18/11/20 - 15:52:30

Semana Mundial alerta sobre uso adequado e responsável de antibióticos

No Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), o uso racional de antimicrobianos se baseia em uma prescrição médica correta e uma dispensação feita pelo profissional farmacêutico mediante instruções adequadas e o uso apropriado

De 18 a 24 de novembro é celebrada a Semana Mundial sobre o Uso de Antibióticos, cujo objetivo é aumentar a conscientização sobre o problema da resistência bacteriana contra antibióticos e sensibilizar a comunidade e todos que lidam com o medicamento para a necessidade de preservar o poder de atuação dos antibióticos por meio do seu uso adequado e responsável. No Hospital de Urgência de Sergipe (Huse), o uso racional de antimicrobianos se baseia em uma prescrição médica correta e uma dispensação feita pelo profissional farmacêutico mediante instruções adequadas e o uso apropriado.

O uso de antimicrobianos tem predominância profilática e em casos específicos quando a escolha do antibiótico se norteia por testes laboratoriais microbiológicos se torna uma terapia mais eficaz, específica e segura. O Huse possui uma lista de antibióticos padronizados, geralmente pela comissão de farmácia e terapêutica, a qual conta com representantes da Comissão de Controle e Infecção Hospitalar do Huse (CCIH). A padronização deverá ser suficiente para atender às demandas institucionais.

De acordo com a gerente de suprimentos e assistência farmacêutica do Huse, Maria Estela Andrade, o conhecimento da microbiota local é decisivo para a definição dessa padronização. “Devido ao dinamismo das bactérias, às possíveis alterações do perfil assistencial ao surgimento de novos fármacos, os quais poderão ser importantes em circunstâncias específicas, a padronização deverá ser revista a intervalos regulares de tempo. Por isso, o Conselho Federal de Farmácia, publicou há nove anos uma resolução que trata a atuação do farmacêutico como requisito essencial na dispensação de antimicrobianos ao paciente e usuário”, explicou Maria Estela.

O farmacêutico no ato da dispensação de medicamentos, sendo estes antimicrobianos ou não, é responsável pela avaliação e interpretação do receituário havendo necessidade, o farmacêutico deve entrar em contato com o profissional prescritor para esclarecer eventuais problemas que tenha detectado.

fonte e foto ASN