30/11/20 - 20:28:14

Homenagens a João Alves foram exaltadas as obras com que ele ergueu o estado de Sergipe

O governador Belivaldo Chagas participou, nesta segunda-feira (30), das homenagens ao ex-governador de Sergipe, João Alves Filho, em Aracaju, ao lado da família do ex-governador e de autoridades como a vice-governadora Eliane Aquino; o ex-governador Jackson Barreto, o presidente da Alese, deputado estadual Luciano Bispo; os prefeitos de Aracaju e Salvador, Edvaldo Nogueira e ACM Neto, dentre outros.

Durante a manhã, Belivaldo acompanhou a chegada da urna com as cinzas do ex-governador no Aeroporto Internacional de Aracaju, trazidas pela senadora Maria do Carmo, viúva de João, e por sua filha, Ana Alves.

João Alves Filho faleceu na última terça-feira (24), em Brasília. Após a cerimônia de cremação na quinta-feira (26), a urna com as cinzas chegou a Sergipe nesta segunda e foi recepcionada com Guarda de Honra da Polícia Militar de Sergipe, por meio do Batalhão de Choque.

Admiração e respeito

Em seu discurso, o governador Belivaldo Chagas disse que “quis o destino que eu fosse governador neste dia tão difícil para o povo de Sergipe, que se despede do grande líder João Alves Filho. O mesmo destino que me fez iniciar na política no mesmo partido dele e que, mesmo nos jogando em campos opostos democraticamente em vários momentos posteriores, sempre admirei e respeitei o homem público e o cidadão que ele era.

Logo após o ato no Palácio Museu Olímpio Campos, segui o cortejo com os restos mortais do ex-governador pelas ruas de Aracaju até a cerimônia religiosa em sua homenagem na igreja de Nossa Senhora Rainha do Mundo, no conjunto Médici.

Neste momento de fé, saudade e celebração do legado deixado por João Alves, pedi a Deus que confortasse o coração de todos e que recebesse João nos braços do Pai, em toda a Sua Sabedoria. Descanse em paz, João”! Concluiu

Últimas homenagens

A urna seguiu em cortejo pelas ruas da capital em carro aberto do Corpo de Bombeiros de Sergipe, passando por diferentes obras realizadas durante a administrações de João Alves, como a Orla da Atalaia, e contando com todo apoio da PM/SE, por meio do Getam e da Setransp para organização do trânsito.

Em seguida, no Palácio Museu Olímpio Campos, foi realizada a visitação para despedida de familiares, autoridades, amigos e admiradores do político sergipano, tudo seguindo os protocolos sanitários recomendados pelos órgãos de Saúde.

Já por volta das 17h, a Guarda de Honra conduziu à urna com as cinzas em cortejo pelas ruas de Aracaju até a Igreja Nossa Senhora Rainha do Mundo, no Conjunto Médici, onde foi celebrada missa em homenagem a João

Importância para Sergipe

“Essa é a última homenagem que a gente faz a um dos maiores líderes políticos que Sergipe já produziu. Não poderíamos deixar de fazer presença e prestar nossa solidariedade à família, estarmos juntos aos amigos prestando essa homenagem que a gente entende que é de extrema importância, afinal de contas, ele foi governador do estado de Sergipe, foi prefeito da capital, um defensor árduo dos interesses não apenas de Sergipe, do Nordeste, mas também do Brasil”, afirmou o governador.

Belivaldo também destacou a importância de João Alves Filho para o desenvolvimento de Sergipe, sobretudo quando exerceu a função de governador, e ressaltou a homenagem feita pelo Governo do Estado ao ex-governador.

“Ele foi um verdadeiro governador, ele soube compreender Sergipe do presente e do futuro naquela época, e no governo em que ele se fez presente como governador, ele não deixou de produzir certo. Obras que levaram ao desenvolvimento e atuou em todas as áreas, educação, saúde, segurança. Um dos grandes exemplos da área da saúde é o Huse, que é o nosso hospital de referência, de urgência, e que agora oficialmente recebe o nome de Hospital de Urgências Governador João Alves Filho”, complementou Belivaldo.

Autoridades homenageiam

A vice-governadora, Eliane Aquino, esteve presente às solenidades de despedida e prestou solidariedade aos familiares de João e ressaltou a importância dele para a história do estado. “Desde que cheguei a Sergipe, escutei muitas histórias sobre o João Chapéu de Couro, João da Água, João do Povo. Ex-prefeito, ex-ministro e ex-governador, João Alves Filho é lembrado pelos sergipanos por muitos nomes. Sua trajetória política, marcada por obras visionárias, mudaram a vida de muita gente. São muitos os capítulos que compõem o seu legado político”, relembrou.

Na missa de sétimo dia em homenagem ao pai, Ana Alves relembra as principais qualidades do ex-governador. “João Alves foi um homem maravilhoso, um marido exemplar, um pai que a gente só tem a agradecer, um homem que nos ensinou tantas coisas, ensinamentos. O gosto da leitura, do trabalho, da seriedade, de sempre tentar ser o melhor no que a gente se propõe a fazer. Então, João Alves foi inquestionavelmente maravilhoso. É muita honra ser filha dele”, ressaltou.

Presidente do Democratas (DEM) e prefeito de Salvador (BA), ACM Neto esteve em Aracaju para participar das homenagens ao ex-governador e falou sobre sua relação com a família Alves. “Eu me organizei para estar aqui hoje, claro, reforçando os laços entre a Bahia e Sergipe, mas trazendo também uma palavra de conforto e homenagens. João e Maria sempre foram pessoas muito queridas, muito respeitadas. Então, hoje, a minha presença é uma homenagem à figura do que foi João Alves.  Um homem muito especial, nordestino valente, pessoa que dedicou a sua vida a Sergipe, mas também ao nordeste”, salientou.

O prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira, acompanhou as homenagens à João Alves Filho e também relembrou a trajetória do político no estado. “João Alves deixa um grande legado, um legado de ações, um legado de realizações que foram muito importantes no desenvolvimento social-econômico para nossa cidade e para o estado de Sergipe. Essas homenagens são merecidas, são homenagens importantes para que o legado que ele deixou não fique esquecido”, complementou.

Amigo da família e presidente estadual do DEM, o ex-deputado federal e ex-vice-prefeito, José Carlos Machado, reforçou a importância do legado deixado por João. “Era, sem dúvida, um homem extraordinário, apaixonado pelo seu povo. E o nome de João estará imortalizado no panteão dos heróis sergipanos e nos corações e nas mentes de todos os sergipanos”, completou,

O ex-governador Albano Franco, na missa em homenagem à João Alves, reiterou a importância do ex-governador para a história política sergipana. “João Alves deixa para Sergipe a marca de um homem trabalhador, honrado e competente. Muitas das obras de Sergipe só existem devido a ele, pois ele tinha visão e preocupação com o social e o desenvolvimento econômico. Estamos todos tristes com a morte de João Alves Filho. Sergipe perde o governador que mais realizou obras marcantes para o Estado de Sergipe”, disse.