16/11/20 - 10:42:56

João Eloy: Justiça eleitoral e Segurança Pública consolidaram festa da democracia

O secretário da Segurança Pública de Sergipe, João Eloy de Menezes, destacou a parceria entre a SSP e a Justiça Eleitoral para a garantia da ordem no domingo de eleições. O efetivo empregado nas ruas, nas zonas eleitorais e nas unidades das Polícias Militar, Civil e do Corpo de Bombeiros foi de mais de 4 mil agentes. O trabalho dos servidores resultou nos flagrantes de 67 crimes eleitorais e na apreensão de mais de R$ 100 mil, que foram encaminhados à Polícia Federal, responsável pelas investigações de crimes eleitorais.

O secretário João Eloy explicou que cada instituição traçou um planejamento que foi desenvolvido em conjunto na Operação Eleições. “A orientação foi de que cada órgão discutisse antecipadamente com a Justiça Eleitoral as principais necessidades do pleito. Tudo isso foi feito com a atuação de mais de 3,3 mil policiais militares, com o trabalho do Corpo de Bombeiros e com o emprego da Polícia Civil em suporte à Polícia Federal. Parabenizo a todos os servidores que contribuíram com a segurança pública da população e das eleições desse domingo”, ressaltou.

O comandante da Polícia Militar, coronel Marcony Cabral, detalhou que a Polícia Militar instituiu o Centro de Comando da Operação Eleições, no Quartel do Comando Geral (QCG), para o acompanhamento em tempo real do pleito eleitoral. “Foi um setor que coordenou todo o trabalho. Todas as áreas que, foram divididas, estiveram em contato com esse centro. Temos uma tecnologia que nos permitiu fazer esse trabalho, que também foi realizado pela madrugada. O centro também ficou responsável pelo relatório final da operação”, especificou.

O delegado-geral, Thiago Leandro, reiterou que a atuação da Polícia Civil foi de fornecer suporte à Polícia Federal nas áreas em que a instituição não possuía bases de atuação. “Tivemos como objetivo a apuração das infrações penais comuns e, de modo supletivo à Polícia Federal, a realização dos flagrantes dos crimes eleitorais. Registramos 172 boletins de ocorrências, dois quais 123 de natureza comum e 25 de crimes eleitorais. Os casos de infrações penais foram encaminhados à Polícia Federal para as respectivas investigações”, salientou.

O comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Alexandre José, pontuou que a corporação atuou em apoio à Polícia Militar na garantia da segurança dos locais de votação em algumas cidades do interior. Em paralelo, as atividades-fins continuaram sendo desempenhadas, inclusive com o atendimento pré-hospitalar, onde os militares da corporação estiveram presentes.  “Atuamos em 11 municípios e três zonas eleitorais. Além disso, 88 militares ficaram de prontidão nos quartéis operacionais em oito unidades. A distribuição dos agentes das forças de segurança envolveu um planejamento complexo de todas as instituições que atuaram na segurança dos eleitores no domingo de votação”, concluiu.

Fonte e foto SSP