

“Como biólogo, parlamentar e na minha atuação no executivo, sempre defendi o tema da sustentabilidade”, disse Márcio Macêdo, ao lembrar que a sua companheira de chapa, professora Ana Lúcia, também tem importante atuação na luta ambiental. “Tanto eu quanto Ana temos uma vida relacionada a este compromisso socioambiental. Ela sempre fez enfrentamento às práticas contrárias ao desenvolvimento sustentável”, pontua.

Ainda de acordo com Márcio, os problemas ambientais geram transtornos sociais e, por conta disso, em sua visão, o poder público tem o dever de enfrentá-los de forma integral. “É isso o que faremos em Aracaju, com intervenções contra a derruba de árvores na capital. A cidade está impermeabilizada e isso resulta em inundações que temos presenciado constantemente. Precisamos estar atentos a essas questões. Da nossa parte, temos o compromisso com a Carta da Terra e, para a sua melhor aplicabilidade, vamos fazer um programa de arborização na cidade e preservar a Reserva das Mangabeiras, que simboliza a luta, a resistência e a organização social de uma cidade que pensa a sustentabilidade”, afirma.

No entendimento de Márcio, que também é ambientalista, o assunto deve ser tratado com seriedade e como uma forte e necessária agenda de governo. “Estamos disputando essas eleições com o sentimento de que podemos tratar as questões de ordem ambiental como solução e não problema, incluindo a preservação das várias formas de vida existentes em nosso bioma local. A causa animal é uma necessidade, portanto vamos trabalhar para instalar um hospital veterinário, por meio de parcerias com as ONGs ou de forma direta na medida que couber ao município”, complementa.

A professora Ana Lúcia, por sua vez, chamou a atenção para a importância da preservação dos recursos naturais que, ao longo do tempo, estão sendo apropriados de forma inadequada e esgotados pelo, segundo ela, projeto da sociedade capitalista que incentiva o consumo desenfreado e retira recursos naturais sem uma preocupação com alternativas que amenizem as perdas do meio ambiente. “Como parlamentar, ao longo de 16 anos, aprendi como é necessário o equilíbrio de todos os elementos da natureza e a nossa relação como ser humano neste processo. O que a gente precisa entender é que, na evolução humana, começamos a usar e abusar bastante desses recursos sem um cuidado com a sua conservação. O processo evolutivo nos mostra como nossas atitudes contra a natureza geraram um grande risco à humanidade”, explica.

“Este será um compromisso diário da nossa administração, no sentido de fazermos uma gestão de sustentabilidade priorizando energia limpa e ambiente saudável. Pensando em uma cidade sustentável, com uso de outros modais, como a bicicleta, menos poluentes nas ruas, e fazendo cada vez mais campanhas às outras áreas de políticas públicas que garantam uma cidade sustentável”, acrescenta.

Da assessoria

Foto: Janaína Santos